quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Brasil tem mais de 60% de alunos do 4º ano fracos em leitura e matemática

Um estudo da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura) divulgado nesta quinta-feira (4) mostra que no Brasil mais de 60% dos alunos do quarto ano do ensino fundamental têm desempenho entre muito ruim e regular em leitura e matemática.

Já em ciências, a avaliação foi feita com alunos do sétimo ano e diagnosticou que 84% dos estudantes têm desempenho de muito ruim a regular, ou seja, cinco em cada seis alunos têm desempenho fraco, e somente um a cada seis tem desempenho bom ou muito bom em ciências.

O Terceiro Estudo Regional Comparativo e Explicativo (Terce) avaliou o desempenho em matemática, leitura e ciências naturais de 134 mil estudantes do quarto e do sétimo ano de 3.200 escolas do Brasil e de mais 14 países da América Latina: Argentina, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Uruguai e o estado mexicano de Nuevo Leon.

Segundo o estudo, no Brasil, 64,26% dos estudantes do quarto ano ficaram entre muito ruim (2,60%), ruim (17,19%) e regular (44,47%) em leitura. Os outros 35,74% ficaram entre bom e muito bom. O desempenho dos alunos do sétimo ano foi melhor, com 50,7% entre muito ruim e regular em leitura.

Já na avaliação de matemática, 61,40% dos alunos do quarto ano ficaram entre muito ruim (3,47%), ruim (25,82%) e regular (32,11%). Os outros 38,20% ficaram entre bom e muito bom. Já no sétimo ano, menos da metade dos alunos avaliados (48,38%) ficou entre muito ruim (0,30%), ruim (9,32%) e regular (38,68%). A maioria dos alunos do sétimo ano ficou entre bom e muito bom em matemática.



VEJA O DESEMPENHO DO BRASIL EM LEITURA, MATEMÁTICA E CIÊNCIAS
AVALIAÇÃO EM LEITURA AVALIAÇÃO EM MATEMÁTICA AVALIAÇÃO EM CIÊNCIAS
CONCEITO 4º ano 7º ano CONCEITO 4º ano 7º ano CONCEITO 7º ano*
Muito ruim: 2,60%  0,27% Muito ruim: 3,47% 0,30% Muito ruim: 5,20%
Ruim: 17,19% 11,26% Ruim: 25,82% 9,32% Ruim: 34,45%
Regular: 44,47% 35,42% Regular: 32,11% 38,68% Regular: 44,69%
Bom: 31,21% 31,67% Bom: 21,72% 41,63% Bom: 14,20%
Muito bom: 4,53% 35,27% Muito bom: 16,89% 10,07% Muito bom: 1,46%
(*) Obs: Não foi feita avaliação em ciências para o 4º ano do ensino fundamental
Fonte: TERCE/Unesco

Já o desempenho em ciências mostra um grave problema de aprendizado nos alunos do ensino fundamental. Apenas 15,66% dos estudantes conseguiram conceitos bom e muito bom. A grande maioria (84,34%) ficou entre muito ruim (5,20%), ruim (34,45%) e regular (44,69%).

Segundo nota técnica do Instituto Nacional Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), o estudo Terce "é uma etapa no processo educacional no qual políticas públicas baseadas em evidências, constatadas de forma sistemática, podem fazer a diferença para o futuro de alunos provenientes de entornos vulneráveis, buscando assim a equidade do sistema".


*G1

LAGOA DO APODI

video

Ministério Público apela contra convocação de 824 concursados da PM

O Ministério Público do Rio Grande do Norte interpôs apelação civil, na 4ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Natal, contra sentença que determinou a convocação de 824 candidatos aprovados em concurso da Polícia Militar. Para o MPRN, no recurso interposto na Justiça na terça-feira (02) é de que o prazo de validade do concurso expirou em 21 de julho de 2010.

O Ministério Público requer que o Tribunal de Justiça conheça e dê provimento à apelação de modo que a sentença recorrida seja reformada. Assim, o pedido é de que seja reconhecida a inconstitucionalidade da Lei Estadual n° 9.356/2010 e seja declarado judicialmente que o concurso público para provimento dos cargos de soldados da PM teve sua vigência iniciada em 21 de julho de 2006 e o respectivo termo final quatro anos após, em 21 de julho de 2010.

Em 24 de outubro o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJ-RN) determinou que o Governo do Estado convoque os 824 candidatos aprovados na segunda fase do concurso público cujo resultado foi publicado no Diário Oficial do Estado de 8 de outubro de 2013 e aqueles cuja relação de nomes encontra-se nos autos para a 3ª fase do certame. A decisão foi do juiz Cícero Martins, da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal. O número equivale a 17,9% do déficit existente na PMRN (que chega hoje a 4.585), com base no número de 13.466 policiais previsto em lei para o RN.

Apesar da contestação, o Governo do Estado segue cumprindo os trâmites para o ingresso dos novos policiais militares, conforme determinou a Justiça. Nesta quinta-feira (4), a Polícia Militar convocou os candidatos para a realização de exames psicológicos e psiquiátricos. Veja a lista e data dos exames aqui.

*Tribuna do Norte.

Depoimento do filho de Dra. Patrícia Medeiros

Fabrício e sua mãe Dra. Patrícia/reprodução Facebook

Pq isso? Pq você teve que partir dessa formar tão cruel e inesperada mãe? É, creio um dia a tristeza acaba né mas as minhas lembranças nunca se apagarão da minha mente nem tive a oportunidade de me despedir dessa mulher que eu mais amo da minha vida, tentei mãe tente te fazer ficar viva, tentei reanimar juro que fiz de tudo mãe pra te trazer de volta fiquei em panico com medo de você partir. Tanto que eu pedir a Deus que não te deixasse ir embora... Mas os nossos planos infelizmente não são os planos de Deus. Quero que você descanse em paz mãe, amo você mais que tudo... O mundo hoje perdeu uma grande mulher que ja salvou tantas vidas. Te amo mainha, vou cuidar de tudo de Sophia e Rebeca... Vou protejer elas e ser sim um segundo pai. Hoje o céu ganhou um grande anjinho obrigado por ter sido a melhor mãe do universo... Te amo minha eterna mãe, fica com Deus pois espero um dia te encontrar nesse paraíso.

Reprodução original do Facebook de Fabrício Meira

*Fonte: Blog: Alenotícia.

MORRE EM NATAL FILHA DO PREFEITO DE ALEXANDRIA

Faleceu na madrugada desta quinta feira (04/12) em Natal, a Dra. Patrícia Medeiros, 35 anos, filha do prefeito de Alexandria, Dr. Ney Rossatto e Dra. Odília. Ela era casada e tinha três filhos, Rebeca, Sofia e Fabrício. 
De acordo com informações chegadas ao Blog, Dra. Patrícia Medeiros foi encontrada sem vida no banheiro do seu apartamento na capital do estado. Provavelmente acometida de infarto agudo do miocárdio. 

SITUAÇÃO EM QUE SE ENCONTRA A LAGOA DO APODI

A Lagoa do Apodi, está secando, a água da barragem de Santa Cruz passa direto no Rio abaixo e o que as autoridades estão fazendo para salvar a mãe da pobreza?
Os peixes morrendo, a concentração de sal, a falta de oxigênio, a poluição na nossa lagoa...
Situação triste, porque sempre falaram em preservação da Lagoa do Apodi, mas infelizmente não é o que se ver. Principalmente, as autoridades que estão a frente do poder, que já fizeram movimentos em defesa da lagoa e agora, parece que esqueceram da mesma.
A lagoa está servindo apenas de vazante, para fazer ração para os animais.

Acidente com ônibus deixa mortos e feridos na Região Central de Minas

Segundo a PRF, cinco pessoas morreram e 24 ficaram feridas.
Veículo caiu de ribanceira na BR-381, em Bela Vista de Minas.
Acidente deixou mortos e feridos na Região Central de Minas Gerais. (Foto: Reprodução/TV Globo)

Um acidente com um ônibus de turismo deixou cinco pessoas mortas e 24 feridas na madrugada desta quinta-feira (4) no km 344 da BR-381, em Bela Vista de Minas, na Região Central do estado, segundo as informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A cidade fica a 124 quilômetros de Belo Horizonte. Inicialmente, a corporação havia divulgado um número de 17 feridos.

Ainda de acordo com a polícia, o veículo caiu de uma ribanceira de cerca de 50 metros. A PRF informou que os feridos, entre eles o motorista, foram levados para um hospital de João Monlevade, na mesma região. Os corpos das vítimas também foram levados para o município.
Conforme a polícia, o ônibus de turismo havia saído de Ribeira do Pombal (BA) e viajava em direção a São Paulo (SP).

Ônibus caiu em ribanceira, em Bela Vista de Minas, na Região Central. (Foto: Reprodução/TV Globo)
 
*G1

Desembargadores fazem visita aos deputados estaduais

Crédito da foto: João Gilberto

Uma comitiva formada por doze desembargadores do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, comandada pelo presidente em exercício, o desembargador Saraiva Sobrinho, realizou uma visita de cortesia à Assembleia Legislativa e pediu a recomposição das receitas do Poder Judiciário. A proposta orçamentária encaminhada pelo Executivo cortou R$ 64 milhões do orçamento elaborado pelo Tribunal de Justiça. Os desembargadores foram recebidos, na manhã desta quarta-feira (03), pelo presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Ricardo Motta (PROS), o relator do orçamento, o deputado José Dias (PSD) e outros nove parlamentares.

“Gostaria de dizer que nossa visita é de cortesia. Uma saudação pelas festas de fim de ano e dizer do nosso respeito pela Assembleia Legislativa. Vamos discutir em conjunto as nossas atribuições confluentes”, anunciou o presidente eleito para o próximo biênio, o desembargador Cláudio Santos.

O presidente da Assembleia, Ricardo Motta, defendeu o diálogo para enfrentar a crise financeira do Estado. “Reafirmo aqui a nossa disposição para o diálogo. Somos um ponto de convergência e temos consciência das dificuldades orçamentárias. De mãos dadas, vamos ajudar a tirar o Rio Grande do Norte da situação em que se encontra”, declarou.

Segundo o relator do orçamento, o deputado José Dias (PSD), já existe um consenso na comissão para restabelecer os valores nominais destinados aos Poderes no ano de 2014. Com isso, está assegurado ao Poder Judiciário R$ 1,3 milhão a mais, com recursos da reserva de contingência prevista no orçamento. “Não estamos discutindo as necessidades e o papel do judiciário, que são fundamentais. Não temos como chegar ao valor solicitado pela total incapacidade financeira do Estado repassar os recursos”, finalizou.

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO