terça-feira, 30 de julho de 2013

ANIVERSARIANTES DE HOJE...

 Katayamm, parabéns e muitos anos de vida!
 Eider Maia, também faz aniversário hoje. Parabéns!
Mariele Marinho, parabéns!
Wilma Tôrres, também comemora aniversário hoje. Parabéns!

Número de feridos em rompimento de adutora no Rio sobe para 16

Rio de Janeiro – Subiu para 16 o número de feridos no rompimento da adutora da distribuidora de água Cedae, na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro. O incidente ocorrido na madrugada de hoje (30) também provocou a morte de uma criança de 3 anos de idade, que se afogou com o grande fluxo de água e teve parada cardiorrespiratória após ser socorrida pelos bombeiros. Nove dos feridos foram encaminhados ao Hospital Rocha Faria, em Campo Grande, e os demais liberados no local do acidente.

O rompimento da tubulação, na Estrada do Mendanha, fez com que um fluxo de 3 mil litros de água por segundo jorrasse sobre casas da região. Muitos moradores inicialmente pensaram que fosse chuva quando a água começou a bater nos telhados. Só depois perceberam que o jato era muito forte. Trinta e três casas foram atingidas, 17 desabaram e outras 16 tiveram algum tipo de dano. Pelo menos 70 pessoas estão desalojodas. As informações são dos bombeiros que fazem o atendimento às vítimas.

O mecânico Agilson da Silva Serpa, de 42 anos, conta que estava em casa com a esposa, o cunhado e a enteada de 8 anos. “A água começou a bater no telhado e pensamos que era chuva. Mas estava muito forte. Tentamos nos abrigar no banheiro, mas as paredes da casa começaram a cair. Aí tentamos sair, mas fomos levados pela correnteza”, conta o morador, que teve ferimentos nas pernas, no rosto e no braço.

Segundo ele, a correnteza foi tão forte que fez com que os parentes se perdessem e só se reencontrassem 30 minutos depois. As outras três pessoas que estavam na casa tiveram que ser encaminhadas ao hospital. Agilson conta que três carros que estavam sendo consertados por ele foram destruídos.

O diretor de Produção da Cedae, Jorge Briard, disse que as pessoas que tiveram suas casas danificadas serão alocadas em hotéis ou motéis de Campo Grande para ficarem perto de suas casas. Eles terão alimentos e medicamentos fornecidos pela empresa e pelo governo fluminense.

Técnicos da Cedae já estão fazendo mapeamento dos danos e prejuízos causados. As casas serão reconstruídas e os pertences perdidos serão restituídos, segundo Briard. O trabalho de reparo da tubulação deve ser concluído até o final da noite de hoje. De acordo com a Cedae, o abastecimento em outros locais da cidade não sofreu impacto, mas os moradores de Campo Grande devem ter alguma restrição no fornecimento. O abastecimento de água na região deverá ser normalizado até o início da madrugada de amanhã (31).

Neste momento, os bombeiros continuam o trabalho de resgate de pessoas que ficaram ilhadas em decorrência do alagamento provocado pelo rompimento da tubulação. Alguns moradores estão protestando contra o governador, Sérgio Cabral, e o prefeito, Eduardo Paes. As duas autoridades estão se deslocando para a área. Um dos moradores segura uma placa com os dizeres “Até quando vamos aguentar tantas tragédias?”.

Agência Brasil.

Tubarões nas praias paraibanas deixam banhistas em estado de alerta

Depois da divulgação de um vídeo na internet da captura de um tubarão por banhistas na praia da Penha, em João Pessoa. O ClickPB entrevistou, na manhã desta terça-feira (30),  o professor, pesquisador da UFPB e especialista em tubarões e arraias, Ricardo Rosa, para esclarece o aparecimento destes animais na orla paraibana.
De acordo com o especialista, o aparecimento de Tubarões junto à praia é comum , porque existem algumas espécies costeiras, mas não oferecem riscos. “Na Paraíba tem apenas um incidente registrado com tubarões no século 20, na praia do Bessa”, destacou.
“Os tubarões Tigre e Martelo são comuns na costa paraibana porque suas fêmeas vêm parir em águas rasas, e não é novidade sua captura nas praias”, frisou o professor referindo-se ao vídeo postado na internet. E ainda acrescentou, o que está acontecendo agora é a facilidade de divulgação nas mídias.
Durante o período das chuvas pode ter mais ocorrência do que em outros períodos do ano, segundo o especialista. Ele explicou que algumas espécies de tubarões  são atraídas por águas salobras , por isso ele deu algumas recomendações aos banhistas.
*Não se afastar da costa.
*Evitar banhos durante a maré alta.
*Evitar banhos no final da tarde
* Ficar atentos às placas de sinalização, advertindo sobre os riscos de tubarões.
Ainda ressaltou, que os ataques ou incidentes com tubarões podem ser fatais. Todavia em números estatísticos, as ocorrências com esses animais são relativamente baixos em relação a outras espécies.
Veja o vídeo:
*O Xerife.

Pau de arara: Crime sem punição

“Um menino de 7 anos, aluno de uma escola municipal de Apodi, na região Oeste do Rio Grande do Norte, foi atropelado na manhã desta terça-feira (30) por um caminhão ‘pau de arara’ - como são conhecidos os veículos adaptados precariamente para o transporte de passageiros. O acidente aconteceu por volta das 6h30, quando as crianças iam para a aula. O garoto está em observação no Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró. De acordo com a família, o veículo é usado pela Prefeitura para levar os alunos entre as comunidades da zona rural do município.”

Ano passado uma jovem de Soledade quase perdeu seu dedo após se acidentar na grade de pau de arara, além de outros e outros incidentes que já foram protagonizados nesses tipos de transporte escolar.

Incidentes desses tipos deveriam levar os responsáveis a serem processados – e condenados e responsabilizados, havendo ação imediata da Justiça e proibindo o transporte de estudantes em paus-de-arara definitivamente em toda essa comarca, e não esperar que o pior aconteça.

Não é possível que prefeitos, secretários e assessores em suas reluzentes Hilux, não se envergonhem de uma situação dessas, e que não haja sensibilidade de extinguir de vez esse meio de transporte, sem permitir que algo trágico aconteça.

Fonte: Josenias Freitas.