terça-feira, 17 de março de 2015

Comunidade rural de Apodi recebe equipamentos do projeto Segunda Água

Os agricultores familiares da comunidade Melancias, localizada na zona rural de Apodi, receberam na última sexta-feira (13) equipamentos que compõem o projeto Segunda Água, como caixas d´água e itens para irrigação de pomares.

A ação foi conduzida pelos extensionistas da Emater-RN, do escritório local de Apodi, com o apoio do escritório regional de Mossoró. O município foi beneficiado com a construção de 50 barragens subterrâneas, distribuídas em 12 comunidades rurais. O projeto é financiado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), com contrapartida do Governo do Estado do Rio Grande do Norte. Para 2015, está prevista a construção de 1.300 barragens subterrâneas no território estadual.

No mesmo dia, os extensionistas realizaram a entrega das sementes aos agricultores da comunidade Melancias, considerado modelo na execução do programa Banco Comunitário de Sementes na região.

Participaram da solenidade, além dos beneficiários e técnicos da Emater-RN, representantes do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Apodi, presidentes de associações comunitárias do município, técnicos locais e assessores regionais.

SEGUNDA ÁGUA - O projeto tem o objetivo de promover a conservação, a preservação e a reconstituição dos agroecossistemas com a adoção de práticas focadas no ambiente natural. O Segunda Água possibilita o desenvolvimento econômico, social e ambiental de maneira sustentável dos agricultores familiares.

O projeto Segunda Água é representado pela implantação de Unidades Técnicas Demonstrativas (UTDs) de barragens subterrâneas, renques, barramentos assoreadores, cacimbões, hortas e pomares nas propriedades.

Essas tecnologias são adaptadas ao semiárido, permitindo a recuperação do meio ambiente com o acúmulo de água de qualidade para produção de alimentos e suporte forrageiro.
 

*www.emparn.rn.gov.br

Presos iniciam rebelião na Penitenciária Agrícola Mário Negócio, em Mossoró

A onda de rebeliões em presídios do Estado, que teve início na capital, também chegou na segunda maior cidade do Rio Grande do Norte.

Na Penitenciária Agrícola Mário Negocio (PAMN), localizada às margens da RN-015, saída para o município de Baraúna, os detentos tocaram fogo em colchões e estão destruindo as celas instaladas nos pavilhões do regime fechado.
Viaturas da Força Tática da Polícia Militar e outras unidades estão no local para tentar conter a revolta dos detentos.
Os bombeiros também foram acionados para debelar as chamas. Muita fumaça e tiros são presenciados pelas pessoas que aguardam informações do lado de fora.
Agentes penitenciários estão preocupados por ser dia de visitas dos familiares dos presos.
A unidade que tem a capacidade para 200 presos, está atualmente com 580.




Fonte: Mossoró Hoje/João Moacir.

Motins continuam e presos quebram celas em São Paulo do Potengi

G1/RN - Presos do Centro de Detenção Provisória de São Paulo do Potengi, cidade da região Agreste potiguar, também se rebelaram e depredaram as celas durante um motim realizado na manhã desta terça-feira (17). Agora são nove as unidades prisionais onde os detentos causaram destruição e prejuízos aos sistema penitenciário potiguar. A Coordenação de Administração Penitenciária (Coape) ainda não sabe informar o prejuízo causado aos cofres públicos.

Preso esfaqueado

Ainda nesta terça, além das rebeliões em Caicó e São Paulo do Potengi, um preso foi esfaqueado dentro de Alcaçuz, maior unidade prisional do RN. A penitenciária fica em Nísia Floresta, na Grande Natal. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi enviada ao local, mas a entrada da ambulância ainda está sendo negociada com os detentos.

PRESOS DE NATAL SÃO TRANSFERIDOS PARA O INTERIOR

Cerca de 100 presos começaram a ser transferidos de Natal para Parelhas.

Rebelião no Presídio de Caicó

Em entrevista ao Panorama 95 (Rural FM) o diretor do Presídio de Caicó, Alex Dantas confirmou que os presos do Pavilhão C iniciaram um tumulto, com queimas de colchões e destruição de celas. A intenção deles, de acordo com Alex é se infiltrarem nos demais pavilhões.

Informações dão conta de que o tumulto já teria chegado no Pavilhão B. Alex não soube informar se o movimento de hoje tem alguma ligação com os realizados em Natal na noite desta segunda-feira (16).

*Por Marcos Dantas.

Força Nacional chega a Natal para atuar na contenção de rebeliões

Um avião Hercules pousou na Base da Aeronáutica em Parnamirim no final da manhã desta terça-feira, 17, trazendo tropas da Força Nacional de Segurança para atuar na contenção das rebeliões e atos de vandalismo que vêem ocorrendo no Rio Grande do Norte nos últimos dias.

A presença das tropas da Força Nacional foi solicitada pelo Governador Robinson Faria para reforçar o trabalho do sistema de segurança do Estado dentro das medidas emergenciais tomadas pela administração.

Os homens que desembarcaram na Base Aérea vieram de Brasília e seriam transportados em cinco ônibus.

28ª Morte violenta em Mossoró em 2015: Popular foi morto quando chegava em casa nas Malvinas

Depois de 10 dias em uma aparente paz, a cidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte, registrou na manhã de hoje, 17 de Março, mais uma morte violenta em 2015.

O crime aconteceu por volta de 8 horas da manhã na Rua Francisca Pereira de Azevedo, próximo ao Bar da Goiaba no bairro Nova Vida. Arnaldo José da Silva, 58 anos de idade, foi alvejado com quatro disparos de arma de fogo, sendo um tansfixante na mão esquerda, e três penetrantes, um na região glútea e dois no tórax, próximo ao pescoço e morreu no local.

Segundo informações, Arnaldo tinha acabado de chegar em casa, quando foi surpreendido por dois elementos de motocicleta que chegaram atirando. Agentes da Delegacia de Homicídios de Mossoró, “Dehom” foram informados que Arnaldo era acusado de matar uma pessoa no bairro, onde morava e estava sendo ameaçado de morte. Ele estava com um revólver municiado na cintura.

O Bacharel Bacharel Rafael Arraes, titular da Especializada, confirmou os rumores do crime praticado por Arnaldo, mas como não era do seu conhecimento, iria checar a informação.

Viaturas de rádio Patrulha da Policia Militar isolaram o local para os procedimentos das equipe da Polícia civil e do Instituto Técnico e Científico de Polícia, Itep. O corpo de Arnaldo José da Silva foi removido e necropsiado na sede Regional do órgão em Mossoró.

*Informações e imagens: O Câmera.

Governo do RN decreta situação de calamidade do sistema prisional do estado e institui força tarefa‏

O Diário Oficial traz nesta terça-feira (17) a publicação do decreto nº 25.017 que declara a situação de calamidade do sistema prisional do estado. Com a decisão, medidas de emergência serão adotadas como forma de restabelecer a normalidade do sistema no Rio Grande do Norte. A redação apresenta ainda a criação de uma força tarefa para adotar e executar medidas urgentes como construção, restauração das unidades parcialmente destruídas, reformas, adequações e ampliações com objetivo de criação de novas vagas.

À força tarefa caberá também a contratação emergencial de projetos construtivos; nomeação de agentes penitenciários aprovados no último concurso público para atendimento dos serviços de vigilância e estabelecimento de relações administrativas com órgãos federais para concessão de financiamentos. Para fiscalizar o desenvolvimento das medidas, será designada uma comissão especial de licitação, instituída na Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania.

Em funcionamento, a Força Tarefa deverá apresentar ao Governador Robinson Faria, a cada 30 dias, um relatório circunstanciado das atividades.

As medidas da situação de calamidade foram propostas após a apreciação do relatório de Situação e Diagnóstico, e consideram a destruição por parte dos rebelados de mil vagas divididas entre Alcaçuz (450), Presídio Estadual de Parnamirim (250) e Cadeia Pública de Natal (300). Além disso, o Governador Robinson Faria entrou em contato pessoalmente com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, para requisitar apoio para a solução dos problemas do sistema prisional. Também foi solicitado o auxílio da Força Nacional e do Departamento Penitenciário Nacional, Depen.

O decreto da situação de calamidade foi resultado de uma reunião que ocorreu na manhã desta segunda-feira (16) entre o Governador Robinson Faria, a secretária chefe do Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha, a secretária de Segurança Pública, Kalina Leite, representantes da Polícia Militar, Consultoria do Estado, Polícia Federal, o juiz de Execução Penal, Henrique Baltazar, e da coordenação da Administração Penitenciária.

Fotos: Vivian Galvão

INFORMAÇÕES À IMPRENSA:

Assecom-RN: (84) 3232-5204 / 5152

Segurança no RN será reforçada com 200 homens da Força Nacional

Anúncio foi feito pela Secretaria de Segurança, após atentados contra ônibus.

A Força Nacional deverá chegar ao Rio Grande do Norte nas próximas horas para reforçar a segurança do Estado. Nesta segunda-feira (16), uma crise se instalou após rebeliões e ataques incendiários contra ônibus. Isso despertou pânico na população.

De acordo com a Sesed, o Estado mobilizou o efetivo policial necessário para o enfrentamento das demandas oriundas dos motins registrados. A partir de amanhã (17) o Estado contará com o incremento de 200 homens da Força Nacional de Segurança Pública e dois helicópteros para reforçar o policiamento não somente nas áreas prisionais, mas em toda capital. Já houve prisões de pessoas ligadas aos atentados a ônibus, apreensões de armas e explosivos.

"O Governo ratifica o compromisso com a população no sentido de garantir a ordem, resguardando os direitos humanos, e pede que os cidadãos mantenham a tranquilidade frente a esse movimento episódico e temporário que aflige, por ora, a paz social e que evite compartilhar boatos e informações inverídicas por meio das redes sociais", disse através de nota. 


*JBelmont.

8ª Morte violenta na cidade de Baraúna em 2015

No inicio da noite de ontem, 16 de Março de 2015 foi registrada a oitava morte violenta na cidade de Baraúna, Região Oeste do Rio Grande do Norte. Motoqueiro foi seguido por dois elementos que estavam de motocicleta e morto no meio da rua.

Nielisson Fontes Carvalho, 26 anos de idade, natural de Mossoró, mas residia em Barauna foi baleado com dois disparos na cabeça e morreu no local. O crime aconteceu na Rua Hermenegildo Montenegro no centro da cidade.

Os motivos e a autoria continuam um mistério. A Policia foi informada que Nielisson trabalhava na Fabrica de Cimento Mizu e emprestava dinheiro a juros, mas não confirma se o crime tem relação com as atividades exercida pela vitima.

A equipe de plantão no Instituto Técnico e Científico de Polícia, Itep foi acionada para os procedimentos e remoção do corpo para a necropsia na sede Regional do órgão em Mossoró.


*O Câmera.

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO