segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Se contas de Carlos Eduardo forem reprovadas, poderá haver 3ª eleição em Natal


Está no DN Online uma suposta realização de uma terceira eleição na capital potiguar:
Apesar da eleição para Prefeitura de Natal ter chegado ao fim neste domingo com a vitória do candidato Carlos Eduardo (PDT), ainda poderá haver um novo pleito municipal. Isso porque caso os agravos da Câmara Municipal que reprovam as contas do prefeito em 2008 sejam aceitos pelo Tribunal de Justiça, Carlos Eduardo não poderá assumir e uma nova eleição deverá ser necessária.
O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RN) desembargador João Rebouças explicou, "Mesmo após a diplomação, dependendo do julgamento dos agravos poderá ser realizada uma nova eleição. Não seria nem a vice, nem o candidato Hermano Morais que assumiria e sim o vencedor de uma terceira eleição", disse o desembargador.
Caso o resultado do julgamento contrário ao prefeito eleito saia somente em 2013 ou 2014, ele perde a diplomação. Já se a decisão sair somente em 2015, poderá haver cassação e nesse caso a Assembleia Legislativa ficaria responsável pela escolha do prefeito.

Hermao Morais: "Me considero um vencedor"


O Portal G1 de notícias informa que o candidato derrotado à Prefeitura de Natal, Hermano Morais (PMDB), declarou que se considera “um vencedor” nas eleições 2012 em Natal. Ele concedeu entrevista coletiva à imprensa na sede do partido ao final da apuração, onde agradeceu a aceitação do povo natalense com suas propostas e também à preferência do partido pelo seu nome para concorrer ao pleito na capital potiguar. Carlos Eduardo Alves (PDT) foi eleito neste domingo (28), em segundo turno, o novo prefeito de Natal. Com 100% das urnas apuradas, teve 58,31% votos válidos. O candidato do PMDB, Hermano Moraes, teve 41,69% dos votos.
“Em nome do deputado federal Henrique Alves e do ministro Garibaldi Filho, quero agradecer a todos que fazem o PMDB por essa luta que eu considero vitoriosa. Agradeço a todos que acreditaram que nós podíamos fazer valer esse grande projeto de governo que apresentamos para o povo de Natal. Portanto, nos sentimos muito vitoriosos”, declarou. Hermano destacou que o PMDB avançou de um patamar de três pontos percentuais nas pesquisas para o de 42 pontos nas urnas ao longo destes três meses e meio de campanha, o que, para ele, representa “a força do nosso partido”, acrescentou.

Natal: Carlos Eduardo é eleito prefeito com 58,31% dos votos


O candidato Carlos Eduardo Alves (PDT) é o novo prefeito de Natal após derrotar Hermano Morais (PMDB) no 2º turno das eleições municipais neste domingo. Na apuração do Tribunal Regional Eleitoral encerrada às 18h45 o pedetista foi eleito com 214.687 votos, o que representa 58,31% dos votos válidos, enquanto o deputado estadual contou com 153.522, 41,69%.
O prefeito acompanhou a apuração junto com a família em sua residência e concederá uma coletiva a imprensa no diretório municipal do PDT no início da noite deste domingo.
Carlos Eduardo já havia ocupado o cargo de prefeito de Natal em 2002, ao substituir Wilma de Faria, sendo reeleito em 2004 onde permaneceu até 2008.
Em entrevista coletiva na sede do diretório do PDT na noite deste domingo após o resultado das eleições, o prefeito eleito de Natal Carlos Eduardo Alves falou sobre os projetos para os próximos quatro anos a frente do Executivo Municipal.
Confira o perfil do prefeito de Natal
Carlos Eduardo Nunes Alves nasceu no Rio de Janeiro em 5 de junho de 1959, onde o pai Agnelo Alves trabalhava como jornalista. Desde os dois anos de idade reside em Natal. Formou-se em Direito pela Faculdade Católica Santa Úrsula, do Rio de Janeiro.
Voltou a Natal e se elegeu deputado estadual pelo PMDB em 1986, tendo ocupado uma cadeira na Assembleia Legislativa por quatro legislaturas, chegou a ser líder da oposição e, mais tarde atuou como líder do governo naquela Casa.
Em agosto de 1996, assumiu a Secretaria Estadual do Interior, Justiça e Cidadania, mais tarde transformada em Secretaria do Trabalho, da Justiça e da Cidadania. No ano 2000, Carlos Eduardo foi eleito vice-prefeito de Natal na chapa encabeçada por Wilma de Faria e em 2002 assumiu a prefeitura de Natal com a renúncia da titular para disputar e vencer o Governo do Estado. Em 2004 foi eleito prefeito de Natal pelo voto popular governando até 2008.
Fonte: http://www.dnonline.com.br/F5 Apodi.

Assalto em um bar na cidade de Grossos deixa o saldo de um morto e outro ferido

Assalto em um bar localizado na Travessa João Câncio de Castro, a rua de acesso a Prainha, no centro da cidade de Grossos termina com um funcionário morto e o responsável pelo estabelecimento ferido a bala. A ocorrência foi registrada pela policia militar da cidade e aconteceu na madrugada de segunda feira 29 de Outubro de 2012.
Segundo informações, três pessoas não identificadas pela policia, ficaram bebendo no bar até o seu fechamento, por volta de meia noite. Quando o responsável pelo estabelecimento, “Erismar Soares de Souza”, se preparava para ir embora, foi surpreendido pelos indivíduos que invadiram o local pelos fundos e anunciaram o assalto. Eles estavam encapuzados e armados de pistolas. Após o sinistro os elementos fugiram de motocicletas. O valor levado pelos mesmos não foi fornecido.
Erismar foi alvejado em um dos braços com um disparo. O mesmo foi socorrido para o hospital local e transferido para o Hospital Regional Tarcisio Maia em Mossoró. Isael Florencio do Vale, 38 anos de idade, fazia limpeza nos banheiros do estabelecimento, se assustou com o disparo e saiu correndo. Ele foi alvejado com três disparos à queima roupas e morreu no portão de entrada do bar.
Policiais das viaturas de Grossos “Cb. Hiro e Sd Maia” e de Tibau “Cb. Valcacio e Sd Irinaldo” fizeram o isolamento do local, até a chegada do delegado de Plantão, Bacharel Teixeira Junior, que colheu as primeiras informações do ocorrido.
O corpo de Isael foi removido para o Instituto Técnico e Cientifico de Policia Itep de Mossoró para os procedimentos de necropsia.
O Câmera.

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO