terça-feira, 17 de janeiro de 2012

QUEM PERGUNTA, QUER SABER

VOCÊ É CONTRA OU A FAVOR DO PROJETO DE IRRIGAÇÃO DA CHAPADA DO APODI?
A FAVOR--------------116 (70%)
CONTRA---------------40 (24%)
TANTO FAZ-------------8 (4%)
TOTAL DE VOTOS-------------164.
70% das pessoas preferem, que o Projeto seja executado e 24% são contra o Projeto, ou seja, são a favor da opinião dos bispos.
Queremos aqui, agradecer a todos, que votaram mais uma vez na nossa enquete.
Aguardem, brevemente teremos nova enquete prá você!

HOMENAGEM AOS POLÍTICOS QUE FORAM DESTAQUE NA MÍDIA EM 2011

Blogs e Sites de toda região escolheram através de enquetes, os políticos que mais se destacaram na Mídia em 2011, nas Micro Regiões Oeste e Vale do Assu. Todos os escolhidos serão Homenageados em uma grande festa no próximo sábado na Cidade de Major Sales.
Evento acontecerá dia 21 de janeiro, próximo sábado, no Centro Cultural e Turístico de Major Sales. Com início marcado para as 21h00min horas, tendo como atração musical, Joãozinho e Banda. Estilo musical anos 60.
Visando homenagear aqueles que mais se destacaram na política em 2011, escolha feita por meio de enquetes em vários blogs parceiros, trazemos a relação dos mais indicados.
Prefeitos Destaque da Mídia em 2011 Por Micro Região
Micro Região de Mossoró – Aldivon Nascimento – Baraúna
Micro Região Vale do Assu – Ivan Junior – Assu
Micro Região de São Miguel - Raimundinho – Riacho de Santana.
Micro Região de Umarizal – Paulo de Tarso – João Dias
Micro Região de Pau dos Ferros – Gildene Barreto – São F. do Oeste
Micro Região Chapada do Apodi – Gorete Pinto – Apodi
Micro Região do Médio Oeste – Shirley Targino – Messias Targino
Veja a relação dos Vereadores: rnpoliticaemdia2012.blogspot.com
Contatos para confirmar a presença 96018344 / 94164719.

ACIDENTE: BIZ BATE EM ÔNIBUS DA NORDESTE EM APODI

Informação: Sentinelas do Apodi.
APODI/RN - Por volta das 21:00hs de ontem (16), a central de informações da polícia militar recebeu uma ligação informando de um acidente de trânsito na BR 405 próximo ao bar leão, zona urbana da cidade, de imediato a guarnição sob o comando do sargento Ocivan foi ao local e constatou o fato, a vítima do acidente foi socorrida para o hospital com lesões leves.
Veja com detalhes o que disse o motorista do ônibus, o senhor LUIZ SARAIVA DOS SANTOS:
"Que o condutor do veiculo tipo Ônibus que faz o transporte de passageiros de Nata/Apodi estacionou num lugar de costume para desembarque dos passageiros, na BR 405 zona urbana, próximo ao bar Leão, quando uma pessoa de nome Francisca Keliane vinha em uma motoneta HONDA C100 BIZ, COR AMARELA, PLACA NNL-2010/RN, e colidiu na traseira do seu Ônibus; Que o condutor estava na direção do ônibus quando ouviu e sentiu um impacto, ao olhar pelo retrovisor viu que uma pessoa estava no chão e imediatamente desceu para socorrer; Que chamou um carro que ia passando e levaram a garota para o hospital da cidade."

Policiais Civis de Macaíba fecham bancas de jogo do bicho em Macaíba

Policiais Civis da Delegacia de Macaíba fecharam na tarde de ontem (16/01) as bancas de jogo do bicho CORINGA E ZEBRA.
Foram apreendidos farto material para o jogo: talões de jogo, cadernos de anotações, material de informática, cofres e uma quantia em dinheiro ainda não contabilizada, mas policiais acreditam que foi apreendido mais de R$ 4.000,00 (quatro mil reais) em espécie e moedas.
Foi conduzido a Delegacia o senhor Ubiraci Hugo de Brito responsável pela banca de jogo Coringa. Na banca conhecida como A Zebra os policiais ao chegarem encontraram as portas da banca de jogo fechadas e tiveram que arrombar as mesmas, no entanto, nenhuma pessoa foi presa em flagrante. Acredita-se que quando perceberam a presença de policiais na banca Coringa os responsáveis pela banca A Zebra abandonaram o local e fugiram.
Fonte: Sentinelas do Apodi.
Observação: Apodi já assistiu a esse filme. A operação foi num sábado, e na terça-feira seguinte, o jogo funcionava normalmente. Por que? Se o jogo é proibido, por que deixam funcionar? A sociedade apodiense quer saber. Não entendemos ainda, porque a polícia enfrenta bandidos, ladrões, charlatões e põe atrás das grades. No outro dia, chegam os advogados movidos pelo poder do dinheiro, defendem e soltam. Justiça da terra, dá prá acreditar???

Natalense conta como ajudou no resgate das vítimas de naufrágio na Itália

O naufrágio do navio de cruzeiro Costa Concordia, que tombou parcialmente na região italiana da Toscana depois de bater em um rochedo na última sexta-feira (13), foi visto de perto por aqueles que estavam na Ilha de Giglio. A estudante natalense Sherly Cristiane Matias da Silva foi uma das espectadoras privilegiadas. De férias na região, ela conta que viveu uma "experiência única" ao ajudar as vítimas do acidente que, segundo as autoridades, deixou três mortos, 14 feridos e pelo menos 70 desaparecidos.
Era quase meia noite quando ela e alguns amigos chegaram ao local que permitia avistar a grande embarcação já inclinada. "Saímos de casa depois de ver as notícias do acidente na internet. Fomos até o porto, do outro lado da ilha, a cerca de 10 quilômetros de onde estamos hospedados. Chegando lá, nos deparamos com uma cena impressionante, muita gente ferida, gritando", lembra, afirmando que a visão teve tamanho impacto que ainda não foi possível dissipar por completo a sensação de desconforto.
Segundo ela, o espaço entre o navio e a costa estava ocupado por dezenas de passageiros da embarcação, todos eles atordoados e sem saber ao certo onde estavam. "Tinha gente nadando para chegar na praia e alguns parados em cima das pedras", contou afirmando que foi orientada pela polícia a auxiliar aqueles que estavam nas pedras a chegarem até a ilha. "Iluminamos o mar para que eles vissem o caminho", disse ela, afirmando que entre as vítimas havia crianças, idosos e mulheres grávidas.
Em terra firme, ela lembra que muitos moradores do local esperavam os feridos com garrafas de água e cobertores, já que nesta época do ano o clima é bastante frio na região. "Também teve gente que usou seu carro para levar as vítimas até o pronto socorro, enquanto o ônibus das autoridades não chegava até o porto".
De acordo com Sherly, os passageiros socorridos pelos moradores da ilha eram das mais variadas nacionalidades. "Alguns falavam italiano, muitos falavam inglês e espanhol", comenta. Conforme seu testemunho, poucos membros da tripulação foram vistos no local do acidente. "A exceção de um tripulante que estava auxiliando um idosos ferido, não vi outros funcionários ajudando no auxílio às vítimas, eles também estavam preocupados em sair do navio", disse, esclarecendo que a maior parte dos trabalhadores era de origem filipina.
Após o socorro, os moradores da Ilha de Giglio abriram suas casas para abrigar temporariamente os cerca de 4 mil passageiros do cruzeiro. "Pousadas, escolas e igrejas também serviram de abrigo", disse ela, que ficou auxiliando no resgate até as cinco horas da manhã. "Foi muito gratificante poder ajudar no socorro daquelas pessoas, realmente uma experiência única, muito gratificante".
Falta de transporte
Apesar de todos os passageiros do cruzeiro já terem saído da Ilha de Giglio, a situação ainda não está normalizada na área. De acordo com Sherly, o incidente fez com que a demanda do transporte local aumentasse consideravelmente, por conta do trânsito de autoridades que chegam ao local a todo momento, e isso dificulta a vida daqueles que desejam deixar o local. "A situação tá crítica porque a gente praticamente não podemos sair daqui. Tenho que ir ao continente resolver algumas pendência e estou preocupada", diz.
Fonte: TN Oline.

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO