terça-feira, 17 de julho de 2012

Polícia Federal incinera uma tonelada de drogas apreendidas

*Informações e imagens: TN Online.
A Superintendência da Polícia Federal no Rio Grande do Norte conduziu a incineração de mais de uma tonelada de entorpecentes. A queima das substâncias ocorreu durante a manhã desta terça-feira (17) no alto-forno de uma empresa de tratamento de resíduos situada em São Gonçalo do Amarante - Região Metropolitana de Natal. Em meio a quantidades de maconha, cocaína e ecstasy, essa foi a incineração mais significativa dos últimos quatro anos, representando mais do que o dobro da quantidade do ano passado.
Os entorpecentes destruídos são relativos a apreensões realizadas na Grande Natal entre os anos de 2010 e 2012, e que obtiveram autorização judicial para incineração. Maconha é predominante no montante, representando 953 quilos do montantes de 1,1 tonelada. 144 quilos de cocaína e outros seis quilos de ecstasy também foram queimados.
Para o superintendente da PF no Rio Grande do Norte, Marcelo Mosele, a prática do tráfico de drogas se molda de acordo com a intensificação do combate. "Com o aumento da fiscalização no aeroporto, hoje o tráfico foi obrigado a migrar e ser realizado através de estradas. Mas isso é um ciclo e o mundo do crime não tem lógica", disse em entrevista a TRIBUNA DO NORTE no local da incineração.
Ele ressaltou que a Polícia Federal realiza trabalhos de inteligência e, por isso, é a polícia que mais apreende drogas no Brasil. "Não temos efetivo para atuar em bocas de fumo. Nosso trabalho é voltado para grandes traficantes e temos conseguidos resultados de sucesso também por nossa capilaridade no território nacional", afirmou Mosele. O superintendente preferiu não revelar os valores da quantidade de droga apreendida por entender que isso poderia incentivar o trabalhador comum a se voltar ao mundo criminoso.


DNA da droga
A Polícia Federal conduz investigações após apreensões de drogas com intuito de saber a origem do entorpecente e como chegou ao local em que foram flagradas. Para isso, desenvolve o projeto Pequi (Perfil Químico) e compara com outras apreensões realizadas no território brasileiro.A partir do grau de pureza das substâncias utilizadas na produção, é possível conhecer perfis similares. Esse cruzamento de dados permite que os investigadores formem as rotas de tráfico e, dessa forma, se combate de forma mais intensificada. "Não trabalhamos com o fator sorte. Trabalhamos com a inteligência", reafirmou Marcelo Mosele.


Esse estudo permite que a PF afirme que a maior parte da droga que chega ao Rio Grande do Norte vem prioritariamente da Bolívia, e em proporções menores da Colômbia e do Peru. "Natal é um ponto estratégico para o tráfico internacional. Mas também é rota no tráfico interestadual. Parte das drogas ficam aqui para consumo", esclareceu o delegado de repressão às drogas, Christian Gomes.
Produzidos no exterior, os entorpecentes têm como principal via de entrada os estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, de acordo com informações da PF. A partir daí, seguem rotas para os estados do Nordeste. O ano passado representou um recorde de apreensões, quando foram flagrados e apreendidos 1266 quilos, entre maconha, cocaína, crack, haxixe e ecstasy.
Dados - Apreensões:

2012 - 163 quilos (Maconha 9,9 kg - Crack 129,7 - Cocaína 23,8)
2011 - 1.266 quilos (Maconha 871 kg - Cocaína 105,3 - Crack 255,7 - Haxixe 1,7 - Ecstasy 6,2)
2010 - 393,5 quilos (Maconha 199,8 kg - Crack 185,9 - Cocaína 7,7)
2009 - 593,3 quilos (Maconha 494 kg - Crack 26,5 - Pasta-base 6,2 - Piperazinas 6,6 - Cocaína 62,8)

Incinerações:


2012 - 1,104 quilos
2011 - 445 quilos
2010 - 635 quilos
2009 - 394 quilos.

DOIS ELEMENTOS MORREM EM CONFRONTO ARMADO COM A ROCAM NO BAIRRO LIBERDADE II EM MOSSORÓ.

Informações e imagens do Blog Passando na Hora.
Uma troca de tiros envolvendo bandido e Polícia Militar terminou com dois elementos mortos na tarde desta terça-feira (17/07), por volta das 15h30min na Avenida Abolição, no bairro Liberdade II em Mossoró, próximo ao viaduto saída para Natal.
Segundo informações repassadas pelo Tenente Eromar, comandante da ROCAM, os dois elementos se preparavam para fazer um assalto a um estabelecimento comercial quando foram surpreendidos por um policial apaizana e em seguida pela viatura da ROCAM Comando.
Os dois elementos por nome de José Ribamar de Lima, 17 anos, e o outro conhecido apenas por Ruan ou “Gordinho”, ambos moradores do bairro Sumaré, estavam armados em uma moto tipo Trax e atiraram contra os policiais, atingindo a porta traseira direita da viatura. Os PMs revidaram e alvejaram os dois indivíduos, que foram socorrido pela própria polícia para o HRTM, mas foram a óbito ao dar entrada na unidade. A polícia ainda apreendeu dois revolveres, sendo um 38 e outro 22 que estava no poder de José Ribamar e “Gordinho”.
Segundo informações da polícia, o elemento conhecido como José Ribamar de Lima, 17 anos, é bastante conhecido e havia sofrido uma tentativa de homicídio na ultima Sexta-Feira (13), no bairro Sumaré e estava internado no HRTM.
O Tenente-Coronel Alvibá informou que a polícia está atenta no combate a criminalidade em Mossoró.
As estatísticas da ROCAM aumenta para 56 armas apreendidas e 6 elementos mortos.
Mossoró registra agora 70 homídios na cidade no ano de 2012.








NEUMINHA FAZ ANIVERSÁRIO HOJE!!!

Neuma Jales comemora aniversário hoje...
Parabéns e muitos anos de vida! 
Que os raios da felicidade continuem a todo momento irradiando luz necessária para que todos os seus dias permaneçam aquecidos de muitas chamas e calor. Por estar completando mais um ano de vida, meus parabéns!

ONTEM FOI O ANIVERSÁRIO DE KAKÁ DA COOAFAP

 Kaká fez aniversário ontem...
 Ele recebeu os parabéns dos amigos.
Parabéns cara!

Ensino superior está perdedo qualidade

São Paulo (AE) - Entre os estudantes do ensino superior, 38% não dominam habilidades básicas de leitura e escrita, segundo o Indicador de Alfabetismo Funcional (Inaf), divulgado pelo Instituto Paulo Montenegro (IPM) e pela ONG Ação Educativa. O indicador reflete o expressivo crescimento de universidades de baixa qualidade. Criado em 2001, o Inaf é realizado por meio de entrevista e teste cognitivo aplicado em uma amostra nacional de 2 mil pessoas entre 15 e 64 anos. Elas respondem a 38 perguntas relacionadas ao cotidiano, como, por exemplo, sobre o itinerário de um ônibus ou o cálculo do desconto de um produto.
O indicador classifica os avaliados em quatro níveis diferentes de alfabetização: plena, básica, rudimentar e analfabetismo. Aqueles que não atingem o nível pleno são considerados analfabetos funcionais, ou seja, são capazes de ler e escrever, mas não conseguem interpretar e associar informações. Segundo a diretora executiva do IPM, Ana Lúcia Lima, os dados da pesquisa reforçam a necessidade de investimentos na qualidade do ensino, pois o aumento da escolarização não foi suficiente para assegurar aos alunos o domínio de habilidades básicas de leitura e escrita. "A primeira preocupação foi com a quantidade, com a inclusão de mais alunos nas escolas", diz Ana Lúcia. "Porém, o relatório mostra que já passou da hora de se investir em qualidade".
Segundo dados do IBGE, cerca de 30 milhões de estudantes ingressaram nos ensinos médio e superior entre 2000 e 2009. Para a diretora do IPM, o aumento foi bom, pois possibilitou a difusão da educação em vários estratos da sociedade. No entanto, a qualidade do ensino caiu por conta do crescimento acelerado.

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO