terça-feira, 28 de junho de 2016

O louco voltou: Ciro defende ‘sequestrar’ Lula em caso de pedido de prisão

Pela posição do ex-governador do Ceará Lula pode roubar, mas não deve ser preso 
Pré-candidato à Presidência da República Ciro Gomes (PDT-CE) fala em “sequestro” de Lula até uma embaixada para evitar prisão (Ségio Dutti/AE/VEJA)

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT-CE) defendeu um “sequestro” do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva caso o juiz federal Sergio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato, decrete a prisão do petista, o que segundo ele estaria “fora das regras do estado democrático de direito”. Ciro explicou sua ideia desmiolada ao jornal O Globo: “Se a gente formar um grupo de juristas, pode pegar o Lula e entregá-lo numa embaixada. À luz de uma prisão arbitrária, um ato de solidariedade particular pode ir até esse limite. Proteger uma pessoa de uma ilegalidade é um direito”, disse. (Da redação).

*De: Carlos Skarlack.

CARAÚBAS: Acidente entre carro e moto deixa uma pessoa ferida com fratura exposta

Do Icém Caraúbas: Um acidente entre uma moto e um carro na cidade de Caraúbas, no interior do estado Potiguar, na tarde desta terça-feira (28), deixou uma pessoa ferida com fratura exposta.

O jovem identificado por Arthur da Silva Almeida, de 17 anos, pilotava a moto, uma Honda/NXR 125 BROS, modelo 2013, de cor vermelha, placa OJZ 5067 - Caraúbas, quando acabou colidindo com um veículo tipo Gol, de cor branco.

O acidente aconteceu no cruzamento da Rua Alfredo Alves de Azevedo, com a Rua Aparício Carlos Fernandes, no trecho próximo a Escola Municipal Josué de Oliveira, quando na tentativa de cruzar a via o motorista acabou colidindo contra a motocicleta que vinha na Rua da referida escola.

O motoqueiro ficou ferido, com o impacto ele foi atingido com uma fratura exposta no pé direito, reclamando de fortes dores, ele foi socorrido para o Hospital Regional Dr. Aguinaldo Pereira da Silva e transferido para o Hospital Regional Tarcisio Maia, em Mossoró. Consciente a vítima reclamou da manobra e culpou o motorista do veículo.

Diante do episódio muitos populares no local reclamaram da falta de sinalização nas ruas da cidade de Caraúbas, o que somente facilita que condutores trafeguem sem dá a preferencial.

APODI: ELEIÇÕES 2016 SE APROXIMANDO

Em toda esquina, o que mais se comenta é, que na cidade tem mais pré candidatos, que eleitores. O negócio é, que o atual gestor apresenta uma enorme rejeição e todo mundo acha que pode vencê-lo e se tornar gestor desta cidade.
O tempo está passando, e a situação achando é bom, porque sabe que os seus opositores estão divididos.
Outra coisa que observamos, é o comportamento da oposição. Quando se fala no assunto, todos dizem ser da oposição, mas em Apodi, o único pré candidato, que fez oposição mesmo foi o radialista, Wilson Oliveira, conhecido por Dr Jaramataia. Sem mandato, apenas com o apoio das pessoas sensíveis de nossa cidade, ele realizou mais de mil campanhas em benefício dos mais necessitados, que procuravam o poder público e recebiam 'um não'. Wilson Oliveira sim, fez o papel de oposição, mostrando as falhas do poder público, através de imagens na sua página do facebook, dizia no seu programa de rádio, que retiraram do ar e tentaram calar o Dr Jaramataia. 
Várias pesquisas realizadas na cidade, nos últimos dias, muitas vezes, os seu nome não é nem citado, pois alguém que encomenda as pesquisas sabe que a população aplaude os trabalhos do Dr Jaramataia.

Polícia diz saber quem matou dono de empresa de vigilância no RN

Anderson Barbosa - Do G1 RN/O Câmera.
Francisco Trajano de Souza foi morto nesta segunda (27) em Caraúbas.
Outras quatro pessoas ficaram feridas; suspeitos são foragidos da Justiça.
Gustavo da Silva Nogueira, também conhecido como ’Nego Velho’, e Erico Soares Lopes, o ‘Leco’, são procurados pela polícia (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
A Polícia Civil já sabe quem são os dois homens que mataram a tiros o dono de uma empresa de vigilância na cidade de Caraúbas, na região Oeste do estado, na noite desta segunda-feira (27). Outras quatro pessoas ficaram feridas no ataque, entre elas dois adolescentes de 16 anos que trabalhavam para o empresário. Baleado na cabeça, um deles está entubado e com ventilação mecânica. “Os assassinos são Gustavo da Silva Nogueira, também conhecido como ’Nego Velho’, e Erico Soares Lopes, o ‘Leco’, revelou o delegado Erick Gomes.

Francisco Trajano de Souza (Foto: Arquivo Pessoal)

Francisco Trajano de Souza, de 45 anos, estava na calçada de casa, onde também funciona o escritório da Vigilância Puma, quando dois homens em uma motocicleta pararam os veículos na esquina e caminharam até a frente da residência. Ao se aproximarem, os dois abriram fogo.

Em contato com o G1, o delegado disse que Francisco vinha sofrendo ameaças de bandidos e que, na semana passada, havia prestado queixa.

Ainda de acordo com Erick Gomes, os dois suspeitos são considerados foragidos do sistema prisional do estado e respondem a vários crimes de homicídio, assaltos e tráfico de drogas na região. Gustavo fugiu da Cadeia Pública de Caraúbas no dia 5 de março deste ano juntamente com outros 10 detentos. Os presos usaram lençóis para escalar o muro da unidade. Já o Erico, ainda segundo o delegado, foi beneficiado com a progressão de pena, passando do regime fechado para o semiaberto. “Em abril, no entanto, ele deixou de se apresentar para dormir na cadeia e também virou fugitivo”, explicou.

Além de Francisco, alvo do ataque, e dos dois adolescentes que trabalhavam para ele, ainda foram atingidos pelos disparos um homem e sua filha, que são vizinhos do empresário e também estavam na calçada.

Após o ataque, vítimas dos criminosos foram socorridos ao hospital de Caraúbas (Foto: Gidel Morais/Icém Caraúbas)

As vítimas foram socorridas para o hospital da cidade, mas Francisco não resistiu aos ferimentos. Os dois adolescentes foram transferidos para o Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró. Um deles está entubado e com ventilação mecânica em razão de um tiro que atingiu a cabeça dele. O outro, permanece em repouso e não corre risco de morte. Já os vizinhos do empresário, um cantor da cidade e a filha, sofreram ferimentos leves e já foram liberados.

Ódio de vigilantes

“Os criminosos de Caraúbas têm ódio de vigilantes". Isso porque, segundo Erick Gomes, "os vigilantes ajudam o trabalho da polícia”. Nos últimos anos, ainda de acordo com o delegado, sete vigilantes da cidade já sofreram atentados. Seis foram mortos. O último caso, antes do ataque desta segunda, aconteceu em dezembro do ano passado. Na ocasião, foi assassinado o gerente da própria Vigilância Puma, Antônio Carlos Lacerda, de 33 anos. Ele foi atingido por tiros de pistola 9 milímetros (de uso restrito do Exército brasileiro) e espingarda calibre 12.

APODI: AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE SEGURANÇA PÚBLICA FOI ADIADA

A audiência “Segurança Pública: Diagnóstico e Busca de Soluções”, que seria realizada nesta sexta-feira (1º), às 15h, na Câmara Municipal de Apodi, foi adiada para o mês de agosto. A nova data ainda será marcada.

Proposto pelo deputado Gustavo Carvalho, o evento pretende reunir autoridades governamentais, prefeitos, vereadores, empresários e a população em torno desse assunto que é a maior preocupação dos norte-rio-grandenses.

Defesa pede ao Supremo arquivamento do pedido de prisão de Cunha

Do Xerife: A defesa do presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) um documento requerendo o arquivamento do pedido de prisão do parlamentar, feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR). O documento foi protocolado ontem (27).

Os advogados alegam que, no pedido de prisão, o procurador-geral, Rodrigo Janot, argumentou que Cunha estava desobedecendo a decisão do STF que determinou o afastamento dele da presidência da Câmara.

“A defesa foi surpreendida com a notícia de que o órgão acusatório teria pedido a prisão do ora requerente, sob o argumento de que este estaria descumprindo a medida cautelar que lhe foi imposta, ao pretender ir à Câmara dos Deputados, mesmo que não fosse no exercício de seu mandato”, diz o documento.

Hermano defende distribuição de mudas para revitalização da cajucultura no RN

Do Xerife: O deputado Hermano Morais (PMDB) fez uma visita de campo nesta segunda-feira (27) à Fazenda Novo Oriente, no município de Severiano Melo, para conhecer um projeto piloto do cultivo de caju através de cajueiros precoces. O parlamentar, que é presidente na Casa da Frente em Defesa do Setor Produtivo, relatou a experiência em plenário na manhã de hoje (28) e defendeu um maior incentivo ao setor, como a distribuição de mudas para reativar o cultivo.

“Em virtude da seca prolongada e da Mosca Branca, que atinge diretamente os cajucultores, o setor tem vivido uma crise, com risco até de ser extinto. É preciso que haja incentivo e ações para revitalizar esse cultivo, que movimenta a economia, gerando emprego e renda e ainda é um item importante na pauta de exportação do Estado”, afirmou o parlamentar.

Para Hermano, tendo como base a experiência visitada no município do Oeste potiguar, o apoio e assistência técnica aos agricultores são fundamentais para que o setor possa garantir bons resultados. “A Emparn, a Emater, a Embrapa dão apoio aos agricultores. O Banco do Nordeste também esteve presente e se colocando à disposição para financiamento de crédito para o setor”, complementou.

Hermano Morais defendeu a distribuição imediata pelo Governo do Estado de 10 milhões de mudas e a criação de uma câmara técnica por parte da Secretaria de Agricultura do Estado. “Há uma expectativa de que o inverno seja regularizado, então essas mudas, principalmente do cajueiro precoce, precisam ser distribuídas urgentemente para que os agricultores possam reativar a cultura do caju e os produtos beneficiados, como castanha, polpa, doces”, disse ele.

O parlamentar também relatou viagem que fez a Brasília e voltou a defender ações para reativar a cultura no Nordeste e ainda a criação do FunCaju, um fundo de apoio a cultura do Caju no país.

CHEIROX, O LUGAR CERTO PARA VOCÊ VISITAR

Vítima de acidente de transito na noite de ontem morreu no Tarcísio Maia.

Mikael Carlos da Silva de 19 anos de idade, morador do Sítio Estreito, vítima de colisão envolvendo um carro e uma carroças carregada de madeira, no início da noite de ontem, 27 de junho, na Avenida do contorno da BR 304 em cima da ponte da barragem de Genésio em Mossoró, morreu no Hospital Tarcísio Maia, para onde foi socorrido.
Mikael estava na carroça acompanhado com outro jovem e segundo informações, saiam do sitio com a madeira trafegando em direção a cidade, quando foram colhidos por trás pelo carro que trafegava no mesmo sentido. Ele foi arremessado por cima da mureta que divide as pistas e sofreu um corte profundo na cabeça. LINK

Segundo informações, o condutor do carro e o outro jovem que estava na carroça com Mikael continuam internadas em estado grave, no hospital.


Informações e imagens: O Câmera.

SANFONEIRO NORTERIOGRANDENSE SERÁ DESTAQUE NA MÍDIA NACIONAL

O sanfoneiro caicoense Rodolfo Lopes será destaque em rede nacional nesta quinta-feira, 28 de junho, no canal Futura, no quadro “Sanfonas Nordestinas”. O material foi gravado em parceria com UERN TV, em Mossoró, e irá mostrar um pouco da cultura nordestina e a história de vida de cada artista, ao som de muito forró pé de serra.

PF deflagra operação contra fraudes de R$ 180 milhões na Lei Rouanet

Do Xerife: A Polícia Federal deflagrou, em conjunto com a Controladoria-Geral da União, nesta terça-feira, 28, a Operação Boca Livre. O alvo da ação são fraudes de até R$ 180 milhões na Lei Rouanet. Ao menos 124 policiais federais e servidores da Controladoria Geral da União cumprem 14 mandados de prisão temporária e 37 mandados de busca e apreensão em São Paulo, Rio de Janeiro e no Distrito Federal, todos expedidos pela 3ª Vara Federal Criminal em São Paulo. A investigação cita o Ministério da Cultura, as empresas Bellini Eventos Culturais, Scania, KPMG e o escritório de advocacia Demarest, Roldão, Intermedica Notre Dame, Laboratório Cristalia, Lojas 100, Nycomed Produtos Farmacêuticos e Cecil.

A Lei Rouanet foi criada no governo Fernando Collor (PTC/AL), em 1991. A legislação permite a captação de recursos para projetos culturais ppr meio de incentivos fiscais para empresas e pessoas físicas. Na prática, por exemplo, a Lei Rouanet permite que uma empresa privada direcione parte do dinheiro que iria gastar com impostos para financiar propostas aprovadas pelo Ministério da Cultura para receber recursos.