domingo, 27 de janeiro de 2013

CONSELHO TUTELAR DE APODI ESTÁ INCOMPLETO, FAZ TEMPO

Faz tempo que o Conselho Tutelar de Apodi ficou com um integrante a menos e não nomearam o suplente. Não sabemos os motivos, mas a verdade é, que o Sr Heráclito da Silva passou no Concurso dos Bombeiros, saiu e não foi substituído.
A sociedade apodiense exige uma explicação das autoridades e espera ver o órgão funcionado como deve funcionar.
No último pleito, os eleitos foram: Cristiano Marcolino, Edynael Mendes, Éverton Oliveira, Heráclito Silva e Mateus Lima.
Os integrantes do Conselho são conscientes, que foram eleitos pela sociedade para defenderem os Direitos das Crianças e dos Adolescentes. Se alguém saiu, deveria ser substituído, no caso, deveria haver a nomeação do suplente.
O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) vai completar no dia 13 de julho 23 anos. A lei prevê uma série de direitos e deveres de crianças e adolescentes, pais, conselheiros tutelares, juízes, médicos, entre outros. Estabelece, por exemplo, o direito à saúde, à educação, à convivência familiar, além de questões relacionadas às políticas de atendimento, às medidas de proteção e socioeducativas.

RESULTADOS E CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO POTIGUAR 2013

5ª Rodada

ASSU 1X1 Corintians

Alecrim 1 X 0 Baraúnas

Potiguar-M 1 X 0 Palmeira de Goianinha

Potyguar-CN 1 X 1 Santa Cruz


Classificação


1-Santa Cruz 10


2-Assu 10


3 Baraúnas 9


4 Palmeira de Goianinha 7


5. Potiguar M 6


6. Alecrim 6


7. Potiguar de CN. 5


8. Corinthians 4.

Corpo de Bombeiros revisa para 232 número de mortos em tragédia de Santa Maria

Brasília - O incêndio na boate Kiss, em Santa Maria, a cerca de 300 quilômetros da capital Porto Alegre, resultou na morte de 232 pessoas e não de 245, conforme anunciado inicialmente pelas autoridades locais. A atualização foi divulgada pelo Corpo de Bombeiros no início desta tarde, juntamente com mais detalhes sobre as vítimas: são 120 homens e 112 mulheres mortos.
A quantidade de vítimas pode aumentar devido à evolução dos atendimentos médicos nos hospitais regionais, mas todos os corpos já foram retirados do local do incêndio. Segundo o major Cleberson Bastianello, representante do Batalhão de Operações Especiais da Brigada Militar que comanda o Comitê Gestor de Crise do incêndio, 131 pessoas estão hospitalizadas.
De acordo Bastianello, a prioridade do Corpo de Bombeiros é dar assistência às famílias e acelerar a identificação das vítimas. O major confirma que alguns corpos já estão sendo liberados após o reconhecimento pelos parentes, mas não soube precisar quantas vítimas estão nesta situação.
O representante do Corpo de Bombeiros local não confirmou se as regras de segurança do estabelecimento estavam em dia ou se houve impedimento dos seguranças para a evacuação das vítimas. "A questão da causa do acidente e de como as vítimas estavam quando o resgate começou serão objeto de investigação da polícia", afirmou à Agência Brasil.

*Com informações da Agência Brasil/TN Online.

Número de mortes em incêndio de boate já chega a 245, diz polícia - ATUALIZADA

Do Globo.com
Número foi informado em coletiva realizada no fim da manhã deste domingo.
Resgate de corpos na boate foi concluído.

A Brigada Militar confirmou que o número de mortos no incêndio em uma boate em Santa Maria, na Região Central do Rio Grande do Sul, já chega a 245 mortos. O resgate dos corpos também foi concluído no fim da manhã deste domingo. Outras 48 pessoas estão feridas e recebendo atendimento. O incêndio na boate Kiss começou na madrugada deste domingo (27).

A polícia e o Corpo de Bombeiros ainda trabalham no local, checando as circunstâncias do fogo e retirando corpos da área. O número de pessoas que estavam na boate ainda não foi confirmado pelos autoridades. A festa reunia estudantes da Universidade Federal de Santa Maria, dos cursos de pedagogia, agronomia, medicina veterinária, zootecnia e dois cursos técnicos.

Todos os hospitais da região estão recebendo as vítimas. São ao menos seis casas de saúde. Voluntários estão auxiliando os trabalhos na cidade. "Estamos mobilizando todo o estado, temos hospitais de diversas regiões se disponibilizando para ajudar. De Canoas, Santo Ângelo, Santa Cruz, enfim. Todos estão colaborando para oferecer o melhor atendimento possível. Os trabalhos são intensos e é preciso uma mobilização muito grande", ressaltou o Secretário Estadual da Saúde, Ciro Simoni, em entrevista à Rádio Gaúcha.

A polícia e o Corpo de Bombeiros ainda trabalham no local em busca de mais informações sobre as circunstâncias da tragédia e para retirar corpos da área.



O número de pessoas que estavam na boate no momento do incêndio ainda não foi confirmado pelas autoridades. A festa reunia estudantes da Universidade Federal de Santa Maria, dos cursos de Pedagogia, Agronomia, Medicina Veterinária, Zootecnia e dois cursos técnicos.

Segundo informações preliminares, o fogo teria começado por volta das 2h30, depois que o vocalista da banda que se apresentava fez uma espécie de show pirotécnico, usando um sinalizador. As faíscas teriam atingido a espuma que faz o isolamento acústico no teto do estabelecimento e as chamas se espalharam.

O incêndio provocou pânico e muitas pessoas não conseguiram acessar a saída de emergência.

Ao menos seis casas de saúde da região receberam vítimas do incêndio, e voluntários estão auxiliando o trabalho na cidade. "Estamos mobilizando todo o estado. Temos hospitais de diversas regiões se disponibilizando para ajudar. De Canoas, Santo Ângelo, Santa Cruz, enfim. Todos estão colaborando para oferecer o melhor atendimento possível. Os trabalhos são intensos e é preciso uma mobilização muito grande", disse Ciro Simoni, Secretário Estadual da Saúde, em entrevista à Rádio Gaúcha.

O Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre, que tem uma unidade especializada em queimaduras, também receberá feridos.

'Fumaça se espalhou muito rápido'

A estudante Luana Santos Silva, de 23 anos, que estava no local no momento do incidente, disse em relato à GloboNews que o fogo se alastrou rapidamente pelo interior da boate.

Ela afirmou que estava próxima à saída quando o fogo começou. "Nós olhamos para o teto lá na frente do palco e estava começando um fogo. Foi um amigo nosso que nos mostrou, aí nós começamos a cair. Minha irmã me puxou e eu saí arrastada pelo chão", contou Luana.

Segundo a jovem, a fumaça se espalhou rapidamente. "Foi bem no início, foi só atravessar a rua e começou a sair fumaça. Aí começou a sair o pessoal desesperado e gente machucada. Era uma porta pequena para muita gente sair".

Trabalho salva fotógrafa

O trabalho da fotógrafa Fernanda Freire Gomes Bona, de 23 anos, a salvou de ser mais uma das vítimas do incêndio que atingiu a boate Kiss, em Santa Maria (RS). Fotógrafa oficial da casa noturna, ela estava em uma área VIP próxima à saída quando o incêndio começou. O local tinha uma vista privilegiada da boate, permitindo não apenas que ela tirasse fotos, mas também que percebesse rapidamente o incêndio e escapasse do local em poucos minutos.

"Como estava perto da porta graças a Deus eu saí correndo, em cinco minutos estava do lado de fora. Uma pessoa me chamou para fotografar na área VIP, por isso que eu fui para lá, tem uma visão melhor", contou Fernanda ao G1. "Normalmente eu fico no meio das pessoas. Foi sorte. Seu eu não estivesse trabalhando, não estaria na área VIP".

Aí começou a sair o pessoal desesperado e gente machucada. Era uma porta pequena para muita gente sair"Luana Santos Silva, estudante que

deixou a boate no início do incêndioDilma cancela agenda e vai ao RS

A presidente Dilma Rousseff cancelou três reuniões bilaterais que teria neste domingo no Chile e embarca ainda pela manhã para Santa Maria (RS), em razão da tragédia ocorrida em uma boate na cidade.

Mais cedo, ela telefonou para o governador gaúcho Tarso Genro e ofereceu "toda ajuda necessária" para lidar com a situação.

"A presidenta telefonou para o governador Tarso Genro e ofereceu toda a ajuda necessária. Ela determinou a todos os ministros que deem apoio em suas respectivas áreas", informou a assessoria de imprensa do Planalto.

'Brasil está de luto', diz Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva divulgou nota, na manhã deste domingo, na qual manifesta solidariedade a amigos e familiares das vítimas do incêndio em uma boate em Santa Maria.

"O Brasil inteiro está triste e de luto pelas mortes ocorridas no incêndio em Santa Maria. Nesse momento difícil, expressamos nossa solidariedade aos amigos e familiares das vítimas e à toda a população da cidade, mas em especial aos pais e mães por essas perdas irreparáveis. Nossos sentimentos", diz a nota assinada por Lula e pela ex-primeira-dama Marisa Letícia.

Tarso Genro lamenta tragédia e viaja para Santa Maria

O governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, manifestou no Twitter o seu pesar pelas mortes provocadas pelo incêndio ocorrido na madrugada. O chefe do Executivo no estado afirmou ainda que se deslocará até a cidade para acompanhar o trabalho dos Bombeiros e da Polícia Civil, que realizam a retirada e a identificação dos corpos.

“Domingo triste! Estamos tomando as medidas cabíveis e possíveis. Estarei em Santa Maria no final da manhã”, escreveu o governador na rede social. Em entrevista à Rádio Gaúcha mais cedo neste domingo, o secretário de Segurança Pública do RS, Airton Michels, afirmou que todas as forças de segurança pública do estado já foram acionadas para se deslocarem até Santa Maria.

Tragédia é destaque na imprensa mundial

O incêndio ocorrido em Santa Maria (RS) repercutiu na imprensa internacional, com jornais e agências de notícias de outros países publicando reportagens sobre o assunto. O jornal espanhol El País noticiava a tragédia como manchete de sua edição na internet. "Dezenas de mortos em incêndio de uma discoteca no sul do Brasil", dizia a publicação.

A rede britânica BBC informou que "dezenas" de pessoas morreram no incêndio, e pedia relatos de testemunhas. O jornal norte-americano New York Post deu destaque para o ocorrido em sua página na internet, relatando as dezenas de mortes. A publicação inglesa Daily Mirror divulgou imagens da fachada da boate no Rio Grande do Sul junto com relatos sobre as mortes.

Antes do incêndio

Depois



Familiares em busca de informações...

Socorro as vítmas

Prefeitura de Santa Maria decreta luto de 30 dias no município.
G-1.

14ª Morte Violenta em Mossoró 2013

A ação criminosa aconteceu na manhã de domingo 27 de Janeiro de 2013, no encontro da Avenida Francisco Mota com a rua Filgueira Filho, Bairro Alto de São Manoel em Mossoró.

Giovane de Brito Nunes, "Jubinha", 39 anos, residente na rua Dr. Pedro Ciarlini, bairro Alto de São Manoel, foi alvejado na cabeça com tres disparos de pisto.la quando estava sendo atendido dentro de uma Unidade deSuporte Avançada do Samu, após um acidente de transito em frente a Ufersa, por vota de 6 horas da manhã.

Segundo informações, dois individuos estariam em um bar e discutiram. Um deles saiu e foi seguido pelo desafeto e outro individuo. Na rua Filgueira Filho, os elementos se depararam com o acidente, abriram a porta da ambulância e perguntaram quem estava sendo socorrido. A equipe da Samu ainda não tinha informações do nome da vitima. Ouvindo a negativa, um dos elementos entrou na ambulância e efetuou tres disparos de arma de fogo, tipo pistola, contra Giovane.

Ainda segundo informações, Giovane estaria com as roupas idênticas as do individuo procurado. A policia acredita que Giovane tenha sido morto por engano.

A equipe do Instituto Técnico e Cientifico de Policia removeu o corpo para a sede do órgão na cidade.

*Informações e imagens: O Câmera.

13ª Morte violenta- Individuo reage abordagem policial e é baleado no Dom Jaime em Mossoró

Rafael Faustino de Sá Soares, 18 anos, conhecido como "Rafael Preto" residente na rua Maria Segunda Trindade, no Planalto da Liberdade, bairro Dom Jaime Câmara em Mossoró, foi baleado durante uma abordagem policial, por trás do Centro Educacional, “Ceduc”, no Bairro onde morava.

A Central de Operações da Policia Militar, acionou a Rocam para uma ocorrência de indivíduos comercializando droga e exibindo armas de fogo no bairro. Quando os policiais localizaram os acusados, que participavam de uma bebedeira "Rafael reagiu a abordagem atirando contra os policiais. Na troca de tiros o mesmo foi baleado. No local a policia encontrou uma arma de fogo calibre 38 com as munições deflagradas e 13 pedras de Crack.

Após ser alvejado “Rafael Preto” foi socorrido para o Hospital Regional Tarcísio Maia, mas não resistiu e morreu ao dar entrada na unidade hospitalar.

Rafael Preto, era investigado por participação em vários homicídios no bairro e muitos assaltos e tentativas de homicídios, eram atribuídas ao mesmo. Os militares receberam informações que “Rafael” era foragido do Ceduc, e estava sofrendo ameaças de morte em Mossoró, teria se refugiado na cidade de Upanema e retornado no final da tarde de sexta feira, 25 de Janeiro, e desde então estava aprontando no bairro.

*Informações e imagens: O Câmera.