quinta-feira, 8 de outubro de 2015

8 DE OUTUBRO - DIA DO NORDETINO!

Quem não aprecia uma dessas comidas, não sabe ser Nordestino!
 

Mesmo encalacrado Cunha continua mandando na Câmara que derrota o governo mais uma vez

Apesar de encalacrado até a tampa por causa das contas na Suíça, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, mostra que continua podendo na Casa.

Pelo segundo dia seguido faltou quórum para o legislativo votar os vetos da presidente Dilma Rousseff.

Podendo, porém, tão ameaçado de perder o cargo quanto a presidente da República.

Um grupo de deputados quer o imprachment de Eduardo Cunha.


De Thaisa Galvão.

PF apura desvios de R$ 500 mil do Fundo da Educação Básica na BA


A Polícia Federal na Bahia deflagrou na manhã desta quinta-feira (8) a “Operação Cabeças”, que apura a suspeita de desvios de verbas de R$ 500 mil das contas do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) na prefeitura de Governador Mangabeira, no Recôncavo Baiano.

Foram cumpridos 13 mandados de busca e apreensão expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região. Ninguém foi preso. Os desvios teriam acontecido na atual gestão, da prefeita Domingas da Paixão. Segundo a investigação, o valor desviado foi pago a uma empresa do ramo de construções em Alagoinhas.

Com as buscas desta quinta, a PF pretende apurar o envolvimento de uma organização criminosa composta por dez empresas. A polícia também investiga diversas irregularidades em recursos federais destinados à saúde e à educação, apontados por órgãos como o Tribunal de Contas dos Municípios na Bahia (TCM-BA), desde 2009.

A polícia informou ainda que são convocadas 40 pessoas em sete cidades baianas: Governador Mangabeira, Salvador, Alagoinhas, Cruz das Almas, Santo Antônio de Jesus, Maragogipe eFeira de Santana. A operação contou com o efetivo de 71 policiais federais. Os envolvidos responderão por crimes de desvio de verbas públicas, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Conforme a PF, a operação recebeu o nome de “Cabeças” porque, segundo a história descrita no site da prefeitura, foi o nome como era conhecida a localidade onde está estabelecido o município de Governador Mangabeira.

O Fundeb é um fundo especial, de âmbito estadual, formado por recursos provenientes dos impostos e transferências dos estados, Distrito Federal e municípios, vinculados à educação. Todo o recurso gerado é redistribuído para aplicação exclusiva na educação básica.

O G1 tentou entrar em contato com a prefeitura por telefone, mas as ligações não foram atendidas

Suíça bloqueia US$ 2,4 milhões das contas de Cunha

BRASÍLIA - Autoridades da Suiça bloquearam US$ 2,4 milhões, o equivalente a R$ 9,6 milhões, em contas secretas do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e de familiares dele, segundo disse nesta quinta-feira ao GLOBO uma fonte que acompanha o caso de perto. Os extratos com o registro do saldo nas contas foram enviados pelo Ministério Público suíço e chegaram ontem à tarde na Procuradoria-Geral da República. Caberá agora ao procurador-geral Rodrigo Janot decidir se pede abertura de um novo inquérito ou se apresenta nova denúncia contra Cunha, que insiste em negar ser correntista no país europeu e que ‘não há hipótese de renunciar à presidência da Casa. Ontem, o site do GLOBO revelou que Cunha usou empresas offshore para movimentar contas bancárias na Suíça. Hoje, a informação do bloqueio do montante em conta secretas fora do país foi revelada pelo jornal "Folha de S. Paulo".

As contas foram descobertas em abril deste ano e desde então o presidente da Câmara vinha sendo investigado na Suíça por corrupção passiva e lavagem de dinheiro desviado da Petrobras. Cunha é suspeito de receber propina numa transação relacionada vazamento de informação privilegiada e venda, para a Petrobras, de um campo de petróleo no Benin. O presidente da Câmara foi denunciado, em agosto, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Cunha foi acusado de receber US$ 5 milhões em propina para facilitar a compra de dois navios-sondas da Samsung Heavy Industries, pela Petrobras, um negócio de US$ 1,2 bilhão. O negócio teria resultado em propina no valor total de US$ 40 milhões. Outros dois acusados no caso, o lobista Fernando Soares, o Baiano, e o ex-diretor da área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró já foram condenados por Sergio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba.

Baiano foi condenado a 16 anos e um mês de prisão. Cerveró deverá cumprir 12 anos e 3 meses. Na denúncia que fez, Janot pede que Cunha devolva ao cofres públicos US$ 80 milhões, soma entre multa e valores desviados. As investigações iniciadas na Suíça podem se complementar com outras informações já obtidas pelo Ministério Público Federal e pela Polícia Federal no Brasil.

DEPOIMENTO DE LOBISTA FOI CRUCIAL

Parte das suspeitas das autoridades suíças sobre a movimentação financeira de Cunha foram confirmadas pelo lobista João Augusto Rezende Henriques. Em depoimento à Polícia Federal em Curitiba, há duas semanas, João Henriques disse que fez depósito numa conta que, mais tarde, ele descobriu pertencer a Cunha.

A conta destinatária do pagamento foi indicada a ele pelo lobista Felipe Diniz, filho do ex-deputado Fernando Diniz (PMDB-MG), já falecido, um ex-aliado do presidente da Câmara. João Henrique disse que fez o depósito em retribuição à venda de um campo de Petróleo no Benin para a Petrobras. A transação só foi possível graças a uma informação privilegiada que ele recebeu. A partir da informação, o lobista teve um encontro com o empresário Idalecio de Oliveira, que seria o dono de um terreno no Benin.

Os dois fizeram uma sociedade e logo em seguida venderam a área por US$ 15 milhões para a Petrobras. Depois da operação, ele teria embolsado US$ 7,5 milhões. Em seguida, fez pagamentos para pessoas que o ajudaram na concretização do negócio.

"Que, por fim, o interrogando gostaria de adicionar que em relação a aquisição pela Petrobras do campo de exploração em Benin, a pessoa que lhe indicou a conta para pagamento foi Felipe Diniz; Que Fernando Diniz era filho de Fernando Diniz; Que Felipe apresentava dificuldades econômicas; Que a conta indicada para o pagamento pertencia a Eduardo Cunha", afirmou Henriques em depoimento a um dos delegados da Operação Lava-Jato. Henriques foi preso em setembro, na 19ª fase da Lava-Jato, por ordem do juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba.

Logo depois da citação ao nome do presidente da Câmara, o depoimento do lobista foi enviado ao ministro Teori Zavascki, relator da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). A existência e o bloqueio do dinheiro nas contas de conta foram confirmadas pelo Ministério Público da Suíça. Mas, procurado várias vezes desde que o caso veio a público, Cunha repete que não tem contas na Suiça. Ele diz que todas as contas que tem estão declaradas à Receita Federal.

G1

Para driblar colapso, moradores criam rede de água independente no RN

Em Riacho de Santana, município da região Oeste potiguar, parte dos moradores da cidade instalaram uma segunda rede hidráulica para ter água encanada em casa. Mas é preciso pagar. Driblar o colapso no abastecimento, suspenso desde novembro de 2013 em razão da falta de chuvas no interior do estado, custa R$ 30 por mês. O dinheiro é pago a donos de poços que criaram sistemas que não dependem da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern). Atualmente, duas redes particulares fornecem água para aproximadamente 400 famílias.
G1 RN

Após quatro meses, termina greve de técnico-administrativos da Ufersa

Após quatro meses de greve, os servidores técnico-administrativos da Universidade Federal Rural do Semi-árido (Ufersa) retomaram as atividades nesta quinta-feira (8). A decisão foi tomada em comum acordo com o Comando Nacional da Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições de de Ensino Superior Públicas do Brasil (Fasubra). A recomendação é que os técnico-administrativos façam uma força tarefa para colocar as atividades acumuladas em dia, porém não há recomendação para reposição dos dias parados uma vez que a greve foi considerada legal.

A decisão pelo retorno das atividades foi tirada em assembleia realizada na Ufersa Mossoró na terça-feira (6) quando 65 servidores optaram por retornar nessa quinta-feira (8) contra 27 que queriam retornar apenas no dia 13, após o feriado. Outros 5 se abstiveram da votação.

Apesar da pouca conquista no que diz respeito à reposição salarial, os técnico-administrativos avaliaram a greve como positiva. A paralisação foi a maior da história da Esam/Ufersa, bem como da Fasubra. Os ganhos foram nos auxílios alimentação, creche e saúde. No que diz respeito à reposição salarial ficou, de acordo com a categoria, o ganho ficou bem abaixo do esperado com reajuste de 10,8% dividido em duas vezes, com a primeira a partir de agosto de 2016.

Para Francimar Honorato, coordenador da Delegacia do Sinteste-Mossoró, a greve na Ufersa foi o maior exemplo democrático da história da instituição. “Foram mais de 20 assembleias com auditórios lotados, manifestações com ações externas, inclusive fora de Mossoró, e mais de trinta reuniões do comando local, além de reivindicações de uma pauta interna com muitas conquistas”, avaliou.

De acordo com a categoria, outra conquista em andamento é a real possibilidade da implantação do turno contínuo na Universidade. Os estudos já estão sendo viabilizados por setor. “Temos uma comissão permanente trabalhando e estudando a flexibilidade de cada setor”, afirmou Elisangela André, integrante da Comissão do Turno Contínuo. A Comissão parte de dois princípios básicos: o atendimento ao público das 8 às 21h e o número de servidores da cada setor. A previsão é de que ainda esse mês a minuta do Turno Contínuo seja apreciada pelo Conselho Universitário. A criação da Assessoria de Comunicação, uma sala de descanso para os servidores de Pau dos Ferros e a ampliação de vagas nos programas de pós-graduação foram também conquistas da greve.
G1 RN

CARAÚBAS: ESCOLA ESCOL ESTADUAL PROFESSOR LOURENÇO GURGEL DE OLIVEIRA

Do diretor, Wilton Firmino:
Alegria, alegria, alegria...
No dia 02 de outubro, mais um dia feliz para nossa amada escola. Recebi na 13ª DIREC, Apodi -RN, o lindo troféu de Escola Campeã Geral dos JERNs 2015, além de haver recebido muitos elogios em público, pelo bom trabalho à frente da gestão desta Instituição de Ensino. Porém, destaquei lá em meu breve discurso e destaco sempre que, nada disso teria sido possível nesses poucos nove meses de trabalho, se não fosse a dedicação, esforço e compromisso de todos os membros de nossa Equipe "LOURENÇO EM AÇÃO", que envolve todos os funcionários, ex-funcionários, pais, alunos e parceiros.
ENTÃO, VIVA A ESCOLA LOURENÇO GURGEL!!!!
ESSE TROFÉU E ESSES ELOGIOS SÃO PARA TODOS NÓS!!

GREVE DA UERN: Professores rejeitam proposta do Governo e mantêm greve.

Não tem jeito. A greve vai continuar. Decisão tomada pelo professores e técnicos da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN).
Mais de 130 dias de paralisação e continua por tempo indeterminado.

Em Pau dos Ferros oito pessoas foram presas acusadas de roubar os pneus de uma carreta que capotou na BR 405

Equipe da Polícia Civil de Pau dos Ferros, com apoio do destacamento de São Francisco do Oeste e do Sgt Jardel, sob as orientações do delegado Inácio Rodrigues, deteve 08 pessoas com 14 pneus roubados de uma carreta que virou na última terça-feira, dia 06, próximo a São Francisco do Oeste.

Foram detidos: Francisco Henrique Vieira Bento, Francisco Jeferson Vieira de Freitas, Joseilton Wilton da Silva, José Ricardo Macena Ferreira, Antônio Cleidimar da Silva, Pedro Fernandes Junior, Almir Rogério Bezerra Guimarães e José Ronaldo Bezerra Guimarães.

As investigações tiveram início quando o responsável pela carreta registrou o boletim de ocorrência na delegacia alegando não ter conseguindo guinchar a carreta porque além da carga de melão que foi saqueada, as pessoas levaram também os pneus do veículo.
 
Uma equipe da delegacia foi deslocada para a cidade de São Francisco do Oeste para investigar o furto, e na madrugada de hoje (08.10.2015), quando os policiais estavam em campana, três homens num veículo do tipo Palio, cheios de ferramentas, se aproximaram da carreta e foram pegos em flagrante. No decorrer das investigações foi possível esclarecer os autores do furto e o local onde os pneus foram escondidos.

O furto dos pneus fora praticado por dois grupos distintos de São Francisco do Oeste. Os dois grupos foram responsáveis pelo furto de 07 pneus cada, totalizando 14 pneus. Todos os pneus estavam acompanhados de aros.

O que chamou à atenção da polícia, segundo o delegado Inácio Rodrigues, foi a apreensão do Palio usado pelos três homens que inicialmente foram presos, pois trata-se de um palio roubado (clone) que estaria usando a placa de outro carro.

"Esse carro já vinha sendo procurado desde o começo do ano, pois estava passando pelos radares da cidade e contraindo multas em nome de uma pessoa inocente, dona do palio legal que estava emprestando a placa para o roubado", acrescentou o delegado.

Todas as pessoas detidas na operação responderão pelo crime de furto, exceto o proprietário do veículo clonado, que responderá também pelo crime de receptação.
*Agente Thiago - Assessor.
*O Câmera.

Comperve divulga locais de provas do concurso da UFRN

A Comperve divulgou o local de provas do concurso público da Universidade Federal do Rio Grande do Norte que será realizado no próximo domingo (11). Clique AQUI para conferir o seu local prova. É preciso digitar o CPF, data de nascimento e o código verificador.

De acordo com a Comperve, cada candidato disporá de, no máximo, 4h30 para responder todas as provas e preencher a Folha de Respostas. O candidato deverá comparecer ao local designado para a realização das provas munido de caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente.

O acesso à sala onde se realizarão as provas ocorrerá das 7h20 às 8h (horário oficial local). Os portões do local de provas serão fechados, rigorosamente, às 8h, recomendando ao candidato chegar ao local com, no mínimo, 30 minutos de antecedência para o fechamento dos portões.

O candidato que chegar após às 8h não terá acesso à sala de realização das provas e estará eliminado do Concurso.

124ª Morte violenta em Mossoró: João Piolho foi morto no campo de futebol da Favela do Fio

O mês de outubro começou e continua muito violento na cidade de Mossoró, região Oeste do Rio Grande do Norte. Nos 08 primeiros dias, 06 pessoas foram mortas na cidade.
Na manhã de hoje, 08, um popular conhecido apenas como “João Piolho” morador da Rua João Paulo Segundo, foi encontrado morto no campo de futebol do bairro, na Rua José Malaquias de Oliveira, a conhecida rua do Fio.

O Perito Criminal, Otávio domingos, acredita que “João Piolho” tenha sido baleado dentro da favela e chegou ao local tentando escapar dos atiradores. Ele foi alvejado por trás, com cerca de 04 disparos transfixantes, possivelmente de revolver.

Segundo informações de populares, João, morava sozinho e tinha saído do Hospital há 15 dias, também vítima de disparos de arma de fogo na Favela. A motivação e os possíveis acusados, ninguém sabe.

Depois dos procedimentos no local, o corpo de “João Piolho” foi removido para o Instituto Técnico e Cientifico de Polícia, Itep, unidade de Mossoró onde será necropsiado.

João Piolho foi a 124ª Morte provocado na cidade de Mossoró no ano de 2015. São considerados como Crimes Violentos Letais Intencionais toda ação humana que visa a atingir fisicamente a outro, produzindo morte como resultado final imediato ou posterior em decorrência da natureza do ferimento causado. 


*Fonte: O Câmera.

ELEIÇÕES 2016 EM APODI

Percebe-se as articulações políticas no município de Apodi, no sentido de se escolher, quem vai ser candidato na oposição.
A rejeição na situação, é notória, pois as propostas não são cumpridas, como transporte gratuito para estudantes universitários, geração de emprego, melhoras no trânsito de Apodi, iluminação pública, cuidados com a Lagoa de Apodi, falta de melhorias na saúde pública, etc.
Na oposição, tem vereadores, ex-prefeitos, ex-aliado da atual gestão e a exigência de alguns que defendem um nome novo na política apodiense.
O certo é, que se não haver a união de todos, a situação sai fortalecida e poderemos ter a continuidade da administração que ai está. É entregar a bandeja nas mãos da situação.

Gasto do governo com cafezinho é maior que orçamento de ministério



Levantamento realizado pela RBS TV mostra que o governo federal irá gastar, até o final de 2016, R$ 81,4 milhões com cafezinho nos ministérios e na Presidência da República. O valor é referente a pelo menos 33 contratos vigentes, 21 deles renovados neste ano e com validade até o final do ano que vem.

O orçamento destinado ao cafezinho é maior, por exemplo, do que o governo federal previa repassar para a Secretaria da Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência, que tinha previsão de receber R$ 51 milhões em 2016, e para a Secretaria da Micro e Pequena Empresa, que tinha previsão de receber R$ 80,7 milhões no ano que vem.
Os dois ministérios foram incorporados a outras pastas na reforma ministerial anunciada na última sexta-feira (2) pela presidente Dilma Rousseff. Com isso, a previsão de orçamento para as duas pastas deve sofrer alterações no Congresso Nacional, durante a votação do Orçamento de 2016.
O levantamento levou em conta apenas os contratos firmados para atender as sedes e os anexos dos ministérios e da Presidência em Brasília. Os contratos firmados por agências, empresas públicas, autarquias e outros órgãos do governo federal não foram analisados.
Para o secretário-geral da ONG Contas Abertas, especializada no acompanhamento dos gastos públicos, Gil Castello Branco, essas despesas são um exemplo do "mau uso" do dinheiro público.

"É um gasto exorbitante, é um gasto supérfluo, é um gasto desnecessário sobretudo em um momento em que o país passa por um ajuste fiscal tão rigoroso. Não é obrigado o contribuinte a estar pagando o café e o serviço de copeiragem de qualquer burocrata", afirmou.

G1

TCU recomenda reprovação das contas de Dilma

O TCU (Tribunal de Contas da União) recomendou nesta quarta-feira (7) a reprovação das contas de 2014 do governo da presidente Dilma Rousseff (PT). Em decisão

unânime, oito ministros votaram pela rejeição das contas da petista. O parecer pela reprovação não significa que as contas foram reprovadas. Elas ainda precisam ser julgadas pelo Poder Legislativo.

A decisão foi recebida com fogos de artifício do lado de fora do tribunal. A oposição planeja usar o parecer como embasamento de um pedido de impeachment de Dilma.
Agora, o parecer pela rejeição das contas de Dilma deve ser encaminhado à Comissão Mista de Orçamento do Congresso. Lá, deputados e senadores irão avaliar o parecer e votar um relatório que deverá ser posto em votação no Congresso. Ainda não há consenso se a votação das contas acontecerá em sessões separadas da Câmara dos Deputados e do Senado ou em uma sessão conjunta do Congresso Nacional. A CMO tem, em média, 82 dias para avaliar o parecer do TCU.

Esta é a segunda vez que o TCU recomenda a reprovação das contas de um presidente desde que o órgão foi criado, em 1890. Em 1937, o tribunal aprovou um parecer prévio pela reprovação das contas do governo de Getúlio Vargas.

Sessão de hoje
Os oito ministros que votaram pela reprovação das contas do governo Dilma de 2014 foram: Augusto Nardes (relator do processo), Walton Alencar, Benjamin Zymler, Raimundo Carreiro, José Múcio Monteiro, Ana Arraes, Bruno Dantas e Vital do Rego. Só o presidente da Corte, Aroldo Cedraz, não votou e apenas proclamou o resultado.
A sessão desta quarta-feira foi marcada por muita polêmica. Líderes da oposição como os deputados federais Mendonça Filho (DEM-PE), Antônio Imbassahy (PSDB-BA), Izalci (PSDB-GO) e o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) estiveram presentes à sessão. O parecer do TCU deve ser usado pela oposição para embasar pedidos de impeachment de Dilma.
Desde o último domingo (4), o governo vinha tentando suspender a sessão que analisaria as contas da presidente Dilma. A AGU (Advocacia Geral da União) fez um pedido de suspeição contra Nardes argumentando que ele teria se pronunciado sobre seu voto antes do julgamento e que essa conduta feria a Lei Orgânica da Magistratura.

Na prática, o recurso pedia que Nardes fosse afastado da relatoria das contas do governo e que o julgamento fosse suspenso até que um novo relator fosse designado. Com base no mesmo argumento, o governo ingressou com um recurso junto ao STF (Supremo Tribunal Federal), mas o ministro Luiz Fux rejeitou o pedido do governo alegando que a simples manifestação de Nardes sobre o processo não era motivo suficiente para que ele fosse considerado "suspeito".

Durante a sessão de hoje, o plenário do TCU também rejeitou, por unanimidade, que Nardes fosse afastado.

Em seu voto nesta noite, Nardes afirmou que Dilma é pessoalmente responsável pelas "pedaladas". "É importante esclarecer que a responsabilidade direta é da presidente da República sobre a prática das pedaladas fiscais", declarou.

Já o advogado-geral da União, Luís Inácio Lucena Adams, foi vaiado após sua defesa. "Eu acredito que o TCU tomará sua decisão, mas o que não se pode é, artificiosamente, tentar transformar isso num movimento de cassação de mandato presidencial", afirmou Adams. Logo após sua fala, vaias foram ouvidas no plenário do tribunal.

A oposição comemorou o resultado. "O tribunal reafirmou a sua autonomia e independência e mostrou que a lei deve ser cumprida por todos, incluindo a presidente da República. Certamente, a rejeição das contas por crime de responsabilidade fiscal, em decorrência das pedaladas fiscais, reforça o pedido de impeachment protocolado na Câmara", afirmou Carlos Sampaio, líder do PSDB.

Pedaladas fiscais
O episódio conhecido como "pedaladas fiscais" foi um dos principais pontos que embasaram a decisão dos ministros. As "pedaladas fiscais" foram manobras contábeis realizadas pelo governo para "maquiar" as finanças. De acordo com técnicos do TCU, benefícios sociais e subsídios federais eram pagos por bancos estatais sem que o Tesouro Nacional tivesse feito o devido repasse dos valores a tempo.
Esse "adiantamento" feito pelos bancos foi classificado pelo TCU como "empréstimos", mas a LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) proíbe o governo de fazer empréstimos junto a bancos estatais. O governo nega que as transações caracterizaram empréstimos e alega que outros governos utilizaram o mesmo mecanismo sem que suas contas fosse reprovadas.

De acordo com o TCU, as "pedaladas fiscais" envolveram um montante de R$ 40 bilhões.

Fonte: Uol

Bandidos explodem caixa eletrônico do Bradesco em Coronel Ezequiel

Portal Coronel Ezequiel – Na madrugada desta quinta-feira (08) por volta das 03hs, 5 bandidos fortemente armados explodiram um caixa eletrônico do Bradesco na cidade de Coronel Ezequiel-RN.
Alguns moradores da cidade e também pessoas que moram proximo ao caixa acordaram com o estrondo. O prédio ficou completamente destruído por dentro, nas paredes grandes rachaduras foram abertas.

Os bandidos conseguiram fugir, informações passadas que em um Ford KA de cor prata, durante a ação dos criminosos, nenhum disparo foi efetuado, não se sabe ainda quanto em dinheiro foi roubado, populares falam que não havia dinheiro no caixa, a polícia militar isolou o local e aguarda a pericia.

Segundo informações ainda do local, os bandidos fugiram com Sentido a Santa Cruz- RN, mas ainda suspeitam que eles tenham desviado caminho pelo sítio Gurjau e tenham ido para paraíba, os elementos saíram espalhando grampos na pista.

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO