sábado, 30 de novembro de 2013

EDINÁRIA MARINHO: LANÇAMENTO DO LIVRO EDUCAÇÃO, POLÍTICA E DOCÊNCIA

O POSEDUC construindo sonhos, histórias e memórias no lançamento do livro "EDUCAÇÃO, POLÍTICA E DOCÊNCIA: FORMAÇÃO EM CONTEXTOS LOCAIS". Muito feliz por fazer parte dessa família intelectual.
  
Mais uma vez frente ao francês Bernad Charlot. Momentos de descobertas!

Trabalho apresentado sobre as percepções pedagógicas dos professores apodienses da rede pública, em relação a Avaliação do processo de ensino e aprendizagem.
 
Parabéns Edinária! Sucesso e muitas conquistas a sua vida!

APODIENSES SE APRESENTARAM NO CALDEIRÃO DO HUCK

Em um Estado que fecha por decreto quatro escolas de uma vez, em um Estado que uma escola cancela aulas por ameaça (de morte) de um pai de aluno a uma professora é reconfortante tomar como exemplo a garra e a coragem dos meninos inventores de Apodi, que em meio a tantas dificuldades tiveram uma ideia aparentemente simples e a transformaram em projeto viável, sustentável. 

Parabéns meninos e parabéns Gidelia Costa por não ter deixado morrer o sonho deles e, assim, não deixar morrer também a nossa esperança em educação.

*Do face de Patrícia Lorena.

Apodi: polícia militar prende homem acusado de trafico de drogas.

Na tarde desta sexta-feira (29/11/2013), por volta das 17h30min, foi preso um homem com quatro porção de cocaína, a pessoa Cristiano Alves Bezerra, 21 anos.

O acusado foi identificado como sendo a pessoa de Cristiano Alves Bezerra, 21 anos, morador do Bairro Bacural 2. O acusado foi preso por policiais militares, que estavam realizando barreiras itinerantes pela cidade de Apodi, cumprindo determinação do comandante da segunda companhia de policia militar, o Capitão Brilhante.

No momento em que as equipes do GTO Apodi, e ROCAM, faziam uma barreira policial no Bairro Lagoa Seca, mais precisamente no cruzamento das ruas Almirante Tamandaré com a Jose Martins de Vasconcelos, próximo a Construtora BJ, policiais do GTO de Apodi, abordaram o suspeito, que trafegava pilotando uma motocicleta Honda Tornado, de cor vermelha, e placa MZC 1058 / RN, e na carteira do mesmo foi encontrado, junto a seus documentos pessoais, quatro porções de cocaína, vinte e um reais em espécie, e vários saquinhos de sacole, o que a policia acredite que seria usado para fracionar a droga.

O acusado foi conduzido a Delegacia de Policia Civil, onde foi feito o flagrante por trafico de drogas. Segundo alguns policiais que participaram da apreensão, já havia inúmeras denuncias contra o mesmo, citando-o como sendo um vendedor de drogas.
Mais Imagens.
Local da Prisão
Material Apreendido

Blog F5 Apodi

Educação do Campo realiza seminário

A Universidade Federal Rural do Semi-Árido, por meio do curso de Licenciatura em Educação do Campo (Ledoc), divulga a lista dos estudantes matriculados nos semestres 2013.2 e 2014.1. A relação está disponível nesse LINK. As aulas da primeira turma terão inicio dia 02 de dezembro, com o Seminário de Abertura para ambas as turmas.

O Seminário de Abertura é um evento que tem como objetivo apresentar a Ufersa e o Ledoc para os discentes. Na ocasião, também haverá mesas redondas com abordagens sobre a temática “Perspectivas Pedagógicas e Educação no Campo”.

O seminário será realizado no auditório do Ctarn, localizado no Campus Leste da Ufersa Mossoró. A programação tem inicio às 8h com a realização da mesa de abertura, em que estarão presentes as autoridades (reitor, pró-reitores e representantes). Ainda pela manhã, haverá a apresentação da instituição e do curso por meio de palestras.

Durante a tarde, a partir das 14h, serão realizadas as mesas redondas, com os seguintes temas: “Relação educador/educando e a Educação do Campo” e “Perspectivas didáticas e novas tecnologias na sala de aula”. O encerramento do evento está previsto para as 17h, e a organização do evento convoca todos os estudantes matriculados a participarem.

Mais informação sobre a programação AQUI.

*UFERSA.

Estado tem 23,7% de jovens que nem estudam nem trabalham

Dayana do Nascimento tinha 15 anos quando engravidou e parou de estudar. Nunca mais pegou nos livros de novo. Hoje com 19, ela está desempregada, tem três filhos para criar e depende da ajuda da mãe para sobreviver. Assim como Dayana, 215 mil jovens potiguares com idade entre 15 e 29 anos não estudam e também não possuem qualquer ocupação remunerada. Conforme a Síntese de Indicadores Sociais 2013 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada ontem e elaborada com base em dados colhidos em 2012, no Rio Grande do Norte, 23,7% da população dessa faixa etária encontra-se nessa situação, ou seja, 6,78% da população total do Estado.

O índice está acima da média nacional, de 19,6%. Segundo IBGE, o Nordeste é a região com maior proporção de jovens que não estudam e nem trabalham. A pesquisa aponta também que as mulheres brasileiras são maioria entre os jovens nessas condições: 70,3%. Entre as garotas pesquisadas, 58,4% tinham pelo menos um filho.

Dayana retrata uma parte dessas estatísticas. A reportagem a encontrou em uma rua da comunidade do Passo da Pátria, sentada na calçada com mais três amigas, jogando baralho, uma das atividades que pratica diariamente. Em meio às apostas e discussões do jogo, ela contou que parou de estudar pouco antes do primeiro filho nascer, quando tinha 15 anos. “Depois tive outro com 16 e mais outro com 19”, contou, antes de voltar a discutir com as amigas por uma moeda de 25 centavos.

Dayana parou de estudar na antiga 7ª série, hoje 8º ano. Chegou a trabalhar em um restaurante, mas não conseguiu mais nada desde então. Ela diz ter dificuldades para conseguir um emprego e que as oportunidades que aparecem são poucas. “Minha mãe é quem me ajuda. Ela cuida de um idoso”, explicou, referindo-se ao trabalho da mãe.

A evasão escolar no limiar dos ensinos Fundamental e Médio também está entre os pontos abordados pela pesquisa do IBGE. Os indicadores mostram que a maior parte dos jovens do país que nem trabalham nem estudam, 38,6% deles, têm ensino médio completo, mas outros 32,4% sequer completou o Ensino Fundamental. 

No Rio Grande do Norte, a análise de frequência líquida escolar aponta que apenas 44,2% das crianças de 15 a 17 anos cursavam o Ensino Médio na época da pesquisa. Este número de evasão escolar é bem maior se comparado com o ensino fundamental, em que as crianças de 6 a 14 anos que frequentam as aulas chegam a 91,9% no Estado.

“Muitos acabam largando os estudos porque estão trabalhando para tentar a sobrevivência da família. Outros foram reprovados e se afastaram da escola, desmotivados. Então é um conjunto de fatores. E essas pessoas acabam ficando excluídas do mercado de trabalho”, avalia Ivanilton Passos, analista do IBGE.

Mudança

Do outro lado das apostas do pife estava Gilvaneide Lima, de 21 anos. Ela também está desempregada e passou mais de quatro anos sem se dedicar aos estudos. Contudo, há dois anos, ela resolveu mudar essa realidade. Ela tinha parado na antiga 8ª série, hoje 9º ano. Atualmente, está concluindo o 2º ano do Ensino Médio.

“Eu percebi que só tem oportunidade quem estuda. O povo só quer gente qualificada hoje em dia. Tenho que correr atrás do tempo perdido. O mercado de trabalho está exigente demais”, explicou Gilvaneide. No caso dela, o sustento é viabilizado através do Bolsa Família e também com a ajuda de familiares.

Gilvaneide concorda que as mulheres sejam maioria nessas condições. Para ela, os homens “correm mais atrás”. “Mas acho que também existem mais oportunidade para homens do que para mulheres”, argumentou.

Baixar CD Feras Do Forró e Wilison Dos Teclados Em Apodi-RN