quinta-feira, 28 de maio de 2015

APODI TEM PREFEITO, GOVERNO E PRESIDENTE???

Apodi é um município do Rio Grande do Norte, que continua esperando pelo desenvolvimento. Pregou-se muito que havia atraso e que Apodi estaria no caminho do desenvolvimento a partir do ano de 2013. A população, que confiou de quem fez promessas em praças públicas, nas esquinas cidadãs e logo começou a desconfiar da gestão. A defesa da gestão, que era pouco tempo e que precisa de 20 anos para ser cobrado.
Em 2014, mais uma vez a população deu crédito aos candidatos do gestor e elegeu governo, presidente, deputados federais e estaduais, senadora e presidente. O povo iludido, com a euforia da eleição disse, agora Apodi vai ter desenvolvimento, porque tem prefeito, governo e presidente. Mas eu pergunto, o desenvolvimento já chegou em Apodi?
Não estamos vendo o desenvolvimento... muitas reclamações diariamente nas emissoras de rádio, por falta de iluminação pública, falta de atendimento médico, falta de agentes de saúde em algumas comunidades, falta de estradas, falta de transporte universitário, falta de conclusão das obras iniciadas na gestão passada, falta de professor em algumas salas de aula, problemas e mais problemas.
Cheguei a perder um emprego, porque falei abertamente, que não votaria em nenhum candidato que tivesse apoio do gestor.
Mas hoje estamos sentindo, que tínhamos razão, porque, mesmo com a presidente, com o governador, com uma senadora, a gestão do município de Apodi não consegue mostrar a população, a que veio.
O povo percebe que o município não apresenta melhoras em nada, em nenhum setor. 

Oficialmente a família fez a identificação dos jovens encontrados mortos próximo ao lixão em Mossoró

Os dois jovens encontrados mortos próximo ao lixão na estrada do Óleo em Mossoró, na manhã de terça feira, 26 de maio, foram reconhecidos por seus familiares no Instituto Técnico e Científico de Polícia, Itep.

James da Silva de Jesus de 25 anos de idade, “24 de Dez de 1989” era natural de Açailândia, no estado do Maranhão e residia na Rua Ricardo Guilherme de Lima no bairro Aeroporto em Mossoró e Maxsuel Viana Aires de 14 anos, “03 de Ago de 2000” residia na Travessa Wilson Rosado no Ouro Negro.

Os corpos já haviam sido reconhecidos pelas famílias, mas faltavam a documentação exigida pelo Coordenadoria de Medicina Legal “Comele” para os devidos procedimentos e liberação.

James da Silva foi liberado e sepultado no final da manhã de hoje. A família de Maxsuel Viana só conseguiu a identidade e a liberação na delegacia, no final da manhã, mas por falta de uma data no documento fornecido pelo Itep, o Cartório não forneceu o documento, autorizando o sepultamento do adolescente.


*Informações e imagens: O Câmera.

WILSON OLIVERIA CONTINUA REALIZANDO CAMPANHAS EM APODI

Recebemos a doação da Senhora Gracinha Brasil de um verificador de pressão digital e entregamos a Sra. Corina Aurina de Lima de 93 anos de idade que estava necessitando do mesmo, agradecemos á todos que nos ajuda a ajudar as pessoas.
Obs.: se você tiver qualquer coisa que não use mais e SEJA ÚTIL PARA O PRÓXIMO e SE QUISER DOAR, LIGUE PARA NÓS (84) 9156 3020, 9820 9649 que juntos doaremos a quem realmente precisa. PARTICIPE!

PM usa bombas em reintegração perto do aeroporto do Recife

Polícia tenta retirar moradores na Avenida Recife, ao lado do Aeroporto Internacional dos Guararapes (Foto: Marlon Costa/Futura Press/Estadão Conteúdo)

Do G1 PE - A Polícia Militar usou balas de borracha e bombas de efeito moral durante uma reintegração de posse, na manhã desta quinta-feira (28), em terreno ocupado pela comunidade Cacique Xicão, no Recife. Algumas famílias estão saindo tranquilamente, mas há focos de resistência: um grupo ateou fogo em um trecho da ocupação e outro tentou invadir a pista do Aeroporto Internacional dos Guararapes.

O local ocupado fica entre o aeroporto e a Avenida Recife, no bairro do Ipsep, Zona Sul da capital, onde há uma antiga linha férrea. Na área de 800 m², que pertence à União, vivem cerca de 400 pessoas em 175 barracos, de acordo com levantamento feito pela polícia.

A desocupação foi determinada pela Justiça Federal em Pernambuco, em 13 de maio. Segundo a decisão da 12ª Vara Federal, a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) disse que a desocupação imediata é necessária porque o local é uma faixa de segurança aérea, muito próxima à cabeceira da pista.

O trecho da Avenida Recife que passa perto da comunidade está interditado. De acordo com a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), que acompanha a movimentação, o perímetro onde está sendo cumprida a ordem judicial está bloqueado também. Para a circulação do trânsito, estão sendo feitos desvios na entrada do bairro do Ibura e na Rua Senador Robert Kennedy. O tráfego no local está complicado.

A Polícia Federal e a Polícia Militar acompanham a reintegração de posse com os oficiais de justiça.

De acordo com o assessor de comunicação da Polícia Militar, major Júlio Aragão, 319 policiais acompanham a reintegração. "Estamos atuando junto com a Polícia Federal, no sentido de dar segurança aos ocupantes, de atender à determinação judicial e dar segurança a todas as pessoas que direta e indiretamente estão envolvidas nessa reintegração de posse", disse.

Pedido de reintegração

 
O chefe de comunicação da Polícia Federal em Pernambuco, Giovani Santoro, afirmou que as pessoas que estão no local estão pondo em risco a própria vida, já que a área não tem rede de esgoto e é muito próxima da pista do aeroporto. Segundo ele, a sujeira do local atrai aves que podem entrar na turbina dos aviões, causando acidentes. "É uma questão de segurança, uma área que pertence à aviação civil", afirmou.

O mesmo argumento foi usado pela Infraero nas audiências que foram realizadas sobre o caso. A empresa salientou que a falta de tratamento sanitário pode prejudicar o tráfego das aeronaves. Além disso, dois incêndios ocorridos na comunidade também causaram preocupação pelo risco às operações do aeroporto.

A decisão judicial também determinou que as famílias fossem inscritas em programas habitacionais da Prefeitura do Recife e do Governo do Estado, de acordo com as prioridades e o cronograma e disponibilidade de cada órgão. Os moradores da Comunidade Cacique Xicão ocupam a área há pelo menos dois anos.

 
PM cumpre reintegração de posse na Comunidade Cacique Xicão. (Foto: Everaldo Silva / TV Globo)

Caminhão carregado de tomate e beterraba tomba na BR 405, em Uiraúna

Um caminhão Ford, com placas de Natal/RN, carregado de tomate e beterraba tombou na tarde desta segunda-feira (25) na BR 405, a cerca de 5 quilômetros de Uiraúna.

O condutor do veículo, Marcelo Texeira, natural da cidade de João Câmara/RN, informou que vinha da cidade de Irecê/BA e estava seguindo para Mossoró/RN, quando perdeu o controle do caminhão e veio a sair da pista, tombando.

O motorista sofreu apenas escoriações pelo corpo, sendo atendido pelo SAMU de Uiraúna.

A carga se espalhou pelas margens da rodovia e o proprietário acabou liberando para que fosse aproveitada por moradores próximos ao local do acidente.

A Polícia Militar de Uiraúna também esteve no local e realizou os procedimentos cabíveis.


*Informações e imagens: Uiraúna.net.
 







Caminhonete F4000 roubada do Sito Jucá em Upanema: Gratificação para quem encontrar.

Bandidos invadiram uma propriedade na zona rural de Upanema na madrugada de quinta feira dia 21 de maio e roubaram uma caminhonete F4000 de cor azul de placa HUY 4799. A propriedade “Sitio Jucá” fica localizada as margens da BR 110 entre Upanema e Mossoró.

Quem encontrar vai ser bem gratificado; Basta ligar para a Polícia ou para os telefones: 9662 6737 ou 9855 6539.

Morre alemão ferido em apartamento que explodiu no Rio

O alemão Markus Muller morreu na madrugada desta quinta-feira (28) no Hospital Pedro II, em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio, como informou o Bom Dia Rio. Ele era morador do apartamento que explodiu em São Conrado, na Zona Sul, no dia 18. Os médicos chegaram a tentar reanimá-lo, mas não conseguiram. Markus teve mais da metade do corpo queimado e estava internado no Centro de Tratamento de Queimados da unidade.

Nesta quarta (27), o diretor do Instituto de Criminalística Carlos Éboli Sérgio William informou que a explosão foi causada por um acidente em uma instalação de gás da cozinha. O problema teria acontecido na peça conhecida como rabicho. Segundo médicos do primeiro hospital para onde foi levado, o Miguel Couto, no Leblon, Markus disse que foi torturado por um assaltante e que esse criminoso teria feito ameaças de explodir o apartamento. O diretor da unidade afirmou que Markus estava agitado e repetia a mesma história.

Segundo os peritos do ICCE, o que aconteceu no prédio de São Conrado foi um acidente provocado pela a má instalação no rabicho de gás — cano de ferro que faz a ligação da tubulação de gás que fica na parede do prédio com o aparelho. “Se comprova pelo aspecto da fita que não houve uma fixação até o final. Isso foi impedido tecnicamente pelo alongamento que existe entre a instalação e a parede para poder o rabicho ficar perfeitamente fixado e atarrachado”, afirmou William.

O diretor Sérgio William disse ainda que uma sobreposição nos azulejos das paredes podem ter contribuído para a má instalação do aparelho de gás. “O que a gente conseguiu verificar, porque o setor de criminalística esteve no local, que em outras paredes e nesta que não existia mais, tinha azulejo sobre azulejo. Nesta confecção você consegue diminuir o espaçamento para atarrachar. A peça engana, porque ela cobre a conexão entre a parede e o rabicho”, relatou o diretor do ICCE.

William afirmou também que a peça encontrada no apartamento que faz a ligação entre o equipamento de gás é nova. “Pelo aspecto [do rabicho] e pelo selo é uma peça nova”, contou o diretor. A investigação do acidente está sendo realizada para 15º DP (Gávea).

A explosão aconteceu no dia 18 de maio e causou a destruição de apartamentos do Edifício Canoas, na Rua General Olímpio Mourão Filho, em São Conrado, na Zona Sul do Rio. Vários apartamentos foram danificados e quatro pessoas ficaram feridas — uma foi encaminhada para o hospital Miguel Couto, no Leblon, na Zona Sul, e três atendidas no local pelos bombeiros.
  
*Do G1 Rio.

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO