terça-feira, 25 de junho de 2013

MAIS PROBLEMAS EM APODI...

Apodi/RN, 25 de junho de 2013, região da areia, tão usando material inadequado para Restarauração das estradas rurais, DESDE SACOS PLÁSTICOS A SALTO DE TAMANCO, isso não tá Ecologicamente correto...
Apodi/RN 2013, 25 de junho ás 14:00hs, Rua joaquim texeira de moura, a qualquer momento essa TAMPA DE FERRO Vai ROMPER onde pode causar um acidente grave aos motoristas e pedestres e há dias que a secretaria de OBRAS foi avisada pela população...

Produtor rural chama dirigentes do BNB de canalhas

Este Território Livre conversou há pouco com o produtor rural e ex-presidente da ANORC José Bezerra Junior (Ximbica).
Em pauta, o stress que rolou ontem durante a visita do presidente do Banco do Nordeste, Ary Joel Lazarin.
Em princípio, Lazarin concordou com boa parte das críticas disparadas por Bezerra, que começou dizendo que o banco é marginal. Ou seja, trabalha à margem da lei e dos anseios das classes produtoras.
Até aí sem divergência. O mais tenso estaria por vir. A filha de um produtor, morto por pressão em consequência dos efeitos da seca, resolveu relatar o sofrimento de seu pai nos últimos dias para tentar salvar seu rebanho.
Lazarin declarou que o BNB vai continuar realizando execuções dos empréstimos tomados. Bezerra não aguentou:
- Vocês são uns canalhas e querem nos fazer de palhaços. Vou me retirar dessa reunião. Como podem ter mais poder do que a Presidente da República e do que o presidente de um poder – Henrique Alves – que anunciou a suspensão das execuções?
DO TL: José Bezerra referia ao anúncio feito pela Presidente Dilma e repercutida pelo presidente da Câmara que os produtores vítimas da seca não seríam executados pelo banco. Uma medida emrgencial contra os efeitos da Seca.

*Fonte: Blog de Laurita Arruda.

APODI - POPULAÇÃO ESPERA AÇÃO DO PODER PÚBLICO

Na subida do Parque de Vaquejadas, o buraco está só aumentando e esperando uma ação do poder público, que finge não ver. Enquanto não resolvem, nós vamos mostrando.
No Sítio Barra 2, também tem buraco e está sendo difícil para o ônibus que transporta os estudantes passar. É necessário a atenção do Sr Secretário responsável. Isso é perigo para os estudantes e os pais estão preocupados com a situação.

“Prefeito honre suas promessas, sua palavra” afirmou Laete Oliveira

No grande expediente o Vereador Laete Oliveira, nesta terça-feira, 25 durante sessão ordinária voltou a tribuna da casa do povo, afirmando que é necessário esteja unida em prol da sociedade apodiense, sempre primando pela coletividade visando atender as necessidades básicas da sociedade.

Ele falou que Apodi vive um novo governo, um governo que prometeu as mudanças que Apodi queria, citando princípios que o mesmo prega, no entanto existe uma reclamação generalizada que as coisas não estão acontecendo, afirmando que tinha certeza que Flaviano iria fazer historia, baseado no discurso enquanto o prefeito era apenas do movimento social, mas que hoje sua visão está ainda distante do que se pregava.

“Essa casa não está aqui pra defender governo, e sim para defender aquilo que for bom para o povo de Apodi, atendendo os anseios da nossa sociedade” comentou Laete Oliveira.

O Vereador afirmou que o governo frustra os cidadãos com os serviços básicos a população, e ainda pela forma de como vem tratando os funcionários, pedindo que o prefeito cumpra aquilo que ele mesmo prometeu enquanto candidato. “Prefeito lembre que você será submetido a aprovação popular, por isso cumpra e honra suas promessas, pois o poder emana do povo” finalizou Laete Oliveira.

*Josenias Freitas.

Nilson de João Lucas afirma que prefeito continua desrespeitando a Câmara Municipal

No grande expediente o Vereador Nilson de João Lucas fez uso da palavra durante sessão ordinária da CMA nesta terça-feira, 25 falando a priori sobre uma cobrança ao executivo, afirmando que o prefeito tem pregado moralidade, transparência, que é um governo diferenciado, mas, no entanto a pratica anda longe do discurso, falando no tocante as respostas dos Requerimentos encaminhados pela casa. “Se dizem e pregam que o Vereador ele é fiscalizador, mas como é que o Vereador poder fiscalizar se o prefeito não respeito se quer a nossa constituição, imagina a lei orgânica de nossa cidade” comentou Nilson de João Lucas.

Nilson pediu que os colegas se posicionem juntamente com ele, para que as respostas chegam até a casa, pois dessa forma o prefeito está desrespeitando toda a casa, todos os treze Vereadores, pois entende que se a coisa anda dentro da normalidade não haverá problemas em enviar resposta.

Ele disse que esteve com uma senhora da comunidade de Baixa Verde III, onde não se tem iluminação, estrada de qualidade, lembrando que o prefeito prometia resolução imediata quando visitava os lares de nossa cidade como candidato, mas infelizmente isso hoje não acontece como ele havia pregado.

“Lamento que o prefeito trate a câmara como um tapete que ele passe por cima, que não respeite essa casa, como ela merece, afinal fazemos parte da conjuntura política de nossa cidade” afirmou Nilson de João Lucas.
 
*Josenias Freitas.

Laete Oliveira cobra resolução de problemas existentes no programa bolsa família

Inscrito no pequeno expediente nesta terça-feira, 25 o Vereador Laete Oliveira pediu providencias e resolução com relação aos problemas existentes no programa bolsa família, onde uma mãe apelou em rede social por está sem receber seu beneficio, sugerindo que se forme uma comissão do legislativo, a fim de se ter uma solução, já que este é a única fonte de renda dessa senhora de outras tantas que estão enfrentando esse problema.

“Temos que saber se o problema é aqui, em Brasília, mas quero que possamos ir até a secretaria saber qual o problema, para que possamos dá uma resposta ao povo” disse Laete Oliveira.
 
*Josenias Freitas.

95ª Morte violenta em Mossoró em 2013


A Central de Operações da Policia Militar registrou no final da manhã de terça-feira, 25 de Junho de 2013, mais uma morte violenta em Mossoró.

Ronilson Alves da Silva, 35 anos de idade, agente da Penitenciária Mário Negócio, foi encontrado morto por disparos de arma de fogo, dentro de seu veiculo tipo corsa, placa NOA 2640, no conjunto Santa Helena em Mossoró. No interior do carro foi encontradas algumas capsulas de pistola.

Segundo informações elementos armados tomaram de assalto uma kombi de um supermercado e disseram ao motorista que usariam o veículo para assassinar uma pessoa. segundo o motorista os elementos usavam fardamento do supermercado. Logo após o assalto a policia foi informada que havia um corpo cravejado de bala dentro de um veiculo abandonado.

A Policia Militar esta no local fazendo o isolamento da área até a chegada da equipe do Instituto técnico e cientifico de policia que fara a pericia no local e remoção do corpo para a sede do órgão.

Informações e imagens: O Câmera.

Dilma propõe Constituinte para a reforma política

Brasília (AE) - A presidenta Dilma Rousseff propôs nesta segunda-feira durante reunião emergencial com os governadores dos Estados e prefeitos das capitais a realização de um plebiscito que autorize a convocação de uma Assembleia Constituinte específica para fazer a reforma política. O plebiscito, segundo Dilma, faria parte de um pacto que ela dividiu em cinco partes, o que, na opinião dela, pode ajudar o Brasil a enfrentar a crise política pela qual passa o País.

“Quero, neste momento, propor o debate sobre a convocação de um plebiscito popular que autorize o funcionamento de processo constituinte específico para fazer a reforma política que o País tanto necessita”, afirmou Dilma. Segundo a presidenta, “o Brasil está maduro para avançar e já deixou claro que não quer ficar parado onde está”. A reforma política, segundo ela, deverá ampliar a participação popular e os horizontes da cidadania.

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e o governador do Ceará, Cid Gomes, foram os autores da ideia de convocar um plebiscito para a população decidir se apoia a criação de uma Assembleia Constituinte, com o objetivo de votar a reforma política. No final de semana, Dilma passou o fim de semana em reuniões com ministros e voltou a telefonar para governadores.

Cardozo disse a Dilma que a reforma política nunca será feita sem uma Constituinte exclusiva, porque o “espírito de corpo” do Congresso sempre prevalece nessas horas. A cúpula do PT também avalia que a aprovação dessa reforma é crucial para o governo mostrar que está disposto a enfrentar a corrupção, num momento em que protestos contra desvios de recursos públicos pipocam nas ruas. No ano passado, petistas foram condenados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no julgamento do mensalão.

“O financiamento público de campanha é essencial para coibir o abuso do poder econômico nas eleições”, defendeu Cardozo. Desde que assumiu o governo, Dilma demitiu seis ministros envolvidos em denúncias de corrupção, mas acabou reabilitando alguns partidos recentemente, em troca de apoio na eleição de 2014. Pesquisas em poder do Planalto indicam que a imagem de Dilma de gestora eficiente que combate a corrupção com faxina ética começa a ser desconstruída.

O combate à corrupção também foi incluído na proposta de pacto. Segundo a presidenta, o enfrentamento à corrupção deve ser dar “de forma ainda mais contundente do que já vem sendo feito em todas as esferas”. Para Dilma, uma iniciativa fundamental nesse sentido é criar “uma nova legislação que classifique a corrupção dolosa como equivalente a crime hediondo com penas muito mais severas”.

Em discussão na atual proposta de reforma:

* Mudanças no financiamento de campanha;

* Alteração na forma de escolha do suplente de senador;

* Fim do voto obrigatório;

* Coincidência da eleição e posse de prefeitos, governadores e presidente;

* “Cláusula de desempenho” (quantidade mínima de votos para os partidos);

* Candidaturas independentes dos partidos;

* Mudança no sistema de escolha dos deputados e vereadores.

*TN.

Há mais de 15 anos reforma política se arrasta no Congresso

Enquanto a presidenta Dilma Rousseff apresenta proposta para que um plebiscito leve à sociedade a possibilidade de decidir sobre a convocação de uma Assembleia Nacional Constituinte exclusiva para tratar da reforma política, um projeto sobre o assunto está pronto para ser votado no plenário da Câmara dos Deputados desde o ano passado.

O relator da matéria, deputado Henrique Fontana (PT-RS), não perdeu ainda a esperança de ver seu relatório ser analisado pelos demais deputados. Segundo Fontana, o texto chegou “à porta do plenário”, mas não foi apreciado por falta de um acordo entre os líderes partidários.

Agora, diante das manifestações populares que vêm pedindo mudanças na política do país, o deputado acredita que a reforma política possa ser enfim votada pelo Congresso. “Apoio esta proposta que a presidenta lançou hoje, de uma Constituinte para votar a reforma política. Mas isso não impede que o Congresso resgate o meu projeto e vote em regime de urgência”, disse o deputado.

Fontana diz que a matéria, que há 15 anos é discutida pelos parlamentares sem que se chegue a um acordo que permita a votação, é de fato “complexa”. Segundo ele, existem “interesses diversos” que são difíceis de conciliar. “Quem sabe esse novo cenário de manifestações possa abrir a porta para que a reforma política seja votada”, avalia.

*O Xerife.

ESTRAGOS NA ESTRADA DO SÍTIO PONTA 2

E os estragos causados pelas chuvas no ano de 2013, estão dificultando o trajeto das pessoas que trafegam nesse caminho. Os canos da adutora, que leva água para Severiano Melo já estão descobertos. Há muito tempo um ouvinte da comunidade liga para a Rádio Luta, mas o poder público faz que não ouve.

Esquina de Chico Marcolino

Beneficiária do bolsa familia apela para Vereadores


DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO