quarta-feira, 22 de maio de 2013

PARABÉNS PROFESSOR CIZINHO!!!

Parabenizamos aqui o Professor Cizinho, que completa mais um ano de vida hoje! 
Professor, que você continue com essa dedicação à profissão e a responsabilidade que você sempre demonstra.
Parabéns!!!

Vereadores constatam graves problemas no posto de saúde de Apodi

Em visita ao posto de saúde de Apodi a antiga Fundação SESP os Vereadores Nilson de João Lucas e Laete Oliveira, constataram entre vários problemas, dois de natureza grave que afetam diretamente a população que necessita dos serviços oferecidos pela unidade de saúde.

O Primeiro trata-se de um computador que está quebrado há exatos 33 dias, computador esse que é usado para pacientes de alta complexidade marcarem suas retiradas de medicamentos em Mossoró, além do funcionário que exerce a função também está de licença por motivo de doença, ou seja, o setor vital a tantos pacientes de Apodi parado, totalmente inativo, pelo simples fato de um computador danificado. “É lamentável que os pacientes que precisam desses medicamentos, já que são pessoas com problemas graves fiquem a mercê, por conta de um computador quebrado, é um caos isso” disse o Vereador Laete Oliveira.

Outro problema constatado pelos Vereadores seria o recolhimento do lixo hospitalar da unidade de saúde, como lixo comum, o que se caracteriza como um perigo aos que fazem a coleta, como também a sociedade que pode ser contaminada com este lixo, pois o ideal é que o mesmo seja recolhido por uma empresa especializada. “É um caso que causa preocupação, pois é a própria saúde podendo causar enormes prejuízos a saúde da nossa população, por isso se faz necessária providencia urgentes quanto a isso” disse o Vereador Nilson de João Lucas.
 
*Josenias Freitas.

MPE pede cassação de João Maia por uso de Caixa 2 na campanha

Deputado federal. Presidente do Partido da República no Rio Grande do Norte. Um dos principais aliados políticos da governadora Rosalba Ciarlini. Cotado para ser candidato a vice-governador na próxima eleição. Acusado de praticar Caixa 2 no pleito eleitoral de 2010. Essas são algumas das definições possíveis, neste momento, quando se trata do potiguar João Maia. E a última característica é resultante de uma ação do Ministério Público Eleitoral (MPE), que afirma ter certeza das práticas irregulares do parlamentar na última disputa por vagas na Câmara Federal e, por isso, pede na Justiça Eleitoral a cassação do mandato dele.

A ação está na fase das alegações finais e O Jornal de Hoje teve acesso com exclusividade a parte do processo. Nele, o Ministério Público Eleitoral, por meio do procurador regional eleitoral Ronaldo Pinheiro de Queiroz, que assinou a ação, pede a cassação de João Maia baseado na “presença de indícios de que ele teria arrecadado recursos, bem como realizado gastos, em prol de sua campanha de forma irregular e clandestina”.

O procurador, porém, é bem mais direto do que isso durante a construção de sua acusação. Segundo ele, “não há dúvida”, é “inquestionável” a prática irregular durante a campanha. E, para essa análise, considera duas conversas (transcritas ao lado) entre João Maia e Flávio Giorgi Medeiros Oliveira, conhecido como “Flávio Pisca”, assessor dele na campanha eleitoral de 2010.

As conversas foram extraídas, segundo o MPE, do notebook pertencente a “Flávio Pisca” após busca e apreensão realizada em sua residência e consequente perícia técnica empreendida pela Polícia Federal. A primeira conversa foi registrada, conforme revelou o Ministério Público Eleitoral, no dia 18 de outubro de 2010, e a outra, no dia 29 de outubro do mesmo ano.

 PRIMEIRA CONVERSA CLICK AQUI E VEJA MAIS

*Vi no JBelmont.

Fátima Bezerra vai lutar por recursos para construção da UFERSA em Assu

Durante audiência pública que debateu a expansão do ensino superior para o Vale do Assu e região a deputada federal Fátima Bezerra (PT) anunciou que vai se empenhar junto à bancada federal para que seja incluída no orçamento de 2014, emenda coletiva para construção do campus da UFERSA em Assu. Evento que contou com expressiva representatividade foi realizado nesta segunda-feira (20), na Câmara Municipal de Assu.

Com o plenário da Câmara lotado, a deputada Fátima Bezerra, os reitores Arimatea Matos – UFERSA e Ângela Paiva – UFRN e o prefeito de Assu, Ivan Júnior debateram a expansão do ensino superior na região com destaque para a possível criação de um campus da UFERSA em Assu.

“Foi no governo popular e democrático do PT que tivemos a alegria de ampliar o ensino técnico e superior na região com a transformação da Esam em UFERSA, e com a chegada de dois IFRNs (Ipanguaçu e Macau). Por que não sonhar agora com essa expansão aqui em Assu, com a chegada da UFERSA?” questionou a deputada Fátima.

O reitor da UFERSA, Arimatea Matos apresentou dados sobre o déficit de vagas no ensino superior na região, em que mais de treze mil jovens estão fora do ensino superior e mais sete mil estão concluindo o ensino médio o que, em pouco tempo, também engrossarão essa estatística. “É por isso que estamos mais que convencidos da necessidade de ter uma UFERSA no Vale do Assu”, acrescentou o reitor que também agradeceu o empenho da deputada Fátima nesse pleito.

A reitora da UFRN, professora Ângela Paiva destacou os avanços vividos pela UFRN na última década. “Sou da época em que vivíamos um processo de sucateamento da UFRN, na década de 90. Hoje estamos reabrindo campus e expandindo a oferta de cursos e vagas no RN. Agora, a cada vaga que abrimos temos a garantia do professor e dos recursos para o custeio. Isso é o que vivemos nos governos Lula e Dilma”, afirmou.

O prefeito de Assu, Ivan Júnior fez questão de parabenizar a deputada Fátima por ter encampado essa luta. “Não podemos falar em educação no RN e no Brasil sem lembrar a deputada Fátima. Só tenho a agradecer. Não podemos perder esse processo de expansão no ensino superior que o Brasil vive nos governos Lula e Dilma. Essa é a oportunidade que nos faltava para incluir Assú”, disse o prefeito.

O presidente da Assembleia Legislativa, Ricardo Motta garantiu que todos os deputados estão unidos em prol da UFERSA em Assu.

Participaram também da audiência os deputados estaduais Nelter Queiroz e George Soares, os prefeitos Leonardo – Ipanguaçu, Jackson Bezerra – Afonso Bezerra e Arimateia – São Rafael, o ex-reitor da UFERSA, professor Josivan Barbosa, a professora Inês Almeida (SINTE/RN), além de vereadores da região, gestores ligados à educação, professores e alunos da região do Vale do Assu.

Nominuto.com

Adolescente mata estudante esfaqueado em sala de aula na cidade de Porto do Mangue

Menor pulou muro e invadiu sala de aula para atacar estudante que foi morto.

O estudante Josimar Arruda de Souza “Galego”, 20 anos, foi assassinado por um menor de 15 anos de idade dentro de uma sala de aula na cidade de Porto do Mangue.

O crime ocorreu por volta das 14h30 desta terça-feira (21) e foi supostamente motivado por ciúmes, visto que o estudante que foi morto tentava conquistar a namorada do jovem que praticou o crime.

Josimar Arruda de Souza, o Galego foi socorrido mas não resistiu aos ferimentos.

O fato ocorreu nas dependências do colégio Estadual Josélia de Souza Silva, onde o menor pulou o muro e desferiu as facadas contra “Galego” na presença de colegas de classe e do professor.

De acordo com informações prestadas pelos policiais, após praticar o delito, o adolescente deixou a escola e chegou a ameaçar as pessoas que tentavam se aproximar. Ele arremessou a arma do crime em uma vala.

Ao ser acionada, a Polícia Militar iniciou buscas e localizou o acusado que estava escondido em baixo de tábuas na residência de sua sogra. Temendo a revolta dos populares, os policiais levaram o infrator para a Delegacia de Polícia da cidade de Areia Branca.

O inquérito foi aberto pelo Delegado Titular da D.P. de Areia Branca, Renato Batista que já efetua todos os procedimentos necessários.

*Voz de Areia Branca.

Reclamação é generalizada com relação a iluminação pública de Apodi

Recebi vários e-mails de amigos e ainda inúmeros pedidos pelo Facebook com relação a precariedade da iluminação pública de nossa cidade, tanto na zona rural como na zona urbana, o que afeta diretamente a vida dos nossos apodienses, primeiro pela escuridação que pode originar estupro, assalto, uso de drogas e ainda o prejúizo financeiro, já que cada cidadão paga pelo serviço.

No inicio da gestão tenho conhecimento de alguns mutirões feitos em comunidades rurais, isso apenas com relação a reposição de lampadas, no entanto a questao de braços e luzes em novos postes ainda perdura, a quase cinco meses que está no setor de licitação e até agora nada, ou seja, uma morosidade que só trás prejuizos unica e exclusiva a população, já que quer ou com ou sem luz nos postes a PMA recebe a nossa taxa de iluminação pública.

É hora do poder público através da secretaria responsavel, de obras acordar também para essa questão, repor lampadas e colocar os braços onde não existe.. e repor luminárias onde está faltando.Muita gente está reclamando o que se consolida como uma imutavel realidade.

*Foto ilustrativa
/Josenias Freitas.

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO