quarta-feira, 1 de maio de 2013

Cerimônia de premiação da Maratona Fotográfica acontecerá no dia 9 de maio

O Projeto Maratona Fotográfica: Caminho das Águas de Luís Gomes a Areia Branca – “A SAGA DE UM RIO” anunciará os trabalhos vencedores nas categorias amador, profissional e estudante, no dia 9 de maio de 2013, em solenidade que será realizada na Estação das Artes Eliseu Ventania.

A Maratona Fotográfica foi realizada em cinco cidades polo banhadas pelo Rio Apodi-Mossoró, sendo elas: Luís Gomes, Pau dos Ferros, Apodi, Mossoró e Areia Branca. Cada participante pôde inscrever 5 (cinco) fotografias para a etapa da competição.

As 75 (setenta e cinco) melhores fotografias, divididas em 15 por cada cidade, sendo, respectivamente, 5 de estudantes, 5 de amadores e 5 de profissionais serão escolhidas pela Comissão Julgadora. Dessas fotografias, serão escolhidas as 9 vencedoras, sendo 3 por cada categoria que receberão seus respectivos prêmios em dinheiro. O quarto e o quinto colocado de cada categoria receberão troféus de honra ao mérito.

A Comissão Julgadora, formada por pessoas de reconhecido conhecimento na área da fotografia, levará em conta a criatividade, coerência com o tema proposto, plasticidade, enquadramento e luz das fotografias. Sendo a decisão desta soberana e inapelável, como indica o regulamento da maratona. Os cinco fotógrafos da comissão julgadora se encontrarão no dia do trabalhador (01/05) para definição das melhores fotografias nas categorias do evento.

A cerimônia de premiação contará com os prefeitos e secretários das cidades polo, Reitor e Pró-Reitores da UERN e representantes do BNB/BNDES. A organização do evento atenta para a importância da participação de todos os competidores que receberão neste dia um certificado de participação.

Texto: Jéssica Fernandes.

Vacinação contra aftosa é adiada

Brasília – O governo federal decidiu adiar para junho o início da campanha de vacinação contra a febre aftosa, que começaria nesta quarta-feira no Rio Grande do Norte. “A flexibilização é justificada pela falta de chuvas, que tem comprometido o abastecimento de água e até mesmo a alimentação dos rebanhos”, explica o diretor do Departamento de Saúde Animal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Guilherme Marques. Os estados de Sergipe e Alagoas, além de parte dos municípios de Minas Gerais e Pernambuco, também terão alterações no calendário da primeira etapa de vacinação.

A informação foi divulgada por meio de nota técnica pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

A vacinação foi adiada para junho no Rio Grande do Norte e nos municípios do Agreste e Sertão de Pernambuco e para julho em Sergipe e Alagoas. Em Minas Gerais, o prazo foi prorrogado para 30 de junho em 112 municípios (nas coordenadorias regionais de Amenara, Janauba e Montes Claros).

Apesar de não haver alterações no calendário da Bahia, 261 municípios do estado que decretaram situação de emergência serão acompanhados. Caso necessário, poderá ser adotada uma nova estratégia com tratamento diferenciado aos produtores que comprovarem não ter condições de vacinar seus animais, de acordo com o Mapa.

Rebanho

No restante do país, a programação segue inalterada. Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Tocantins e Distrito Federal começam em maio a vacinação de todo o rebanho de bovinos e bubalinos, sendo que Amazonas e Pará iniciaram em março o processo de imunização. Já nos estados do Acre, Espírito Santo, Paraná, Rondônia (onde a campanha começou em abril) e São Paulo serão vacinados os animais com idade abaixo de 24 meses.

A expectativa do Ministério da Agricultura é que 166 milhões de cabeças sejam vacinadas nesta primeira etapa. De acordo com o secretário de Defesa Agropecuária, Ênio Marques, o sucesso da campanha depende também da participação ativa dos produtores. “Estamos próximos de reconhecer o Brasil como livre de aftosa com vacinação, mas para isso é necessário que os produtores também colaborem, vacinando corretamente o gado e mobilizando os vizinhos para a campanha”, diz ele.

*Tribuna do Norte.

Atenção!

Vem ai, dia 05 de maio mais uma grande domingueira no BAR DOS CAMINHONEIROS, no Sítio Lagoa Rasa, a partir das 5 horas da tarde, com: FORRÓ DE DOIS e a participação de AZINCLEVE SILVA, totalmente grates!
Organização: EGUINALDO.

AVISO IMPORTANTE!

Vende-se uma casa com ponto comercial a 150 metros da Calçadão da Lagoa do Apodi.
Comprimento: 13,30m
Largura: 7,30m
Na parte comercial
Comprimento: 21,5om
Largura: 2,20m
Área total: 165,20 m².
Rua: Tiradentes, n° 63
Fone: (84) 9102-2658.
Faça um bom negórcio!

58ª Morte violenta em Mossoró em 2013

Moradora de rua foi brutalmente assassinada a golpes de faca peixeira enquanto dormia no bairro Aeroporto em Mossoró. A ocorrência foi registrada pela Central de Operações da Policia Militar nos primeiros minutos de quarta feira 01 de Maio de 2013.

O corpo de “Maria Eliete Sales”, de 27 anos de idade, natural da cidade de Sobral no estado do Ceará foi encontrado em um abrigo improvisado em baixo de uma arvore, ao lado do muro do aeroporto, na rua Felipe Camarão. Segundo informações, o local serve de abrigo para moradores de rua.

Momentos antes do corpo ser encontrado, populares informaram a policia, que ouviram barulhos e um homem sair correndo do local, mas não souberam informar qual a relação da vitima com a pessoa vista saindo do local.

O corpo de Eliete estava envolvido em lençóis ao lado de uma bolsa de viagem, com vários pertences pessoais como roupas e uma pasta contendo o registro de nascimento e requisições para exames de saúde a serem realizados.

A equipe do Instituto Técnico e Cientifico de Policia, Itep, coordenada pelo perito criminal “Otávio Domingos”, identificou quatro perfurações provocadas por objetos cortantes “Faca/Punhal” sendo uma perfuração de defesa, no braço e as demais na região do pescoço e clavícula.

Após os procedimentos realizados no local, o corpo de “Maria Eliete Sales foi removido para ser necropsiado na sede do órgão.

*Informações e imagens: O Câmera.

Quadrilhas explodem agências do BB em Angicos, Afonso Bezerra e Almino Afonso e atiram contra delegacia e viatura


Duas agências do Banco do Brasil localizadas em duas cidades vizinhas no interior do estado foram explodidas na madrugada desta quarta-feira (1). Os crimes aconteceram quase que simultaneamente, por volta das 2h30, em Angicos e Afonso Bezerra. Segundo a polícia, 20 homens participaram da ação, sendo dez em cada município. Em Afonso Bezerra, eles ainda alvejaram a delegacia e uma viatura policial antes de fugir com o dinheiro dos terminais eletrônicos.



Agência do Banco do Brasil em Angicos ficou destruída após explosões

As informações foram repassadas pelo major da PM Assis Santos, comandante do policiamento na região. O oficial contou que os homens chegaram fortemente armados nas duas cidades, portando pistolas, espingardas calibre 12 e fuzis. As explosões danificaram bastante os prédios das duas agências, ainda de acordo com o major.

Ele também relatou que na cidade de Afonso Bezerra a delegacia fica a 100 metros da agência do Banco do Brasil. “Eles atiraram contra o prédio da DP e contra uma viatura que estava na frente”, detalhou. Assis Santos confirmou que seis policiais estavam dentro do prédio, mas não puderam reagir dado o poder de fogo dos assaltantes.



Em Afonso Bezerra, população ficou assustada com a explosão na agência do BB

Os suspeitos chegaram a Angicos em um EcoSport preto e um Fiat Uno de cor branca. Em Afonso Bezerra, somente uma Hillux foi vista com os criminosos e a polícia não sabe se havia mais algum veículo envolvido na ação. Depois de recolherem o dinheiro, os homens fugiram com destino desconhecido.

O reforço policial foi acionado nos dois municípios e várias viaturas realizaram diligências na tentativa de encontrar os responsáveis pelo crime, no entanto ninguém foi preso.

Almino Afonso

Além das explosões às agências do Banco do Brasil, uma agência do Bradesco também foi alvo de bandidos durante a madrugada. A informação foi confirmada pelo coronel Francisco Araújo, comandante geral da PM no estado. Ainda não há informações

TN/JBelmont.

Walter Alves declara que o PMDB nunca foi tão maltratado pelo Governo

Adicionar legenda

Ao apartear o deputado Nélter Queiroz, hoje, na Assembleia Legislativa, solidarizando-se com Lígia Torres, filha do saudoso líder seridoense, Manoel Torres, da direção do Hospital de São Paulo do Potengi, o deputado estadual Walter Alves, filho do ministro Garibaldi Filho, foi duro com o governo Rosalba Ciarlini.

Walter Alves afirmou que nunca o PMDB tinha sido tão maltratado pelo Governo.

Os dois discursos, são apenas uma senha do que tom que deverá prevalecer no encontro do PMDB, convocado para o dia 10 de maio, em Natal, onde deputados, prefeitos, vereadores, vice-prefeitos e outras lideranças do partido vão tratar de questões como a relação com o DEM e Rosalba Ciarlini.

*Carlos Skarlack.

INSS quer vedar pensão para matador de segurado

O Ministério da Previdência Social quer vedar o pagamento de pensão por morte para assassino de segurado. Com esse objetivo, apresentou à deputada Jô Moraes (PCdoB-MG) – relatora do projeto do deputado Manato (PDT-ES), de nº 4.053-12, que altera a Lei que trata dos Planos de Benefícios da Previdência Social – proposta de emenda que exclui como beneficiário de pensão por morte o dependente que cometeu, tentou ou participou de crime de homicídio doloso contra o segurado.

Neste final de semana a revista Veja publicou na coluna Radar, assinada por Lauro Jardim, nota sobre essa tentativa de correção da legislação. O colunista escreveu que “Garibaldi Alves quer pôr fim a uma aberração da previdência brasileira: assassinos de cônjuges ou parentes recebem pensão do INSS até serem condenados em última instância”. O jornalista acrescentou que Suzanne Richthofen, por exemplo, foi beneficiada pela anomalia.

Hoje em dia, para a concessão de uma pensão pela morte do cônjuge, a Lei exige apenas a apresentação da certidão de óbito e da certidão de casamento. A pensão é concedida sem que haja nenhum outro tipo de juízo ou exigência legal. Essa situação permite, em um primeiro momento, que uma pessoa que tenha atentado contra a vida do cônjuge, pais ou filhos – sendo autor, coautor ou participante do homicídio – receba pensão.

A Procuradoria Federal Especializada junto ao INSS, atendendo a orientação do ministro Garibaldi Alves Filho, elaborou uma complementação ao projeto do deputado Manato (PL nº 4.053/12), com a finalidade de tornar viável a instauração de procedimento administrativo para suspender o pagamento até o julgamento, nos casos mais graves onde há prisão em flagrante ou até mesmo uma confissão.

O pagamento da pensão permaneceria suspenso até o final da ação criminal. Se no fim do processo o júri entender que o réu é inocente, o benefício é reativado e todos os atrasados são pagos retroativamente. “Caso se confirme a condenação, o benefício deixa de ser suspenso e se torna cancelado de forma definitiva”, explicou o ministro da Previdência Social.

*Tribuna do Norte

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO