domingo, 20 de novembro de 2016

XIV SEMANA ESPÍRITA DE APODI

Grave acidente de trem deixa 96 mortos na região norte da Índia, neste domingo (20)

Outras 150 pessoas ficaram feridas na tragédia; governo anunciou uma investigação do acidente e prometeu adotar medidas firmes contra os responsáveis
Rede ferroviária indiana, uma das maiores do mundo, tem grandes falhas de segurança mas continua sendo o principal meio de transporte do país 

Ao menos 96 pessoas morreram na região norte da Índia quando um trem descarrilou na madrugada deste domingo (20), uma nova tragédia na gigantesca rede ferroviária do país, que é antiga e considerada insegura.

O trem expresso Patna-Indore saiu da linha férrea perto da cidade de Kanpur, no estado de Uttar Pradesh, às 3h (19h30 de Brasília, sábado), quando muitos passageiros estavam dormindo.

"O balanço de vítimas subiu, infelizmente, e chegou a 96 mortos", declarou Daljit Singh Chawdhary, chefe de polícia de Uttar Pradesh. Outras 150 pessoas ficaram feridas na tragédia.

As operações de resgate prosseguem para tentar encontrar sobreviventes ou corpos entre as ferragens, informou o policial.

Canais de televisão exibiram imagens de uma composição inclinada, com alguns vagões praticamente esmagados.

Todos os hospitais da região foram mobilizados e 30 ambulâncias foram acionadas para transportar os feridos.

O governo anunciou uma investigação do acidente e prometeu adotar medidas firmes contra os responsáveis, de acordo com uma mensagem publicada no Twitter pelo ministro do Transporte Ferroviário, Suresh Prabhu.

O primeiro-ministro indiano, o nacionalista hindu Narendra Modi, expressou "grande tristeza" com a tragédia.

'Morte iminente'
Testemunhas afirmaram que ouviram um grande barulho pouco antes de serem projetadas contra as paredes do trem.

"Acordamos com um grande barulho. Era de madrugada e os gritos eram ensurdecedores", afirmou um passageiro à imprensa.

"Tenho sorte de ter saído com vida e ileso. Mas foi uma experiência de morte iminente para nós", disse.

Nitika Trivedi, uma estudante que embarcou no trem com sua família em Patna (leste), ficou traumatizada com a visão dos corpos dos passageiros.

"Nunca havia visto algo assim. Estou chocada até o mais profundo de meu ser", declarou.

As autoridades trabalhavam para liberar o tráfego ferroviário na região.

"Tentamos liberar as vias e fazer os reparos o mais rápido possível", afirmou à AFP Vijay Kumar, porta-voz do serviço ferroviário.

A rede ferroviária indiana, uma das maiores do mundo, tem grandes falhas de segurança mas continua sendo o principal meio de transporte do país, já que permite percorrer grandes distâncias em seu território, apesar da concorrência das companhias aéreas.

O acidente de trem mais grave na Índia aconteceu em 1981, quando um trem caiu em um rio e matou 800 pessoas.

Em 2014, também em Uttar Pradesh, 26 pessoas morreram quando um trem de passageiros bateu em um trem de carga.

No ano passado, 27 passageiros faleceram quando dois trens descarrilaram em Madhya Pradesh (centro do país).

O governo de Modi prometeu investir 137 bilhões de dólares em cinco anos para modernizar e tornar mais segura a rede ferroviária.

*Fonte: O Tempo/Robson Freitas.

PF isola Cunha e Palocci para protegê-los contra emboscadas

Embora não dividam cela, Eduardo Cunha só pode tomar banho de sol com Antonio Palocci, na carceragem da PF em Curitiba. Os policiais não deixam os dois com delatores nem com bandidos presos em flagrantes, com medo de que haja algum preso propositalmente para matá-los.

*O Globo/JBelmont.

G1/Ce - Policial rodoviário federal é morto em tentativa de assalto em Fortaleza

Dois suspeitos do crime foram baleados e presos.
Policial foi levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Um policial rodoviário federal foi assassinado na noite de sábado (19) durante uma tentativa de assalto no Bairro de Fátima, em Fortaleza. Dois suspeitos do crime foram baleados e presos.
O velório de Paulo Rolney Vidal acontece na manhã deste domingo (20) na sede da Superintendência da PRF, no Bairro Cajazeiras. Em seguida, o cortejo fúnebre seguirá para a cidade de Santana do Acaraú, onde será realizado o sepultamento.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o agente Paulo Rolney Vidal, 37 anos, foi abordado por dois assaltantes no cruzamento da Avenida Dom Manuel com Rua Pinto Madeira. A vítima reagiu e trocou tiros com a dupla.

O policial rodoviário foi atingido. Ele chegou a ser levado ao Instituto Dr. José Frota (IJF), no Centro, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Um dos criminosos foi baleado pelo agente e acabou preso. O outro suspeito foi também foi baleado e preso por uma equipe da Polícia Militar, logo após o crime. A dupla foi levada sob escolta policial para o IJF, onde seguem internados.

Paulo Rolney Vidal era casado, e estava na PRF desde 2004. Ele estava lotado na 3ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal.

Violência

Foi o segundo policial rodoviário federal morto neste mês no Ceará. No último dia 6, o PRF aposentado Leomar Saraiva de Aquino, 72 anos, foi assassinado durante tentativa de assalto no Bairro Jangurussu, em Fortaleza.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Leomar Saraiva de Aquino, de 73 anos, foi baleado com um tiro na cabeça e não resistiu. O crime aconteceu na casa do policial, no Conjunto Tamandaré.

No total, 28 policiais foram assassinados neste ano no Ceará, segundo levantamento feito pelo G1 com base em ocorrências e registros de sindicatos e associações dos profissionais de segurança. O número inclui 25 policiais civis e militares, um delegado e dois policiais rodoviários. 


*O Câmera.

GOVERNADOR TERÁ REUNIÃO COM O PRESIDENTE MICHEL TEMER EM BRASÍLIA

O governador do Rio Grande do Norte Robinson Faria (PSD) participa, na próxima terça-feira (22), de nova reunião com o presidente Michel Temer em Brasília (DF).

O presidente da República convocou, ontem, uma reunião com todos os governadores para discutir a situação financeira dos estados.


*O Xerife.

CARAÚBAS: ESCOTEIROS E POLÍCIA MILITAR REALIZARAM CERIMÔNIA ESPECIAL NO DIA DA BANDEIRA

Na tarde deste sábado (19), exatamente às 12hs, aconteceu a Cerimônia de Incineração de bandeiras inservíveis, promovida pelo 22º Grupo de Escoteiros Expedicionário Pedro Maia Filho e a Polícia Militar de Caraúbas, na Região Oeste do Estado do Rio Grande do Norte.

Para realizar este ritual de hasteamento do pavilhão nacional e a incineração das bandeiras inservíveis, seguindo a tradição das forças armadas e dos Grupos de Escoteiros que normatizaram essa cerimônia que aconteceu na sede da Quadra dos Escoteiros Chefe Celso Gurgel Costa, e antes deste ato, algumas participações, como o Diretor Presidente, Francélio Bezerra e a Escoteira Rosângela Araújo, falaram sobre o Dia da Bandeira.


Em seguida, o Soldado Ildonio da 3.ª companhia de Polícia Militar de Caraúbas, do 12.º batalhão de polícia militar do estado do Rio grande do norte, relatou da importância de realizar essa cerimônia pois, mantem viva a tradição e o respeito ao símbolo nacional que representa a nação, o patriotismo e o valor cívico faz parte de nossa cultura militar” o ritual de hasteamento do pavilhão nacional e a incineração das bandeiras inservíveis, seguindo a tradição das forças armadas que normatizaram essa cerimônia.


Segundo Francélio é uma Lei Federal de Nº 5.700 de 01 de setembro de 1971, que não pode utilizar bandeiras em mal estado de conservação, e incinerá-las em cerimônia oficial


O evento teve a participação da Filarmônica Cleto Fernandes e algumas autoridades de instituições de Caraúbas como a Vereadora Socorro Melo (PMDB), que veio representando a Câmara Municipal de Caraúbas.
















































































 
*Do: Icém Caraúbas.