sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

FILHO DO APODI ESTUDA MEDICINA NA BOLÍVIA

Aécio Paulino, natural de Apodi/RN hoje mora na Bolívia cursando medicina.
O estudante fala língua portuguesa e espanhola. O seu maior sonho era cursar medicina, e está realizando. Boa sorte Aécio!











Sergipe e Pernambuco sediam oficinas sobre o edital Microprojetos Rio São Francisco


Sergipe e Pernambuco serão os próximos estados a receberem a “Oficina Microprojetos Rio São Francisco”. O encontro vem ocorrendo nos sete estados da Bacia do Rio São Francisco desde novembro de 2011, quando o Edital foi lançado, e agora acontece na capital sergipana, dia 28 de fevereiro, e em Pernambuco, na cidade de Petrolina, no dia 29. A oficina tem por objetivo orientar os produtores e artistas da região da Bacia do São Francisco a elaborar projetos para o edital Mais Cultura – Microprojetos Rio São Francisco. Para participar não é necessário realizar inscrição prévia.
A oficina de orientação sobre o edital consiste na apresentação do programa Microprojetos – Mais Cultura, do vídeo “Microprojetos Amazônia Legal” e do edital Microprojetos Rio São Francisco, que abrange 504 municípios dos estados de Alagoas, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco e Sergipe. Em Aracaju, a oficina será ministrada pelo coordenador Executivo do Microprojetos Rio São Francisco, José Maurício Dias, e em Petrolina, por Reinaldo Freire (Naldinho), representante da Funarte no Nordeste. A capacitação é uma iniciativa do Ministério da Cultura (MinC) e Fundação Nacional das Artes (Funarte) em parceria com a Secretaria de Cultura do Estado de Sergipe e Secretaria Municipal de Cultura de Petrolina.

As inscrições para o edital “Mais Cultura – Microprojetos Rio São Francisco”, voltado para o fomento a projetos culturais de baixo custo na região da Bacia do Rio São Francisco, foram prorrogadas até o dia 31 de março. Podem participar pessoas físicas e jurídicas – sem fins lucrativos – que desenvolvam projetos de Artes Visuais, Artes Cênicas, Música, Literatura, Audiovisual, Artes e Expressões Populares e Moda. Serão contemplados 1.050 projetos no valor de R$ 15 mil, cada, em um total de R$ 15,75 milhões em prêmios.
O processo seletivo realiza um diálogo com o Programa de Revitalização da Bacia do Rio São Francisco, através de parceria com o Ministério do Meio Ambiente e a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) /Ministério da Integração Nacional.

Cantor Pery Ribeiro morre vítima de infarto aos 74 anos


O cantor e compositor Pery Ribeiro, de 74 anos, morreu na manhã desta sexta-feira (24) no Rio de Janeiro, vítima de um infarto agudo do miocárdio. A informação foi confirmada pela mulher do cantor, a empresária Ana Duarte, ao portal Uol no início da tarde.
Pery, que era filho de Dalva de Oliveira e Herivelto Martins, estava internado no Hospital Universitário Pedro Ernesto há 30 dias para tratar de uma endocardite. O cantor receberia alta na semana que vem, segundo informou a mulher de Pery. Além da esposa Ana Duarte, o compositor deixa dois filhos.
Peri Ribeiro Oliveira Martins iniciou sua carreira com apenas três anos de idade. Ele participou da dublagem de filmes de Walt Disney, ao lado de sua mãe Dalva de Oliveira.
A carreira como cantor e compositor teve início em 1960, quando lançou o seu primeiro disco. A canção "Não Devo Insistir" foi o sua primeira composição, escrita com Dora Lopes. Além disso, foi o primeiro intérprete do clássico "Garota de Ipanema". Ele também gravou "Manhã de Carnaval" e "Samba de Orfeu".
Em 2006, Pery lançou o livro "Minhas duas Estrelas", em que relata sua vida em meio ao conturbado relacionamento dos pais, Dalva de Oliveira e Herivelto Martins.
TN Online.

MAIS IMAGENS DO CARNAVAL 2012 EM APODI/RN

















Justiça determina limpeza de lagoas


A Prefeitura de Natal tem 15 dias para efetuar limpeza completa das lagoas de captação da cidade. A determinação foi dada ontem pela 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça. Pela decisão, a Prefeitura terá que cuidar da limpeza, retirada da vegetação aquática, capinação do entorno, retirada superficial dos resíduos sólidos e da retirada de animais.
O Município de Natal também deve apresentar em juízo o plano de ação com o cronograma de execução a ser desenvolvido em todas as lagoas de captação da cidade com o objetivo de solucionar os problemas constatados por seus próprios agentes e a evitar as consequências apontadas na petição inicial da Ação Civil Pública.
A decisão foi dada a partir do recurso que foi impetrado pelo Ministério Público para que seja determinada a execução dos serviços de limpeza e manutenção de todas as lagoas de captação de águas pluviais de Natal, no prazo de 15 dias. Ele alegou que os problemas já foram devidamente identificados pelos próprios agentes do Município de Natal, sendo necessária a imediata realização dos serviços.
Ao analisar o caso, a juíza convocada Fátima Soares observou que além de ser inconteste a existência dos problemas apontadas na Ação Civil Pública e no Recurso Judicial, a simples constatação pelo ente público dos problemas existentes nas lagoas de captação não retira a configuração de omissão por parte do executivo na solução do problema, uma vez que cabe àquele a implementação de políticas públicas, determinando, através de seu corpo técnico, que se tome as medidas necessárias para a solução do problema.
Segundo a magistrada, cabe ao Poder Executivo levar aos autos o plano de execução que defina o cronograma das ações que serão implementadas para que se atinja o objetivo almejado na ação, ou seja, a limpeza e a manutenção dos Reservatórios de Detenção de Águas Pluviais, pois não cabe ao Poder Judiciário intervir na forma de execução dos serviços.
Ela entendeu que a administração pública, através de seus órgãos e entidades, por ser diretamente a executora dos serviços públicos.
Quanto ao prazo adequado para, pelo menos, se iniciar o já determinado pelo juízo de primeiro grau, diante das informações até então colhidas, entendeu que deve ser diminuído o prazo de início como consequência normal dos pleitos feitos pelo MP para 15 dias. 
Caso a determinação seja descumprida, já está prevista uma multa diária de R$ 5 mil à prefeita Micarla de Sousa.
TN Online.

CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2012


Saúde Pública é o tema da campanha deste ano.
Desde 1964, cada ano, durante a Quaresma, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil apresenta a Campanha da Fraternidade. Durante esses 48 anos podemos dividir as CFs em três fases. Na primeira fase (1964 – 1972) houve uma busca da renovação interna da Igreja. Na segunda fase (1973 – 1984) a Igreja Católica preocupou-se com a realidade social do povo, denunciando o pecado social e promovendo a justiça. Na terceira fase (1985 – 2012) a Igreja voltou-se para situações existenciais do povo brasileiro. Normalmente não sabemos os nomes dos autores das Campanhas da Fraternidade, mas devido a importância do tema para 2012 o Texto-base apresenta os onze nomes dos componentes do Grupo de Trabalho que elaborou a CF de 2012. Cada Campanha da Fraternidade tem um Tema e um Lema. A Campanha para o ano 2012 tem como Tema: "A Fraternidade e a Saúde Pública" e como Lema: "Que a saúde se difunda sobre a terra" (cf. Eclo 38,8)
O Objetivo Geral da Campanha da Fraternidade de 2012 é: "Refletir sobre a realidade da saúde no Brasil em vista de uma vida saudável, suscitando o espírito fraterno e comunitário das pessoas na atenção dos enfermos e mobilizar por melhoria no sistema público de saúde" (p. 12 do Texto-Base). Além do objetivo geral a Campanha da Fraternidade para 2012 apresenta seis objetivos específicos. Estes são: "a) Disseminar o conceito de bem vier e sensibilizar para a prática de hábitos de vida saudável; b) Sensibilizar as pessoas para o serviço aos enfermos, o suprimento de suas necessidades e a integração na comunidade; c) Alertar para a importância da organização da pastoral da Saúde nas comunidades: criar onde não existe, fortalecer onde está incipiente e dinamizá-la onde ela já existe; d) Difundir dados sobre a realidade da saúde no Brasil e seus desafios, como sua estreita relação com os aspectos sócio-culturais de nossa sociedade; e) despertar nas comunidades a discussão sobre a realidade da saúde pública, visando à defesa do SUS e a reivindicação do seu justo financiamento; e f) Qualificar a comunidade para acompanhar as ações da gestão pública e exigir a aplicação dos recursos públicos com transparência, especialmente na saúde" (cf. p. 12 do Texto-Base da CF).

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO