domingo, 1 de janeiro de 2012

Banhista Mergulha e desaparece no Rio Mossoró

Informação: O Câmera.
O banhista conhecido como Deoclécio, morador da Avenida Rio Branco, estava desaparecido nas águas do Rio Mossóró na região da barragem de Genésio em Mossoró. Segundio informações o rapaz tomava banho e teria se afogado. O corpo de bombeiros fez buscas no local na tentativa de localizar o corpo do mesmo. O corpo do banhista foi localizado por policiais do corpo de bombeiros por volta de 15 horas e 40 minutos.

FÁBIO GURGEL REALIZA CONFRATERNIZAÇÃO DE UM ANO DA CIA DE ART´S BALAKUBACO.

Depois de visitar várias comunidades, com a realização da Campanha Natal sem Fome, agora a Cia de Art´s Balakubaco fez a confraternização natalina com os integrantes do grupo.
Parabéns a Compnhia!
Fotos: Trapiá Apodi.

Pesquisa agora tem que ser registrada na Justiça Eleitoral

Mardoni França: pesquisas sinalizam viabilidade de candidatos
As entidades e empresas que pretendem realizar pesquisas de opinião pública relativas às eleições de 2012 terão, a partir deste domingo (1º), que proceder o respectivo registro junto à Justiça Eleitoral. O mesmo procedimento deve ser feito até cinco dias antes da divulgação de cada resultado. A exigência foi estabelecida pelo art. 33 da Lei nº 9.504/1997 e detalhada na resolução nº 23.190/2010 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). No Rio Grande do Norte, as cinco empresas filiadas à Associação dos Institutos de Pesquisa (Assinp) já estão devidamente adequadas à regulamentação do TSE, afirmou o presidente da entidade, Tadeu Oliveira. "Nós tivemos uma reunião recentemente somente para discutir essa questão. Na campanha, vamos ter um advogado especialista no assunto para dirimir dúvidas e, além disso, nós já contamos de qualquer maneira com uma equipe de profissionais com respeitabilidade no mercado potiguar que garante a credibilidade da atuação do nosso ramo no pleito. São pessoas que estão no mercado há mais de trinta anos", assinalou Tadeu.
O registro deve ser feito junto aos tribunais regionais eleitorais (TREs), já que se trata de uma eleição municipal. Após os respectivos registros, os portais da Justiça Eleitoral disponibilizarão as informações das pesquisas de opinião pública relativas às eleições ou aos candidatos, quando realizadas para conhecimento público. Os dados publicados são fornecidos, integralmente, pelas entidades e empresas que as realizam. Nesse contexto, o Tribunal não realiza qualquer análise qualitativa, defere ou homologa o teor, método ou resultado das pesquisas. A finalidade é dar publicidade às informações prestadas e, com isso, permitir a ação fiscalizadora dos partidos e do Ministério Público.
O presidente do instituto Consult, Paulo de Tarso Teixeira, enfatizou que a determinação da Justiça Eleitoral no sentido de obrigar o registro das pesquisas de intenção de votos é importante e inclusive necessária porque ao impor a transparência do processo a medida reveste as empresas da credibilidade necessária. "O registro é salutar porque oportuniza a quem quiser o conhecimento sobre a metodologia do processo, como é feita a pesquisa, o tamanho da amostra, etc. Dessa forma, fica mais explícito e se sabe como se chegou àquele denominador comum", opinou Teixeira.
Ele explicou que uma pesquisa informal, quando não é necessário o registro obrigatório, é feita de acordo com o interesse do cliente e para o instituto esse método não é o mais adequado porque não retrata a espontaneidade do eleitor.
Advogado alerta para multas O advogado Paulo de Tarso Fernandes alertou que as sanções para o caso de divulgação de pesquisa sem o devido registro junto à Justiça Eleitoral podem atingir tanto o instituto que fez a análise quanto um pretenso candidato. "Temos aí duas vertentes: se a divulgação partir de um candidato existe uma penalidade que pode gerar inclusive a negativa do registro de candidatura. Já para os órgãos que divulgarem e, se comprovada a responsabilidade, a penalidade é somente multa", explicou.
Em 2010, a Corte Eleitoral do Piauí aplicou a multa de R$ 53,2 mil a uma editora titular de um portal de notícias, e a um jornalista de Terezina, em razão de divulgação de propaganda eleitoral em local proibido e não registrada na Justiça Eleitoral. A mesma multa se estendeu, também, ao candidato a governador Wilson Martins e à coligação da qual ele faz parte. Esse foi um dos mais divulgados casos de penalidade da Justiça Eleitoral do país, em virtude da divulgação de pesquisa eleitoral sem o devido registro. No Rio Grande do Norte não há casos similares.
O advogado Paulo de Tarso Fernandes destacou que o tema é controverso porque a discussão diz respeito à liberdade de informação e ao mesmo tempo à preservação da liberdade eleitoral. "É um conflito aparente que realmente existe", frisou ele. O jornal Folha de São Paulo, o de maior circulação no país, obteve certa vez uma decisão judicial no sentido de permitir a divulgação, mas posteriormente os próprios tribunais superiores reformaram o que havia sido referendado .
"O que se modulou aí foi o registro para que todos os interessados na eleição tenham acesso aos métodos, para tentar evitar a manipulação, a desvirtualização, então se chegou a um equilíbrio", finalizou Paulo de Tarso Fernandes.
Demanda por sondagens se intensifica
Os institutos de pesquisa eleitoral em todo o país - e não seria diferente no Rio Grande do Norte - passam a receber a partir de agora demandas substanciais para a realização de análises que retratem preferências, potenciais rejeições e intenções do eleitor. É a chamada "época das vacas gordas", como assim denominou o diretor do instituto Certus, Mardoni França. "Em qualquer município, seja o menor ou o maior, as pesquisas são realizadas para apontar tendências concretas quanto à viabilidade ou não dos candidatos", disse Marconi.
Ele enfatizou que a procura pelos serviços de análise de pesquisas eleitorais se intensificou em novembro e dezembro deste ano e frisou que a tendência é de que a demanda se acentue ainda mais a partir de janeiro. Neste primeiro momento, no entanto, os clientes são informados de que - a meses da realização do pleito - o quadro ainda não está consolidado e as avaliações junto ao eleitor servem como "norteador" para estratégias de campanha e de candidaturas. "Existe um estudo que aponta que nas maiores cidades os resultados se definem no último mês e nas pequenas nos últimos quinze dias", observou Paulo de Tarso Teixeira, da Consult.
Ele pondera ainda que a indefinição de cenários se configura ainda mais porque os propensos candidatos ainda não iniciaram os efetivos trabalhos eleitorais. "Eles deflagraram o marketing político, que é exatamente a feitura dos projetos, contatos, formação de alianças. Mas não chegaram a pedir o voto. Quando eles começarem a se apresentar como candidatos, aí sim, o eleitor também começa a movimentar-se e a se decidir", emendou o consultor.
O diretor do instituto Perfil, Fernando Figueiredo, por sua vez, afirmou que aguarda somente para meados de março o aumento da procura pelas pesquisas de intenção de votos. "Os candidatos, os partidos e os interessados no processo ainda não obtiveram grandes ensejos", observou ele. Todos consideram salutar as intervenções da Justiça Eleitoral no sentido de acompanhar e dar transparência a elaboração e divulgação das pesquisas eleitorais. "É interessante porque mostra os que trabalham com seriedade e competência e os que não", concluiu Figueiredo.
TN Oline.

NOTA DE FALECIMENTO E CONVITE SEPULTAMENTO

Sra. Maria Soares
É com muita dor e saudades que os familiares da Sra. Maria Soares informa seu falecimento no último dia do ano de 2011, e convida a todos para se fazerem presente no seu sepultamento, que sairá de sua residência na Rua Cel. Lucas Pinto, em frente a Igreja Betel, às 15:00, do dia 01/01/2012, para Igreja Matriz e logo em seguida para o Cemitério Parque da Saudade. A família desde já, agradece a presença de todos que se fizerem presente a este ato de Fé e Solidariedade Cristã.
Do blog: A Sra. Maria Soares é a mãe dos Soldados Edimar e Edivan, e avó do Soldado Marcos Gil, redator do blog F5 Apodi, quem nós mandamos votos de pesar.

Um acidente com vitima fatal e facadas marcaram o primeiro dia de 2012 em Mossoró

Informação: O Câmera.
Um acidente de motocicleta com vitima fatal e outros de menores proporções marcaram as primeiras horas de 2012 na cidade e região mais próxima de Mossoró.
* Francisco Alves de Souza, de 56 anos de idade, morador da Travessa Luiz Colombo no bairro Bom Jardim em Mossoró, morreu vitima de uma acidente com motocicleta. Francisco chegou a ser socorrido para o Hospital Regional Tarcisio Maia, mas morreu na madrugada de hoje. Na recepção da unidade hospitalar, não havia informação do local do acidente.
* Carlos Leonardo Lima dos Santos de 27 anos de idade, natural de Juazeiro no estado da Bahia e residente em Areia Branca, trafegava de motocicleta na manhã de hoje com destino a cidade praiana e segundo informações, o mesmo caiu da motocicleta, no Km 36 da BR 110, próximo à ponte Sobre o Rio do Carmo. Leonardo teve deslocamento do “Maxilar”.
* Francisca Antonia do Nascimento de 30 anos de idade trafegava como passageira da motocicleta e sofreu escoriações pelo corpo. O casal foi socorrido para o hospital Regional Tarcisio Maia.
* José Ângelo dos Santos Anacleto, de 33 anos de idade, morador da Rua Flores de Bonina, no parque das Rosas, próximo ao conjunto Santa Delmira, foi atingido nas costas com uma cutilada de faca peixeira. Segundo informações, Anacleto estava festejando a passagem do ano novo e teria saído de bicicleta para comprar um lanche no bairro vizinho. Quando retornava para casa, dois elementos tentaram tomar a bicicleta e ele resistiu em não entregar. Os indivíduos furaram Anacleto nas costas. Não temos informações se levaram o transporte de Anacleto.
* Tércio Almeida do Monte, 20 anos de idade, foi atingido com duas cutiladas de faca peixeira, uma na região do tórax e outra no rosto.
Segundo informações de familiares, Tércio participava das comemorações da passagem de ano na praia de Tibau e teria tentado apartar uma briga entre “amigos”. O rapaz levou a pior. Tercio foi socorrido para o Hospital Regional Tarcisio Maia e não corre riscos de morte.

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO