quinta-feira, 30 de abril de 2015

SONDAGEM: Empresa faz estudo de solo para Campus de Apodi

As obras do Campus de Apodi vão entrar em ritmo mais acelerado depois de um estudo de resistência de solo que foi iniciado no começo da semana. A empresa responsável pela construção identificou, após a escavação, que é necessário a sondagem porque alguns pontos não estavam de acordo com o projeto. "O estudo será custeado pela construtora", esclarece o assessor de obras da Universidade, Osmídio Dantas, prevendo que até o início da próxima semana, a análise de solo estará pronta.

Paralelamente a esse estudo, as obras estão sendo tocadas, embora mais lentamente, mas isso não atrasará o cronograma de conclusão prevista para meados de 2016. Pelo contrário, o levantamento do solo permitirá que a execução seja acelerada, uma vez que o estudo dará mais segurança à empresa construtora. "Tal serviço não compromete o cronograma inicial da obra. Após a conclusão da sondagem será iniciada a execução dos serviços de fundação (alicerce)", adianta Osmídio Dantas.

"Esse estudo do solo tem como principal objetivo conhecer o sub-solo, fornecendo subsídios indispensáveis para escolher o tipo de fundação mais adequado, evitando assim possíveis riscos na qualidade da obra e nos proporcionando maior segurança na obra. Um trabalho de grande importância e aprendizado ", disse a técnica em edificações e responsável pelo acompanhamento e fiscalização da obra, Luécia Régis Franco.

Até o momento já foram executados os serviços de instalação do canteiro de obras, limpeza do terreno, locação da obra e escavação das fundações.

O Campus de Apodi terá 30 salas de aula. Serão investidos mais de R$ 4 milhões na obra, recursos de emendas parlamentares.


Fotos: Luécia Franco

APODI SE DESPEDE DE DÃO BARALHO

 Foto: Lindomar Alves
Praticamente todos os mototaxistas estão muito tristes, pois ontem 29 de abril a cidade de Apodi perdeu um colega de trabalho em um acidente de trânsito. Que Deus conforte toda a sua família e os amigos que sentem a partida de Dão Baralho!
Foto: Lindomar Alves

Walter Alves apresenta projeto para ampliar acesso aos juizados especiais

Atento ao êxito dos Juizados Especiais, que comprovou sua eficiência e conquistou a sociedade nas últimas duas décadas com a redução significativa do tempo de solução de conflitos no poder judiciário, o deputado Walter Alves (PMDB-RN) apresentou um projeto de lei que amplia o acesso do cidadão ao benefício.

De acordo com as regras atuais, os Juizados Especiais Cíveis e Criminais, criados pela União, Estados e Municípios, são órgãos da Justiça, encarregados de promover a celeridade processual, orientando-se pelos critérios da oralidade, simplicidade, informalidade e economia processual. Ocorre que a lei 9.099/95, que os instituiu, estabeleceu um limite de 40 salários mínimos para o acesso aos seus procedimentos simplificados. Essa situação tem impedido que questões relativas a solução de conflitos de consumo muitos bens duráveis que ultrapassam esse liminte possam usufruir dos Juizados Especiais.

Por essa razão, o deputado apresentou à Câmara dos Deputados o PL 1.280/2015, que amplia esse limite para sessenta salários mínimos. Ao justificar sua iniciativa, o deputado declarou que “os juizados especiais cíveis (JECs) trouxeram mudanças qualitativas na prestação jurisdicional disponibilizada pelo Estado brasileiro, possibilitando a democratização do acesso à justiça”.

Walter Alves justifica a proposta de ampliação do limite de acesso para sessenta salários mínimos, também, pelo fato de que hoje, além das pessoas físicas, as microempresas, empresas de pequeno porte, Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) e sociedades de crédito ao microempreendedor já utilizam os juizados especiais para a solução de suas demandas.
 

Walter Alves - O deputado do RN.

Bandidos tentam invadir casa do deputado Kelps Lima

Do Xerife: Bandidos tentaram invadir a residência do deputado estadual Kelps Lima, por volta da meia-noite, tentando derrubar o muro e desativar a cerca elétrica. Segundo o parlamentar, ele ligou para a Polícia Militar e quando a viatura chegou os homens haviam fugido.

Kelps constatou que os homens derrubaram parte do muro, mas ele já providenciou o reparo na manhã de hoje (30) e pretende reforçar a segurança.


Isso prova a insegurança, que passa a população noteriograndense.

51ª Morte violenta em Mossoró: Jovem foi perseguido e morto dentro de uma residencia no Costa e Silva

Ítalo Henrique Gomes de Araújo, “Frajola” de 24 anos de idade, foi morto dentro de uma casa no Costa e Silva em Mossoró no Rio Grande do Norte no inicio da noite de hoje, 29 de Abril de 2015.

Moradores da Rua Nossa Senhora Aparecida, localizada por trás da Inter Tv Costa Branca, informaram que o jovem entrou na rua, correndo e pedindo socorro. Ele já estava baleado e sendo perseguido por dois elementos em uma motocicleta de cor escura.

Frajola ou Ceguinho como era conhecido, tentou escapar entrando na residência aonde acontecia um ensaio de uma banda musical, mas foi seguido e morto dentro do quarto, com vários disparos de arma de fogo. Segundo informações, sua família mora na Vicente Leite na região do Papoco.

Na semana passada, ele e outro individuo, foram detidos por Agentes da Guarda Civil Municipal, depois de efetuarem disparos contra a guarnição. Quando estavam sendo perseguidos pelos agentes, bateram com a motocicleta em um veiculo, foram detidos e conduzidos para a Delegacia de Plantão.

A Policia não tem informações sobre os acusados e nem a motivação para o crime. O corpo de Ítalo Henrique Gomes de Araújo, foi removido e será necropsiado na sede Regional da Unidade do Instituto Técnico e Científico de Polícia, Itep em Mossoró.

*Informações e imagens: O Câmera.

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO