terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Agência dos Correios do bairro Santo Antônio em Mossoró é mais uma vez assaltada

A ocorrência foi registrada na tarde desta terça feira 15 de dezembro e segundo a PM dois suspeitos em uma motocicleta tipo Bros de cor vermelha praticaram o assalto. 

Ainda segundo informações os criminosos chegaram, entraram na agência que fica na Rua Jeremias da Rocha próximo ao colégio Estadual e anunciaram o assalto.

Os dois suspeitos estavam de armas em punho e levaram dinheiro dos caixas, cuja quantia não foi revelada pela agência.

A Polícia Militar recebeu informações de que os supeitos fugiram em direção ao Santa Helena e está em diligência no sentido de prendê-los. Da outra vez que aquela agência foi assaltada, também por dois indivíduos, foi no dia 02 de junho desse ano e até o momento ninguem foi preso


Fonte: Fim da Linha

Cidade do RN será abastecida com água do mar a partir de 2016

O RN começará a fazer uso da água do mar para abastecimento até o final do ano de 2016. A informação foi confirmada pelo secretário de Recursos Hídricos, Mairton França,

nesta terça-feira (15). Segundo ele, o governo garantiu o investimento de R$ 25 milhões por meio de negociações com o Banco Mundial para compra dos equipamentos.

De acordo com Mairton França, a ideia inicial é implantar o projeto piloto de dessalinização de água do mar, sob execução da Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern) no município de Macau, na região salineira do estado.

A captação da água será feita através de grandes tubos, com três quilômetros de extensão, que bombeiam a água até a usina responsável por toda a etapa de processamento de dessalinização da água.
“A grande vantagem é que essa usina é móvel e pode ser transportada para qualquer lugar de acordo com a necessidade”, explicou.

O secretário acrescenta que a escolha de Macau como município piloto para a implantação da tecnologia foi devido ao rejeito resultante do processo, formado por uma grande concentração salina.

Segundo ele, após passar pelo processo 50% da água do mar resulta em água doce pronta para o consumo e os outros 50% em concentrado salino.

“Vamos estudar junto com o Idema a maneira mais adequada para o descarte dessa rejeito. Ou vamos descartar para uma salina, para que seja reaproveitado na produção do sal ou diretamente nos canais onde as águas são descartadas no mar”, adiantou.


Projeto

A ideia do projeto veio de uma visita recente feita pelo secretário a Israel para conhecer as experiências na área hídrica utilizadas naquele país. De acordo com Mairton, o RN possui uma extensa faixa litorânea, o que viabiliza esse tipo de tecnologia.

Tendo convivido com períodos severos de seca extrema, Israel se utiliza, atualmente, da água do mar para quase todo tipo de atividade e consumo no seu território. Lá, a obtenção é feita através de cinco grandes usinas responsáveis por toda a etapa de processamento de dessalinização da água.

A estimativa é de que juntas, essas usinas produzam um total de mais de 130 bilhões de galões de água potável por ano, com uma meta de 200 bilhões de galões até 2020.

O secretário conta que ficou impressionado com a capacidade do país de investir em tecnologia e produção de água potável. “Eles simplesmente viraram o jogo. Israel vem de um histórico de escassez, revertido através de planejamento e estudo”, declarou.

Seca

O secretário observa que o uso desse tipo de tecnologia no estado seria mais uma forma de combater a seca que atinge vários municípios. Segundo ele, atualmente, 12 cidades do RN estão e colapso no abastecimento de água e 42% dos reservatórios estão em estado crítico.

Mairton França disse também que o governo tem investido na construção de adutoras no interior do estado. Até o final de dezembro deste ano, a adutora Currais Novos/Armando Ribeira deverá estar em funcionamento. Além disso, a obra da adutora do Alto Oeste, que estava parada desde 2013, foi retomada.


Fonte: Portal Noar

Prefeitura de Itau-RN vai pagar a todos efetivos no dia 22

Uma grande notícia para todos os servidores públicos efetivos: no dia 22 de dezembro a prefeitura pagará o mês de dezembro
integralmente.

O prefeito Ciro Bezerra, depois de reunir-se com a Secretaria de Administração e Tesouraria, anunciou o pagamento. “Tudo isso é resultado do esforço da nossa gestão em saber aplicar bem os recursos públicos e economizar cada centavo para que possamos cumprir compromissos” - disse Ciro.

A prefeitura de Itaú também está comemorando o planejamento de pagamento do 13º salário que já está pago. A prefeitura paga o décimo no aniversário do servidor.

É tranquilidade para o servidor e garantia de dinheiro no comércio.

Fonte: Assecom de Itaú-RN

Radialista Wilson Oliveira visita uma ponte de verdade em Riacho da Cruz – RN




Durante as visitas nas cidades do médio oeste potiguar distribuindo as folhas da jaramataia o radialista passou na cidade de Riacho da Cruz e ficou surpreso de como uma cidade do porte menor e com menos recursos é tão organizada, ‘’ aqui temos coleta seletiva do lixo, ruas limpas, praças organizadas, atendimento médico, casas populares, estádio de futebol padronizado e recentemente a cidade superou um problema desde a emancipação do município ‘’ comenta o professor Sobrinho, a cidade era dividida e não existia acesso de um lado a outro, mas graças ao interesse dos políticos dessa terra que foi possível construir a ponte ‘’ João de Deus da Silva ‘’ toda planejada em concreto armado hoje as pessoas podem ir e vir sem precisar usar o desvio pela rodovia,

A cidade é exemplo de que para ser um bom gestor não precisa ter milhões nos cofres da prefeitura.

COMPARANDO:

Enquanto Riacho da Cruz não tem grandes arrecadações como os royalties do petróleo e consegue oferecer aos seus munícipes politicas públicas de qualidade, a cidade de Apodi a cada dia que passa as coisas só pioram; não temos ruas limpas, não temos atendimento à saúde, não temos calçamentos nas ruas, não temos luz nos postes, NÃO TEMOS PONTES IGUAIS À DE RIACHO DA CRUZ QUE DAR SEGURANÇA A TODOS QUE PASSAM POR ELA, e não temos um prefeito que resolva os problemas básicos do povo dessa terra.


Apodi: Ponte sendo feita pela comunidade e os canos foram doados pela Petrobrás,
a pergunta que todos fazem para onde foi os mais de R$ 10 milhões dos royalties dessa administração, não se admire se o repórter do fantástico aparecer por aqui perguntando '' cadê o dinheiro que tava aqui prefeito''










MPF investiga irregularidades na construção de creche no interior do RN

O Ministério Público Federal (MPF) em Pau dos Ferros vem investigando denúncias de irregularidades na obra da creche Djalma de Freitas, localizada no mesmo município. A creche chegou a ser inaugurada pelo ex-prefeito Leonardo Rego, em 2012, mesmo sem estar concluída e até hoje não recebeu uma única criança.

A obra seria fruto de um convênio celebrado pela Prefeitura com a União, em 2007, no valor de R$ 937.634,05. O objetivo era erguer uma creche modelo. O prazo era até 1º de outubro de 2009, mas não foi cumprido e ocorreram cinco prorrogações, sendo quatro delas não justificadas. As pendências da obra não foram sanadas e o convênio esgotou sua vigência, sem que o prédio tenha sido concluído.

Ainda assim, em 29 de dezembro de 2012, a creche foi formalmente inaugurada pelo ex-prefeito Leonardo Rego, dois dias antes de encerrar seu mandato. A inauguração foi acompanhada pelo então vice-prefeito, Fabrício Torquato, que assumiu a Prefeitura a partir de 2013. Diante das possíveis irregularidades, vereadores ingressaram com uma representação junto à Procuradoria da República em Pau dos Ferros, que deu início às investigações, através do inquérito civil 1.28.300.000044/2013-41.

O procurador da República atualmente responsável pelo inquérito, Marcos de Jesus, designou uma audiência e notificou Fabrício Torquato e Leonardo Rego para apresentarem explicações sobre as supostas irregularidades. O atual prefeito confirmou que a creche “foi inaugurada, mas sem condições de funcionamento”. Segundo ele, quando Leonardo Rego inaugurou a unidade, o próprio Fabrício imaginou que “teria condições de colocar a creche em funcionamento em pouco tempo”.

Já Leonardo Rego não compareceu para dar explicações ao MPF. Na data da audiência, o último dia 7, faltando apenas uma hora para ser ouvido, o ex-prefeito substituiu seus advogados do escritório de Pau dos Ferros por outro com escritório em Natal. O novo representante enviou uma petição por e-mail, apenas quatro minutos antes do horário marcado, requerendo adiamento. Para o procurador da República, a substituição teve o objetivo unicamente de atrasar o andamento do inquérito.

Fonte: Portal Noar

Vaias, repreensão pública e rompimento de vice abalam gestão Francisco José Júnior

A procissão de Santa Luzia, anteontem, confirmou a expectativa de que produziria fato político. E coube ao prefeito Francisco José (PSD) o

protagonismo no noticiário. Ao decidir discursar no encerramento da festa da padroeira, no adro da matriz, tornou-se personagem principal de uma trama construída por vaias, repreensão e constrangimento públicos.

Francisco José Júnior fez seu discurso sob vaias da multidão. Do começo ao fim do pronunciamento. Os apupos geraram constrangimento até em outras autoridades políticas presentes, como o aliado governador Robinson Faria (PSD).

Se as vaias incomodaram, porém, já eram esperadas pelo próprio prefeito. No discurso que leu na íntegra na solenidade, fez menção ao protesto, logo no começo do pronunciamento. “Vaiar é exercer o direito legítimo de discordância ou crítica”, iniciou, voltando ao tema, mais adiante: “A vaia dói muito no orgulho de um homem”.

Em determinado momento, disse-se vítima e perseguido pelo que chamou de “velha política”. E fez paralelo seu com Santa Luzia, apóstolo Paulo e até Jesus Cristo: “Vejam Luzia. A jovem virgem de Siracusa que celebramos hoje. A sociedade da sua época a perseguiu e tirou sua vida. Paulo de Tarso, o apóstolo dos Gentios, levava a mensagem pura de Jesus para todos os lugares e foi surpreendido tantas vezes por bem mais que vaias. Era atingido por pedradas e acusações. E o que dizer, meus irmãos, do próprio Cristo humilhado, crucificado pela sociedade da sua época mesmo sem ter nada a se censurar?”.

Após essas e outras palavras, o prefeito anunciou a conclusão do projeto arquitetônico do Santuário de Santa Luzia, que deverá ser construído na Serra Mossoró. O pronunciamento, entretanto, não provocou apenas vaias e constrangimento, mas crítica de populares, adversários políticos e até repreensão pública do bispo dom Mariano Manzana.

REAÇÃO
Vereador Genivan Vale lastimou o episódio. “Lamentável que uma autoridade seja vaiada em evento público pelo seu próprio povo. Esperamos que o prefeito tenha a maturidade para entender que a vaia é o ‘aplauso dos insatisfeitos’ e com isso ele possa reavaliar sua gestão e que possa mudar seu jeito de administrar, de modo a atender os anseios e as necessidades da população. Quem sabe assim ele passa a ser melhor avaliado pelo povo”, comentou.

A avaliação do vereador Lairinho Rosado (PSB) também foi de lamentação: “Lamento que o prefeito tente se comparar a Jesus e Santa Luzia para afirmar que há rejeição contra ele porque a sociedade não o compreende. As vaias são aplausos dos insatisfeitos e Mossoró mostrou quão insatisfeita está com o prefeito”.

Luiz Carlos oficializa afastamento e dispara contra gestão municipal

No final da tarde de ontem, o vice-prefeito de Mossoró, Luiz Carlos Mendonça Martins (PT), anunciou, em nota, rompimento com o prefeito Francisco José Júnior (PSD).

“Venho a público reafirmar nosso distanciamento político e administrativo diante à condução da gestão do Prefeito Silveira Júnior, que ao optar por um modelo de gestão centralizador e indiferente as demandas sociais da cidade, assume uma feição autoritária na relação com os mais diversos segmentos sociais e se mostrou incapaz, ao longo do curto mandato, de manter uma relação institucional e respeitosa com a vice-Prefeitura”, afirma.

E continua: “Ademais,destacamos ainda a falta de transparência dos atos do Executivo e ausência de uma agenda política e programática capaz de enfrentar a crise econômica e administrativa, bem como o quadro de insolvência que o município vivencia”.

Luiz Carlos rememerou fatos subsequentes à sua posse na Prefeitura, “marcados por tratativa nada aceitável para um vice-prefeito”, citando como exemplo dois meses sem gabinete e sem conseguir nenhum assessor, entre outros acontecimentos.

“Fizemos uma escolha que não nos restam dúvidas: Entre uma gestão calcada em métodos antidemocráticos, na falta de transparência com os recursos públicos e na falta de respeito a centenas de trabalhadores e trabalhadoras, assumimos manter nossa trajetória de compromisso com as classes populares”, posiciona-se.

Bispo dom Mariano: ‘Até hoje, não recebi resposta da Prefeitura’

Logo após o discurso do prefeito Francisco José Júnior e de receber dele o projeto do Santuário de Santa Luzia, no encerramento da festa da padroeira, anteontem, a palavra foi concedida ao bispo dom Mariano Manzana.

O dirigente da Igreja Católica local começou o discurso, contando que, há quase dois anos, a diocese de Mossoró pediu formação de comissão bilateral, entre membros da Igreja e da Prefeitura, “para estudar, ver, considerar, avaliar tudo que diz respeito a esse sonho antigo de um santuário.”

Isso, porém, não aconteceu, segundo o bispo. “Até hoje, eu não recebi resposta, e a Prefeitura louvavelmente continuou o seu projeto, que hoje entrega quase como uma coisa nova nas mãos do bispo, que irá olhar, ver e, nos próximos dias, dar uma resposta”, disse.

Dom Mariano Manzana justificou o pedido acerca da comissão bilateral. “Nós pedimos uma comissão para que uma coisa grande, que envolve também a Igreja, não pudesse tão somente receber surpresas, mas pudesse trabalhar juntos. Acredito que juntos se chega, sem dúvida, a um consenso. Essa hoje é a posição da Igreja”, concluiu sobre o assunto, e depois passou a discorrer sobre a Festa de Santa Luzia 2015.
Prefeitura transfere responsabilidade por Santuário para iniciativa privada

A Prefeitura de Mossoró apresentou projeto arquitetônico e maquete eletrônica do Santuário de Santa Luzia, na cerimônia de encerramento da festa da padroeira de Mossoró, anteontem à noite, no adro da Catedral. Segundo o Palácio da Resistência, a obra será viabilizada pela iniciativa privada, por meio de uma Sociedade para Fins Específicos (SPE).


Para isso, o município fará chamamento público com duração de 30 dias, no qual será definida a empresa que construirá o santuário, conforme projetado e com base na melhor proposta de participação nos lucros do empreendimento para o município.


A Sociedade para Fins Específicos (SPE), ainda conforme a Prefeitura, é uma alternativa encontrada pela gestão municipal para que a obra, além de não ser viabilizada com recursos públicos, seja revertida em arrecadação para o município.

“Também é uma alternativa para que esse projeto, que pertence à sociedade, não fique preso ou travado quando da troca de gestores ao passo dos sucessivos processos eleitorais”, explica o prefeito Francisco José Júnior, através da Secretaria de Comunicação Social.

Concluídas as fases iniciais, segundo a Prefeitura, o município dará seguimento à formação de comissão, que acompanhará o processo após a conclusão do projeto complementar, o qual será etapa que culminará na definição dos custos finais da obra, hoje estimada em torno de R$ 20 milhões.

As cifras são projetadas pelo Escritório de Arquitetura Escala, de João Pessoa (PB), responsável pela elaboração do projeto inicial. “O que nos chamou a atenção para que o Santuário seja executado através de SPE foi justamente a estimativa do valor da obra”, explica o secretário de Infraestrutura, José Couto.


Fonte: O Mossoroense

Cerca de 180 mil fiéis participam da procissão de Santa Luzia

Vestidos, em sua maioria, de branco, milhares de fiéis acompanharam a procissão de Santa Luzia em um ato de fé e a favor da paz. De acordo com a Polícia Militar, cerca de 180 mil pessoas acompanharam o cortejo, que marcou o encerramento da festa da padroeira de Mossoró.

A procissão teve início na paróquia de Nossa Senhora de Fátima, e seguiu um percurso de quatro quilômetros. As velas confeccionadas pela organização da festa ajudaram a iluminar o cortejo, uma vez que muitas das ruas escolhidas tinham iluminação precária, uma das principais queixas do evento.

Por outro lado, os elogios à organização da festa foram expressivos. Um dos pontos que mais chamou a atenção do cortejo foi o andor de Santa Luzia, ornamentado com flores e iluminação especial. A arte assinada pelo vereador Flávio Tácito fazia uma réplica da antiga catedral.
A procissão contou com a presença de pessoas de vários outros municípios. A equipe de acolhida da festa recebeu mais de 1.700 romeiros de diversas cidades, em especial de municípios do Ceará e Paraíba.

Fonte: O Mossoroense

Ex-candidato a governador tem carro roubado ao pegar filhas na escola

O ex-candidato a governador do Rio Grande do Norte, o advogado Araken Farias, passou por um grande susto, no início da noite desta segunda-feira (14). Bandidosrealizaram um assalto contra ele e, por pouco, não levaram uma filha de Araken dentro do carro em que roubaram dele.

Araken conta que tinha acabado de pegar as duas filhas na escola, na rua Coronel Juventino Cabral, no bairro de Morro Branco. "Estacionei o carro e desci para pegar as meninas. Quando voltei e já estava no carro, vieram dois homens armados, apontaram a arma e disseram pra eu não correr ou eles atiravam".

Ainda de acordo com a vítima, a filha mais velha conseguiu sair do veículo rapidamente e a mais nova que estava em uma cadeirinha infantil teve que ser retirada por ele. De acordo com Araken, os bandidos entraram no veículo e ameaçaram fugir ainda com a criança dentro.

"Fiquei bastante nervoso pois pensei que não iria conseguir tirá-la a tempo, mas graças a Deus consegui", disse. Depois disso, os bandidos fugiram levando o carro de Araken, um Linea, de cor branca e placas OJZ-1705.


Fonte: Portal BO

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO