domingo, 6 de março de 2016

57ª Morte violenta em Mossoró em 2016: Jovem é morto em estrada carroçável em Passagem de Pedras

Mais uma morte com características de acerto de contas, foi registrada na tarde de hoje, 06 de março de 2016, na cidade de Mossoró região Oeste do Rio Grande do Norte.

João Paulo Fonseca de Souza de 33 anos de idade, morador do bairro Alto da Pelonha, foi morto numa espécie de emboscada, próximo a comunidade de Passagem de Pedras.

Segundo informações desde a manhã de hoje, João Paulo participava de uma bebedeira em Passagem de Pedras na companhia de amigos e teria vindo a cidade pegar uma bebida. Quando retornava, o carro que ele trafegava com um amigo foi parado no meio de uma estrada carroçável.

Existe uma informação de populares, que ninguém confirmou para a polícia, que o amigo desceu do carro e fugiu pelo matagal, mas João Paulo foi morto com três disparos, quando saiu do carro e tentava fugir. Seu corpo foi encontrado cerca de 30 metros do veículo.

A Polícia informou que João Paulo esteve preso recentemente por assalto e porte ilegal de arma de fogo e há poucos dias havia sido liberado.
 
O Bacharel Roberto Moura, que no dia de hoje respondia pela Delegacia de Plantão, ouvia algumas pessoas da família, mas preferiu não adiantar detalhes para a imprensa que acompanhou os procedimentos realizados pela equipe de plantão no Itep.

*Informações e imagens: O Câmera. 

OLHE O DEDO DE LULA! PT protesta contra a Rede Globo e filha de Lula participa do movimento no Rio

Da Agência Estado:
Filha de Lula participa de protesto contra a Globo no Rio e hostiliza “mídia golpista”

Thaisa Galvão: A filha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Lurian Cordeiro Lula da Silva, esteve presente na manifestação em protesto contra a Rede Globo e em apoio a seu pai, alvo de uma condução coercitiva (quando alguém é obrigado a depor) na última sexta-feira (4) em operação da Polícia Federal.

Ela se recusou a falar com o Estado e acenou com o dedo do meio. “Aqui para vocês, eu não falo com mídia golpista.”
Por volta das 11h30 deste domingo (6), uma pequena multidão de pessoas protestou em frente à sede da emissora, no Jardim Botânico, zona sul do Rio.

No facebook, mais de 200 pessoas confirmaram presença no evento. A Polícia Militar estimou em 70 pessoas presentes.
O protesto

Dezenas de manifestantes se reuniram em frente à sede da Rede Globo, em protesto contra a emissora e em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, alvo de uma condução coercitiva (quando a pessoa é obrigada a depor) na última sexta (4).

Além de cartazes e faixas, os manifestantes levaram uma réplica de jararaca, em referência à declaração de Lula após depor à Polícia Federal.
“Se quiseram matar a jararaca, não bateram na cabeça, bateram no rabo. A jararaca está viva”, disse o ex-presidente em entrevista coletiva na sede do diretório do PT em São Paulo na sexta.
O presidente do PT no Rio, Washington Quaquá, afirmou que Lula foi “sequestrado” pelo juiz Sérgio Moro, que autorizou a ação da PF, e isso proporcionou também o “sequestro da democracia”. “Agora, teremos que construir uma nova democracia”, disse.
Quaquá destacou ainda que o PT, antes fragmentado, está mais unido do que nunca após o ocorrido na sexta e prometeu mais manifestações. “O ataque ao Lula mexeu com os brios do PT e da esquerda”, disse.
Os manifestantes ainda pedem reação da presidente Dilma Rousseff Diversos veículos que passam pelo local manifestaram apoio e balançaram bandeiras do PT, enquanto outros fizeram sinal de desaprovação. O clima é pacífico. A organização aguarda mil pessoas no protesto que deve se estender até o meio-dia. No Facebook, havia cerca de 270 confirmados para o evento. A Polícia Militar não fez uma estimativa.
Os manifestantes começaram a chegar 40 minutos antes do horário marcado para o protesto. Um ônibus trouxe pessoas de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, e um carro de som foi posicionado em frente à sede da emissora.

Desde o início, elas bradavam palavras contra a Rede Globo.

Em discursos, reclamavam sobre a transformação de uma concessão pública de TV em “um partido facista”.
O ex-ministro Edson Santos, que ocupou a Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial no segundo mandato de Lula, comparou o momento atual ao “golpe que levou Getulio Vargas ao suicídio”.
A candidatura de Lula à Presidência da República em 2018 também é aclamada pelos presentes, para quem o líder é o único nome forte para a disputa.

Para Quaquá, será uma oportunidade de executar reformas ainda não realizadas pelo PT, como a tributária e da mídia.

Lula disse que só sairia de casa algemado, diz delegado da PF

Do G1: O delegado da Polícia Federal (PF) Luciano Flores, que conduziu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para prestar depoimento a investigadores da Operação Lava Jato, informou ao juiz Sérgio Moro neste domingo (6) que Lula disse que só sairia do apartamento algemado. Ele só aceitou acompanhar os policiais, segundo o delegado, após ser aconselhado pelo advogado. Desta forma, conforme a PF, houve o cumprimento do mandado de condução coercitiva expedido pela Justiça Federal no Paraná.

(Correção: o G1 errou ao informar que, segundo a PF, o mandado de condução coercitiva para Lula não precisou ser cumprido. O mandado foi cumprido. Esta reportagem ficou errada das 19h04 às 19h37, quando foi corrigida.)

Ao expedir os mandados de busca e apreensão da 24ª fase da Lava Jato, Sérgio Moro fez constar que o mandado de condução coercitiva só deveria ser utilizado caso o ex-presidente se recusasse a acompanhar a PF espontaneamente. O juiz ainda afirmou que “em hipótese alguma”, Lula deveria ser algemado ou filmado durante o processo.

De acordo com o delegado, a PF chegou às 6h à casa do ex-presidente, em São Bernardo do Campo. O próprio Lula abriu a porta e, segundo Luciano Flores, autorizou de imediato que os policiais entrassem para cumprir mandado de busca e apreensão. Neste momento, segundo o delegado, foi solicitado a Lula que eles deixassem o local o mais breve possível para a colheita do depoimento antes da chegada da imprensa, ou pessoas que pudessem filmar o ato.

“Naquele momento, foi dito por ele [Lula] que não sairia daquele local, a menos que fosse algemado. Disse ainda que se eu quisesse colher as declarações dele, teria de ser ali” relatou Luciano Flores. O delegado afirmou que não seria possível fazer a oitiva ali por questões de segurança, e que havia um local preparado para o ato, no aeroporto de Congonhas.

“Disse ainda que, caso ele se recusasse a nos acompanhar naquele momento para o Aeroporto de Congonhas, eu teria que dar cumprimento ao mandado de condução coercitiva que estava portando, momento em que lhe dei ciência de tal mandado”, explicou Luciano Flores.

O delegado disse que, então, Lula entrou em contato telefônico com o advogado Roberto Teixeira, relatando a situação. “Logo depois de ouvir as orientações do referido advogado, o ex-Presidente disse que iria trocar de roupa e que nos acompanharia para prestar as declarações”, relatou.

A saída do prédio ocorreu às 6h30 e a chegada ao aeroporto de Congonhas ocorreu às 7h20. Vinte e cinco minutos depois o advogado Roberto Teixeira chegou e conversou com o ex-presidente sem a presença dos policiais. “Em torno das 8:00 o ex-Presidente e os advogados retornaram à mesa onde ocorreria a oitiva e disseram que estavam prontos para o ato, sendo dito pelo ex-Presidente que iria prestar as declarações necessárias”, diz o documento.

A audiência começou, então às 8h, e durou três horas. Segundo a PF, um grupo de parlamentares federais chegou a bater na porta e forçar a entrada durante o depoimento, mas as entradas apenas foram autorizadas após a lavratura do termo da audiência.

O delegado relatou ainda que insistiu para que Lula utilizasse a segurança da PF para levá-lo a qualquer local em que ele quisesse ir, mas que o ex-presidente dispensou a segurança, saindo em veículo próprio.

Polêmica

Após prestar o depoimento, o ex-presidente criticou a expedição do mandado de condução coercitiva, alegando estar sempre disponível para prestar esclarecimentos. Ele disse ainda que se sentiu "como um prisioneiro" ao ser conduzido pela Polícia Federal, e que a medida foi arbitrária.

Neste domingo, advogados de Lula emitiram nota afirmando que a condução foi ilegal. A defesa afirmou que "não há que se cogitar em 'cortina de fumaça'" na discussão e alegou que houve "grave atentado à liberdade de locomoção de um ex-presidente da República sem qualquer base legal".

Também se manifestou contrário ao ato o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello, que disse que só concebia a medida se houvesse recusa do intimado a comparecer ao depoimento.

Já o Ministério Público Federal (MPF) emitiu nota defendendo a medida e classificando a polêmica como "uma falsa controvérsia".

Segundo o MPF, ao longo das 24 fases da Lava Jato foram cumpridos 117 mandados de condução coercitiva, todos autorizados por Moro. “Apenas nesta última fase e em relação a apenas uma das conduções coercitivas determinadas, a do senhor Luiz Inácio Lula da Silva, houve a manifestação de algumas opiniões contrárias à legalidade e constitucionalidade dessa medida, bem como de sua conveniência e oportunidade”, afirmam os procuradores.

Para o MPF, o fato de nenhum dos outros 116 mandados ter gerado “tal clamor” comprova que os críticos se insurgem não contra o instituto da condução, “mas sim pela condução coercitiva de um ex-presidente da República”. Segundo os procuradores, porém, apesar do respeito que se deve a Lula, esse respeito não deve ser superior ao de nenhum cidadão brasileiro, uma vez que o ex-presidente não está imune a investigações.

O documento cita ainda que a condução coercitiva é juridicamente prevista e endossada pelos tribunais do país. “Nesse sentido, a própria Suprema Corte brasileira já reconheceu a regularidade da condução coercitiva em investigações policiais”.

O juiz Sérgio Moro já havia se manifestado sobre o tema no sábado, afirmando que as medidas autorizadas por ele "não significam antecipação de culpa”.

Com crianças a bordo, carros batem e um fica em chamas na BR-304

Um acidente de trânsito envolvendo dois veículos foi registrado na noite deste sábado (5) na BR-304, sentido Mossoró/Assu nas proximidades de “Zé da Volta”.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, os dois carros, um Fiat Uno e um Celta, se chocaram, e com o impacto da colisão, o veículo Fiat pegou fogo. Para evitar a explosão do outro veículo, populares que chegaram ao local conseguiram afastar o Celta para longe do Fiat Uno.

Os ocupantes dos dois carros, entre eles duas crianças, sofreram apenas escoriações e, segundo informações, foram atendidas no Hospital de Assu e passam bem. Ainda não se sabe as causas do acidente.

FOTO: Alcivan Vilar.

Fonte: JBelmont.

Wilson Oliveira e a campanha que ajudou a Sra, Elizângela a adquirir 01 óculos especial de grau.

Recebemos o pedido de ajuda para essa pessoa que reclamava diariamente de problemas de visão, '' não conseguia ver direito os objetos dentro de casa , tudo era embaçado, daí então resolvi falar com Wilson '' comenta Elizãngela ,
A ação só foi possível graças a parceria da melhor ÓTICA de Apodi, a LUCIANO ÓTICA rua Benjamin Constant, centro, tel: 84 - 3333 2400 ou 88 - 99274 8635, lá o cliente tem todas as facilidades para fazer a sua consulta e comprar seu óculos de qualquer grau, todos os sábados tem oculista atendendo a partir das 07:30 da manhã,agradecemos á todos que nos ajuda a ajudar as pessoas que precisam.

AULAS COMEÇARAM E TRANSPORTES PARA OS ALUNOS NADA!!

No dia 16 de fevereiro começaram as aulas da rede estadual de ensino. Os professores começaram a passar os conteúdos, mas os alunos da zona rural de Apodi e de Caraúbas estão sendo prejudicados, pois o transporte, que é um direito deles ainda não foi buscá-los.
No dia 29 de fevereiro, a rede municipal de ensino de Apodi também deu início ao ano letivo de 2016. O transporte também não funciona. 
Percebe-se, que a educação não é prioridade, nem no estado e nem no município de Apodi. Pelas informações que temos, o município não quer o convênio com o estado para transportar os estudantes, mas também não está transportando os alunos da rede municipal. 
No estado, uma equipe da Secretaria de Educação compareceu em Caraúbas, para fazer a rota e saber quantos quilômetros são percorridos, isso quer dizer que não acreditam nas informações já repassadas e as previsões são 10 dias para os transportes começarem o trajeto. Em Apodi, a rota que deve ser feita também pela equipe da Secretaria de Educação não há previsão. Então, os alunos vão continuar perdendo aulas e sendo prejudicados. Isso é uma vergonha para o nosso estado e para o nosso município, que não contribuem para a educação igualitária!
Se o governo municipal é do mesmo sistema do governo estadual, estão deixando os estudantes prejudicados, é porque não querem que a educação aconteça. Está claro!

Identificado elemento que defendeu assassinato do juiz Sérgio Moro

Deusdedith A. do Carmo JF. é da diretoria do Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário Federal da Bahia

POR O ANTAGONISTA

Eis a foto do sujeito que incitou petistas a assassinar Sergio Moro. Ele faz parte da diretoria dos Trabalhadores do Poder Judiciário Federal na Bahia.

A foto foi obtida por leitores de O Antagonista.

Mais um exemplo do Jornalismo Cidadão que está no nosso DNA:

Fonte: www.oantagonista.com/Carlos Skarlack

Aloprados do PT circulam com dossiê contra o juiz Sérgio Moro

Matéria da Veja denuncia ministro Jaques Wagner de comandar ação criminosa contra juiz
O dossiê foi levado a Jaques Wagner no fim do ano passado por um aloprado da PF: o policial Flávio Werneck, presidente do Sindicato dos Policiais Federais no Distrito Federal.

A reportagem conta que o dossiê acusa o juiz Sergio Moro, os procuradores e os delegados da Lava Jato “de estarem a serviço de um grande plano do PSDB para implodir o PT e o governo.

Um diagrama com fotos anexado ao dossiê tenta estabelecer essas conexões.

O esquema mirabolante envolve na trama até mesmo uma multinacional interessada em destruir a Petrobras”.


*Fonte: Carlos Skarlack.

QUARTA GRANDE VAQUEJADA DO SÍTIO PONTA D'ÁGUA APODI-RN!!!!

Nos 01, 02 e 03 de abril você não pode perder a Vaquejada que já é tradição na região! Atrações: O Coroão, Arreio de Ouro, Danilo Nixon, Zé do Fole, Júnior Viana, Willison dos Teclados e Feras do Forró!!! Contatos com Jairo Ferreira! (84) 9 9627 - 7457 (84) 9 9110 - 0664 
Participe da maior e melhor vaquejada da região!!!

56ª Morte violenta em Mossoró em 2016: Agricultor é morto próximo a Maísa.

O corpo de um homem, foi encontrado ao lado de uma bicicleta às margens da BR 340, próximo a Maísa, no município de Mossoró, região Oeste do Rio Grande do Norte.
Luiz Agostinho Sobrinho “Luiz Caçador” de 71 anos de idade, morador da Vila Maísa, foi morto com três disparos de arma de fogo, no início da noite de ontem, 05 de março de 2016.

A princípio acreditava-se num possível acidente de trânsito, mas com a chegada da polícia ao local, foi identificado sinais de violência. Segundo informações, Luiz Caçador, não respondia por nenhum tipo de crime na região.

Moradores informaram à polícia que ouviram vários disparos de arma de fogo, mas ninguém viu os possíveis acusados.

A equipe de plantão no Itep fez todos os procedimentos no local e removeu o corpo do agricultor que deverá ser necropsiado na base do órgão em Mossoró.

*Imagem: Fim da Linha.

*Informação: O Câmera.

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO

DETRAN: CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO