sábado, 11 de agosto de 2012

APODIENSE ELABORA MAIS UM PROJETO DE IRRIGAÇÃO NA PARAÍBA

Em conversa com o Dr Carlos Henrique de Azevedo Farias no facebook, tomei conhecimento de mais um dos projetos que ele bota para funcionar. É da empresa, onde o mesmo trabalha. Foram gastos nesse projeto R$ 1.000.000,00.
Dr Carlos disse ainda: "Já tenho mais de 6000 hectares de área projetada e nunca tive problema".
É um apodiense, que hoje mora em Mananguape, no estado da Paraíba.
Dr Carlos com projeto de irrigação com Lourival e Veridiano.
Em Santa Emília II com Gabriel e Lourival.
Projetos como esse, só desenvolve uma cidade e uma região. Espero ver em breve o início da execussão do projeto de irrigação da Chapada do Apodi. Vamos ter muito mais empregos e desenvolvimento no território apodiense. Não tenho dúvidas!

FEIRA DO LIVRO EM MOSSORÓ ABRE ESPAÇO PARA OS AUTORES LOCAIS

Carlos Guerra Júnior/Jornal De Fato
A Feira do Livro foi marcada nesta sexta-feira (10), terceiro dia do evento, por autores locais concedendo autógrafos em suas obras. O dia foi marcado por grande movimentação e visitas em vários stands do evento.
Crianças, jovens e adultos tiveram contato pela primeira vez com obras clássicas e também com livros de autores locais.
Os cordéis também tem espaço na Feira do Livro. O cordelista Marciano Medeiros, por exemplo, está tendo a oportunidade de lançar a obra ‘Vida e Morte de Lampião’ no evento.
Marciano acredita que essa é uma oportunidade única para os autores locais ganharem destaque e terem suas obras acessíveis ao público.

Vários autores locais lançam obras na Feira do Livro

Marciano Medeiros lança cordel. Foto: Gildo Bento

ENTREVISTA COM MARTINHO DA VILA

Matinho da Vila numa entrevista ao Jornal Tribuna do Norte.

Após tanto tempo sem subir num palco em Natal, o que a plateia verá neste show?

Será uma apresentação baseada no novo trabalho, "4.5 Atual", que traz as minhas primeiras músicas do final dos anos 60, com novos arranjos e com uma qualidade melhor. Tem músicas que todo mundo gosta, como "Casa de bamba", "O pequeno burguês", "Quem é do mar não enjoa" e "Pra quê dinheiro", e outras menos conhecidas, como "Brasil mulato", "Amor pra que nasceu" e "Tom maior". Também tem as inéditas "Partido alto de roda" e "Samba dos passarinhos". Já é praticamente uma reunião de sucessos da minha carreira mas, se precisar, eu canto outras mais recentes que estão fora desse repertório.

Por que trabalhar uma obra de mais de 40 anos atrás? Você sentiu essa necessidade?

Porque é um disco que todos gostam muito e foi gravado de forma quase caseira numa época de poucos recursos. A pouca qualidade do som incomoda até os ouvidos dos veteranos, e mais ainda da rapaziada mais nova. Quando a gente bota pra ouvir a diferença sonora é enorme. Portanto, em vez de só masterizar, quisemos refazer o disco de 1969, mas tendo o cuidado de manter a essência do original. A ideia foi regravar sem alterar muito, mas acrescentando instrumentos e fazendo harmonias mais transadas'. Por exemplo: em músicas em que só tinham violão e cavaquinho, acrescentamos um baixo e uma bateria, mas sem desfigurar a canção original. Não perde a essência, mas fica mais contemporâneo.

Você é um ícone do samba de raiz, e hoje há uma geração de fãs de vinte e poucos anos que valoriza bastante esse tipo de música. É mais informação ou uma onda de nostalgia?

Eu acredito que seja mais informação. Há muitos fatores, como a conscientização sobre o estudo da música brasileira, que hoje já é abordado até em escolas. A cultura negra também passou a ser mais valorizada e estudada, acho que tudo isso contribuiu. Hoje tem gente fazendo mestrado sobre escolas de samba, samba-enredo, compositores clássicos... acho tudo isso incrível.

Você continua pesquisando ritmos de fora do samba? Está pensando em algo novo?

No momento não estou planejando gravar nada de fora do samba, mas estou sempre ouvindo ritmos diferentes. Sempre gostei muito dos sons nordestinos, já usei sons de forró, de frevo... isso tudo é muito bonito.

Ainda acha importante abordar questões de raça no samba?

Sim, mas deve ser feito de forma natural, sem aquela preocupação da militância exagerada.

Muita gente não conhece sua faceta de escritor. Está escrevendo alguma coisa atualmente?

Volta e meio escrevo alguma coisa, já lancei onze livros. Mas no momento não estou escrevendo, gosto de fazer isso bem devagar, como diz aquela música minha...Quem faz as coisas com mais paciência, mais vagareza, muitas vezes consegue fazer mais. E quem quer fazer tudo ao mesmo tempo, às pressas, não consegue fazer nada. Não gosto de fazer nada pela metade. Quando surge uma ideia, começo a trabalhar nela aos poucos, por etapas.

Seus livros tem muito de biografia...

Mas todo escritor na verdade é um pouco autobiográfico. Você sempre põe algo de suas experiências pessoais quando escreve algo, até mesmo quando fantasia personagens e situações. Também faço isso na hora de compôr uma música.

Aquela história de que "na minha casa todo mundo é bamba" parece também ser algo da sua vida real. Você tem uma série de filhas talentosas e que seguem o rumo da música. Como é essa relação com elas. Você incentiva o lado artístico delas?

Não incentivo, não... não diretamente. Até parece que faço isso de forma planejada, mas não é. O fato é que nós estamos sempre juntos, somos muito apegados, e acho que isso com a música acontece naturalmente. A Mart'nália canta minhas músicas nos shows dela, e sempre pede minha opinião sobre o que ela faz. Também gosto do trabalho da Maíra (Freitas), que é uma pianista de formação erudita mas que sabe utilizar a cadência popular de uma forma muito original - o que é raro.

Você tem um bom relacionamento com os artistas mais novos do samba?

Sim, mas tenho uma convivência mais próxima com Dudu Nobre, Diogo Nogueira, Ana Costa...tem um time bem forte por aí.

Assembleia do RN publica lista com salários de deputados e servidores

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte divulgou a lista com os salários dos deputados e servidores nesta sexta-feira (10). Todos os dados estão disponíveis no Portal da Transparência no subtítulo Lei de Acesso à Informação. A lista não foi publicada com os nomes. O legislativo estadual divulgou a estrutura administrativa, com número de servidores, funções e remuneração por função.

Clique aqui e confira a lista completa

A Assembleia publicou as Competências e atribuições legislativa e administrativa, estrutura organizacional, endereços e telefones unidades e horários de atendimento ao público; registros de repasses feitos pelo Tesouro Estadual ou transferências de recursos financeiros de quaisquer espécies; registros de despesas.

Também mostra que os vencimentos dos seus servidores estão abaixo do teto constitucional de R$ 26.753,00. É aplicado um redutor para casos eventuais de limite ultrapassado. Na prática, nenhum funcionário recebe acima do teto.

E mais: Informações sobre licitações, editais e resultadas de concorrências e celebrações de contratos; dados gerais para o acompanhamento do processo legislativo, bem como sobre a execução de projetos administrativos, serviços e obras, além de tabelas de remuneração ajudas de custo e concessão de diárias entre outros itens.

Fonte: DN Online.

PROJETO MUITAS FALAS NO BAIRRO LAGOA SECA

Aconteceu na noite da última quinta feira na Praça da Bíblia, bairro Lagoa Seca a exibição do Projeto Muitas Falas. Apresentação de vídeo e explanação do que a prefeita fez, está fazendo e pretende fazer nos próximos quatro anos, sendo reeleita em Apodi.
Professores, enfermeiros e outros mostraram as mudanças que houveram nos últimos quatro anos e a importância de continuar melhorando as condições de vida da população apodiense.
Enquanto essas pessoas apresentavam o Projeto Muitas Falas na Praça da Bíblia, outra equipe estava fazendo o mesmo no bairro Cruz de Almas.
O próximo encontro será no dia 15, nas comunidades do Bacurau I e Córrego.

Professor: Ismael


 Professores: Gilmar e Givanilson.
Público atento
Enfermeiro: Edgar.

ASINCLEVE SILVA FAZ SHOW DE SERESTA NESTE SÁBADO NO BACURAU I


Em comemoração ao Dia dos Pais no bairro Bacurau I, hoje acontecerá um show de seresta com Asincleve Silva. 
A organização é do Conselho Comunitário, que convida a todos para participarem de uma noite de muita música ao vivo com o seresteiro Asincleve Silva a partir das 8 da noite...
Participe!!!

Acidente com vitima fatal na Br 304 próximo a cidade de Angicos

Informações: capitão Alexsandro Fagundes, da 2ª Companhia de Polícia/O Câmera
Fotos: carloscosta@blogspot.com

Um acidente automobilístico com vítima fatal hoje, 10 de Agosto de 2012, por volta das tres e meia da tarde, na BR 304 proximo ao Parque São Jose na cidade de Angicos.

Um veiculo modelo Agile de placa NOF 5635, trafegava na Br 304 sentido Assú-Angicos bateu em uma moto tipo Pop conduzida por um joven de 15 anos de idade, conhecido como Paulinho, morador da cidade de Angicos.

Paulinho era musico e compositor, atuava na cidade de Angicos e teria pego a moto emprestada de uma senhora e quando estava indo entregar a moto no local conhecido como Hotel São José, cruzou a BR e foi colhido pelo carro indo a óbito no local.

O motorista tentou frear, mas não teve como evitar o acidente.

No carro havia o condutor e dois passageiros, todos sofreram ferimentos leves e foram atendidos no hospital regional de Angicos.