sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Niemeyer sofre hemorragia digestiva que foi controlada pelos médicos, informa hospital

O estado de saúde do arquiteto Oscar Niemeyer, 104 anos, ainda requer cuidados, de acordo com o boletim médico do Hospital Samaritano divulgado hoje (16). Após visitar o paciente hoje, o médico Fernando Gjorup informou que Niemeyer teve hemorragia digestiva, que já está controlada.
Ele continua internado na Unidade Intermediária do hospital, em Botafogo, zona sul do Rio. Ainda de acordo com o boletim, o arquiteto está lúcido e segue com a fisioterapia respiratória. Não há previsão de alta.
Oscar Niemeyer deu entrada no Hospital Samaritano no último dia 2, com um quadro de desidratação e depois teve uma piora da função renal, normalizada nos dias seguintes. É a terceira vez que o arquiteto é internado este ano. A primeira internação foi em maio, por 16 dias, e a segunda em outubro, quando permaneceu 15 dias no hospital, também com desidratação.
*Fonte: Agência Brasil

Apodi = Homem é preso pela Polícia Militar acusado de receptação

Apodi - No dia de ontem, 15, a Policia Militar foi acionada para atender uma ocorrência de roubo, pois a vítima conhecida por Rogê, informou que um menor conhecido na cidade, de iniciais P.H., teria roubado sua bicicleta, e que o mesmo se encontrava na residência do seu pai, na Rua Adrião Bezerra, com um facão ameaçando a sua pessoa. A guarnição da Rádio Patrulha composta pelos policiais, Cavalcante, Gurgel, e Coriolano, foi até o local e ao se aproximarem, perceberam que o menor estava de porte de um facão e uma goiva, que ao perceber a presença da policia, não esboçou reação. Ao ser indagado sobre a bicicleta, o mesmo disse ter vendido a pessoa de, Antônio Marcos Carlos, conhecido por doidela, morador da baixa do CAIC. De imediato a policia se deslocou até a casa do mesmo, encontrando a bicicleta já desmontada e lixada. Todos os envolvidos foram conduzidos para a delegacia de policia civil para a realização dos procedimentos legais.
OBS: Antônio Marcos Carlos deverá responder pelo crime de "RECEPTAÇÃO".
Art. 180 - Adquirir, receber, transportar, conduzir ou ocultar, em proveito próprio ou alheio, coisa que sabe ser produto de crime, ou influi para que terceiro, de boa-fé, a adquira, receba ou oculte:
Pena - reclusão, de 1 (um) a 4 (quatro) anos, e multa.

*Fonte: Sentinelas do Apodi.

121ª Morte violenta em Mossoró em 2012

Servente é morto dormindo no quarto da residencia ao lado da esposa. O crime aconteceu por volta de 3 horas da manhã de sexta feira 16 de Novembro de 2012, na Rua Antonio Filgueira, na Favela do Velho em Mossoró.
Josinaldo Paulo Libanio, 30 anos de idade,foi vitima de três disparos de arma de fogo e morreu no local. Os indivíduos arrombaram a porta da frente da residencia e efetuaram os disparos no mesmo. A esposa disse a policia que Josinaldo ainda conseguiu se levantar antes de ser alvejado e cair morto em cima da cama ao seu lado.
Por volta de 1 hora da manhã, Policiais da Viatura de Radio Patrulha 1221, comandada pelos Sd's "Adriel e Andrade" atenderam uma ocorrência de som alto na residencia. No local Josinaldo bebia e ouvia musica em companhia de outra pessoa. Segundo os militares, o mesmo concordou em desligar o som.
Por volta de três horas, os mesmos policiais foram alertados pela Central de Operações da Policia Militar, para outra ocorrência de disparos de arma de fogo. Quando os militares chegaram ao local encontraram a porta da residencia quebrada e Josinaldo Morto.
Um popular informou que a vitima tinha passagem por delegacias acusado de roubo e ultimamente estava envolvido com droga. A informação não foi confirmada pela policia.
Agentes da Delegacia de Plantão, estiveram no local colhendo informações que serão repassadas para a equipe da Delegacia Especializada em Homicídio de Mossoró. Após a pericia no local do crime o corpo de Josinaldo foi removido para o Instituto Técnico e Cientifico de Policia Itep, para os procedimentos de necrópsia.

*Informações e imagens: O Câmera.

Médicos protestam em frente ao HWG e cobram negociação por parte do Governo


Com o apoio dos estudantes universitários da UFRN, UnP e Ufersa e sindicatos de servidores públicos do Estado e do município de Natal, o Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte (Sinmed-RN) organizou o primeiro ato público "Fora Rosalba", que saiu às 10 horas da sede do Sindicato dos Médicos, na rua Hermes da Fonseca e foi até a frente do Hospital Walfredo Gurgel, na mesma avenida, no Tirol.

O presidente do Sinmed, Geraldo Ferreira, disse que a categoria completará, neste dia 27 de novembro, sete meses de greve em defesa da melhoria das condições de trabalho e do atendimento e dos serviços de saúde à população, sem que o governo abra um canal de negociação. Ele disse que, a partir de agora, a categoria não abre mão da implantação do piso salarial nacional, que é de R$ 19 mil e está sendo implantado em alguns estados para ser fechado em dois ou três, mas, no caso do Rio Grande do Norte o governo Rosalba Ciarlini não acena com a possibilidade de nenhum tipo de apoio.
Geraldo Ferreira disse, ainda, que no Estado o piso salarial em inicio de carreira de um médico é de R$ 2.200 para uma jornada de trabalho de 20 horas semanais, "quando outros estados já pagam o dobro disso".

Ferreira disse que a manifestação "Fora Rosalba" é um protesto "pela falta de resposta que o governo não está dando à sociedade" tanto na área de saúde, como também na áreas de educação e segurança, que também são essenciais à população.

Quanto às condições de trabalho, Ferreira disse que a categoria não suporta mais conviver com coisas mínimas, como trabalhar no plantão em hospitais que o alojamento tem de ser dividido entre mulheres e homens, cama quebrada e falta de lençóis. "Quase todos os médicos têm escabiose e coceiras porque trabalham em condições insalubres, coisa que a Justiça do Trabalho não admite mais".
Pontualmente, ele disse que a categoria não aceita mais sequer uma negociação de um reajuste salarial de 10%, como também reivindica a implantação do ponto eletrônico nos locais do trabalho, além da reforma dos hospitais, "que hoje estão um caos", com os profissionais trabalhando com a falta de insumos e equipamentos básicos, como tensiômetro e estetoscópio, fora medicamentos da farmácia básica
.
*TN Online.

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO