domingo, 4 de dezembro de 2016

Em Nova Cruz-RN, amigos lembram momentos com Gil: 'É meu herói'

Elthon John, amigo de infância, foi salvo de afogamento pelo ex-jogador.
David, sobrinho de Gil, pretende homenagear o tio jogando futebol.

Amigos de infância lembram dos momentos com Gil em Nova Cruz (Foto: Andrea Tavares/G1)

Uma grande comoção toma conta da rua onde morava o volante Gil, morto no acidente da Chapecoense. Amigos de infância e familiares relembram, consternados, os momentos passados com o jogador. O corpo de Gil será velado na tarde deste domingo, em Nova Cruz, distante 93km de Natal.

Sentados nas calçadas, os moradores prestam suas homenagens, com camisas verdes, velas e cartazes, e compartilham o sentimento de luto. Elthon John, amigo de infância de Gil, relembra o dia em que o jogador salvou sua vida: "Gil é meu herói, não só por ter me salvado de um afogamento quando tínhamos 10 anos, mas também pelo exemplo que ele era", se emociona.

Pedro Júnior, que também estava no dia do salvamento, conta que Gil era um amigo dedicado, amoroso e muito querido em toda a cidade. "Era um homem correto, de bem, só trazia orgulho para a cidade, perdemos um filho, um amigo, um irmão", conta. Pedro se emociona cada vez que passa pelo campinho, onde jogou inúmeras vezes com Gil. "Éramos uma turma imensa, só ficou a saudade".

Tarcísio Batista, amigo de infância do jogador, dividiu campinhos e gramados quando criança, com Gil. O servente de pedreiro conta que recebeu a notícia quando chegou no trabalho, ficou sem reação e teve que ir para casa. "O último contato que tive com meu amigo foi no começo do ano. Quando soube da notícia não consegui acreditar, fiquei sem reação". Tarcísio ainda não conseguiu visitar a família do amigo, mas mostra, com orgulho a camisa da Chapencoense que Gil o presenteou. "Infelizmente isso aconteceu, a hora de cada um, só Deus sabe", fala consternado.

Entre lágrimas, a vizinha da casa de Gil, Tânia Cristina, conta que ainda não reuniu forças suficientes para prestar solidariedade à família do jogador. "Recebi a notícia ainda na madrugada, mas não conseguimos acreditar. Faltam forças, a ficha ainda não caiu", conta.


*Do G1.

LAVA JATO UNIÃO!!!


APODI: FESTEJOS DA PADROEIRA TÊM PROSEGUIMENTO HOJE!

5° Noite de Novena 🙏🙏🙏
Festa na Cidade da Padroeira 😍😍😍

Festa de Padroeiro é Festa de Toda a Cidade!
🙏🙏🙏🙏
250 Anos de Fé e Evangelização! Show da Banda Divina Luz na Cidade da Padroeira! 😍😍

Fidel Castro é enterrado em Santiago de Cuba

O líder da revolução cubana foi enterrado na manhã deste domingo (4) no cemitério de Santa Efigenia, em Santiago de Cuba. As ruas da cidade foram bloqueadas e a população aguardou a passagem da urna funerária ao longo de 3 km desde a Praça da Revolução, onde as cinzas passaram a noite.

A funcionária da empresa de alimentação Yamila Ruiz, de 49 anos, fez um discurso muito emocionada no ponto mais próximo do cemitério que os admiradores de Fidel podiam chegar.

“Somos milionários sem termos um peso no bolso. Por quê? Porque temos o coração aberto. Respiramos em uma Cuba liberta do domínio estrangeiro. Andamos por uma Cuba livre e soberana”, disse, em lágrimas.

*G1/Blog do BG.

NOVA CRUZ/RN: CORPO DO JOGADOR GIL JÁ CHEGOU EM SUA CIDADE

O corpo do jogador Gil da Chapecoense acabou de chegar em Nova Cruz e segundo informações, deve passar pela residência de sua mãe. Depois segue para o Ginásio de Esportes da cidade.

NOVA CRUZ/RN: CORPO DO JOGADOR GIL PERCORRERÁ ALGUMAS RUAS DA CIDADE ANTES DE SER SEPULTADO

Antes do sepultamento no cemitério local, o corpo do jogador percorrerá algumas ruas da cidade em cortejo numa viatura do Corpo de Bombeiros.

NOVA CRUZ/RN: Corpo do jogador Gil deve chegar a Nova Cruz por volta das 15:30h; Veja outras informações sobre o velório

Nova Cruz Oficial 
O Prefeito de Nova Cruz, Cid Arruda, confirmou em suas redes sociais que o corpo do jogador Gil, morto em acidente aéreo com avião da Chapecoense, deve chegar a cidade por volta das 15:30h deste domingo.

O velório e homenagens acontecerão no Ginásio Poliesportivo por trás da rodoviária de Nova Cruz. De acordo com o radialista Ademilson Amorim, a família fica ao lado do caixão por 30 minutos, em seguida os portões serão abertos para visitação pública onde as pessoas passarão próximo do caixão seguindo orientações da polícia militar. Haverá também uma coletiva de Imprensa.

Ronaldinho Gaúcho faz homenagem à Chape e torcida pede contratação

Ídolo do futebol mundial, Ronaldinho Gaúcho é alvo de uma campanha nas redes sociais para que vista a camisa da Chapecoense no ano que vem. Com a #ronaldinhonachape, torcedores e fãs vêm inundando as contas do atleta, pedindo para que seja reforço da equipe na temporada de 2017. 

Após os tristes acontecimentos da última terça-feira envolvendo a delegação do clube catarinense, Ronaldinho, entre diversos jogadores, se pronunciou e prestou uma homenagem às vítimas do acidente. O craque publicou uma foto em sua conta do Instagram, em sinal de oração, e uma bela mensagem de consolo às famílias dos que estavam no avião. 


Muitos anos de trabalho duro pra chegar ao futebol profissional, muitos jogos, viagens, alegrias e tristezas. Uma vida de dedicação ao nosso esporte, aquilo que amamos, acho que até mesmo antes de nascer, apoiados por nossos pais e familiares fazemos aquilo que amamos!!! Não tivemos tempo de dizer adeus ou até breve, mas eu tenho certeza que o mundo do futebol ganhou muitos anjos que vão estar olhando por nós a partir de agora… Sinto muito pelas famílias de todos presentes neste voo, não sabemos nem o que dizer a alguém que perde o seu bem mais precioso de uma hora para outra. ????????

Apesar de ainda não ter se pronunciado a respeito dos pedidos, R10 publicou outra foto, agora com uma camisa verde e a #forçachape. Entre os milhares de comentários, estão frases como “Ia ser lindo para a história do esporte ver você jogando na Chape. Pense nisso”, “#ronaldinhonachape seria épico, honroso, memorável e emocionante. Pois #ChapecoenseMereceTerAMaiorTorcidaDoBrasil e com certeza já é!” e “Ajuda ae @ronaldinhooficial. Você sabe que é capaz!!!”. Inclusive, os torcedores pedem Riquelme no time, também: “Você e o Riquelme no meio campo da Chapecoense… Campeões da Libertadores 2017! Façam isso pela Chape!”.

Revelado pelo Grêmio em 1998, Gaúcho fez sucesso na Europa com a camisa do Paris Saint-Germain, Barcelona e Milan e, no Brasil, passou por Flamengo, Atlético-MG e Fluminense. Foi eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa duas vezes e, atualmente, está sem clube.

*Blog do BG.

AVIÃO COM O CORPO DE GIL DA CHAPECOENSE CHEGA A NATAL

As viaturas da Polícia Militar que vão trabalhar na escolta do cortejo fúnebre do jogador da Chapecoense, Gil, até a cidade de Nova Cruz, já chegaram ao Aeroporto Aluízio Alves, onde a aeronave de TAM vai pousar por volta das 13h20. O trajeto até a cidade que fica 100 quilômetros distante de Natal, deve levar em torno de uma hora, até o ginásio de esportes de Nova Cruz, onde será realizado o velório. O cortejo deve chegar na cidade por volta das 15h.

Aos 86 anos, morre Ferreira Gullar

Morreu hoje no Rio de Janeiro, aos 86 anos, o poeta, escritor, ensaísta, crítico de arte, tradutor, biógrafo, teatrólogo e colunista da Folha, Ferreira Gullar.

Um dos maiores autores brasileiros do século XX e imortal na Academia Brasileira de Letras ocupando a Cadeira 37 desde 2014, Gullar estava internado no hospital Copa D’Or há cerca de 20 dias devido a insuficiência respiratória causada por uma pneumonia.
Na minha memória, uma esbarrada em Ferreira Gullar num dos corredores da antiga Livraria Francesa, do Copacabana Palace.

Da Folha:
Com grande independência, quase sempre remando contra a corrente no poder, Gullar frequentou diferentes regiões de um amplo espectro ideológico. Renovador da linguagem poética e teórico da vanguarda, anos mais tarde ele enxergaria com olhos severos os rumos da arte contemporânea. Militante comunista, fez-se um rigoroso tribuno contra a esquerda no poder desde os primeiros momentos do governo Lula.
Sua fisionomia angulosa, cheia de vincos expressivos, fez a alegria dos designers gráficos, que a reproduziram ampliada em inúmeras capas de livros e revistas. Ao vivo, o corpo magro e frágil contrastava com o vigor escuro do olhar, o nariz proeminente que lhe dava um perfil de índio andino, os óculos metálicos dominando o rosto de fora a fora, a espessura das sobrancelhas, o gesto constante de levar as mãos à cabeça e ajeitar os cabelos muito lisos, brancos e compridos, ou então enxugar com o canto dos dedos a saliva acumulada nos lábios grossos.
Nascido em 10 de setembro de 1930, o maranhense José Ribamar Ferreira se espraiou em praticamente todos os campos da cultura, da poesia de vanguarda à canção popular, da teoria estética ao jornalismo, da ilustração de livros infantis à teledramaturgia. Quase sempre, com forte ênfase política. Para se distrair, entregava-se à reprodução de quadros de Mondrian e outros de seus mestres europeus, fazia colagens com recortes de revistas ou traduzia poesia. Está entre os primeiros nomes da extensa lista de biografias que ainda precisam ser escritas no Brasil.
Filho do comerciante José Ribamar Ferreira e da dona de casa Alzira Goulart, que lhe inspiraria o nome literário, Gullar publicou seu primeiro livro em edição do autor em sua São Luís natal, em 1949. “Um Pouco Acima do Chão” não teria lugar nas futuras edições de obra completa organizadas pelo poeta: trata-se, diz ele, de “um tateio inicial”, “um livro ingênuo”.
O seu segundo trabalho, de 1954, também saiu em edição do autor, mas de ingênuo não tinha absolutamente nada. “A Luta Corporal” foi a fagulha de um novo tipo de escrita que nos anos seguintes mudaria as noções tradicionais de verso, página, livro de poesia —em resumo, a própria poesia, tal como a entendíamos até então.
Escrito solitariamente, quando o autor já vivia no Rio (desde 1951), mas ainda tinha poucas conexões com o mundo literário, o livro soava como um salto radical em todas as dimensões —sonoras, gráficas, semânticas— e todas as possibilidades que a palavra impressa poderia oferecer.
“Diagramado e editado por mim, ele refletia a preocupação com a utilização do espaço em branco na estruturação espacial dos poemas, como também na titulagem e no uso da página em branco, feito camadas de silêncio acumuladas nas páginas”, recordaria Gullar, anos mais tarde, em seu livro “Experiência Neoconcreta” (Cosac Naify), volume que recupera os seus anos heroicos do neoconcretismo, ao lado dos artistas plásticos Lygia Clark, Hélio Oiticica e outros amigos. Segundo ele, “A Luta Corporal” se encerrava com a “implosão da linguagem”. “Mu gargantu / FU burge / MU guêlu, Mu / Tempu – PULCI”, escreve ele numa das passagens mais cheias de escombros.



“Naquele tempo eu não tinha família, nem uma vida regular, vivia sozinho num quarto perto da praça da Cruz Vermelha [no Rio]”, contaria o autor, anos mais tarde, à equipe dos “Cadernos de Literatura Brasileira”. “Era uma vida desligada da realidade comum de todos. Eu vivia, então, ‘num clima de aventura’.”
Entre seus primeiros leitores, estava o escritor Oswald de Andrade, que apareceu de surpresa para cumprimentar Gullar no dia de seu aniversário, em 1953. O autor de “Poesia Pau-Brasil” tinha lido “A Luta Corporal” ainda nos originais e se impressionou pelo vigor daquele jovem poeta maranhense.
O livro também o aproximou de dois personagens-chave: os irmãos Haroldo e Augusto de Campos e Decio Pignatari. Conta Gullar que os três poetas entraram em contato com ele por carta, depois de terem lido “A Luta Corporal”. Augusto foi ao Rio para um encontro com Gullar, no qual teria manifestado insatisfação com o estado da poesia brasileira naquele momento.
A correspondência inaugurada ali gestou uma das mais importantes revoluções artísticas do século 20 no Brasil, e também uma curta, porém fértil, colaboração entre o grupo dos paulistas e o dos cariocas. Não demorou a nascer também uma das mais duradouras disputas intelectuais do país, que começou em torno da paternidade da abolição do verso tradicional. Isto é, quem foi o primeiro a afirmar que um poema já não precisava mais ser organizado em linhas para ser um poema?
Gullar e os paulistas estavam juntos, na 1a Exposição Nacional de Arte Concreta, realizada em São Paulo em dezembro de 1956. Em fevereiro de 57, quando foi inaugurada no Rio, Gullar publicou no “Suplemento Dominical do Jornal do Brasil” um artigo em resposta a um manifesto de Haroldo de Campos em que explicitava as diferenças que enxergava entre o seu grupo, o dos “cariocas”, e os dos paulistas. Para Gullar, Haroldo defendia a subordinação da poesia a equações matemáticas. “Considerando que aquilo era inviável”, registraria Gullar, anos mais tarde, “telefonei a Augusto, dizendo que não podia subscrever semelhante teoria. Sua resposta foi que eu então procedesse como me parecesse melhor, pois eles não desistiriam daquela tese.”
Agora conhecidos respectivamente como os “neoconcretos” e os “concretos”, os dois grupos passariam a reivindicar o pioneirismo na dissolução do verso e na exploração das dimensões concretas da palavra. A disputa, que acompanharia os contendores ao longo da vida inteira, não é facilmente explicável, mas influenciou as gerações de artistas subsequentes e ecoou, por exemplo, no Tropicalismo de Caetano Veloso.
“Lembro-me que defendia a tese de que a questão fundamental da nova poesia não era ‘criar um novo verso’ (como escrevera Haroldo na ocasião) e, sim, ‘superar o caráter unidirecional da linguagem, rompendo com a sintaxe verbal'”, rememora Gullar em “Experiência neoconcreta”. “Esta tese foi aceita por eles e de algum modo contribuiu para que buscasse solução no poema visual, construído geometricamente no espaço da página.”
Mais adiante, o poeta reconhece: “Sem qualquer dúvida, o contato com Augusto de Campos e com suas experiências poéticas me ajudou a sair do impasse a que chegara com ‘A Luta Corporal'”.
Aquele encontro no Rio, em 1955, ainda renderia, quase 60 anos depois, uma agressiva troca de farpas entre Gullar e Augusto de Campos, relativa às afirmações do maranhense de que foi ele quem apresentou aos irmãos Campos a poesia de Oswald de Andrade, referência central para os concretos. Em artigos publicados na Folha, ambos reconstituíram em minúcias o encontro, realizado no restaurante Spaghettilândia.


*Thaisa Galvão.

Corpo do jogador Gil, ídolo do Chapecoense, só chegará a Nova Cruz neste domingo

Está previsto para desembarcar somente às 13 horas deste domingo no aeroporto de São Gonçalo do Amarante, o corpo do meio-campista Gil, morto no acidente com o avião que transportava o Chapecoense para Medellin, na Colômbia.

Gil, um dos ídolos do time catarinense, é natural de Santo Antônio, mas por muitos anos viveu em Nova Cruz, onde mora a família.

O corpo do jogador seguirá do aeroporto direto para Nova Cruz onde será velado, inicialmente num momento íntimo, só pela família, e depois pela população da cidade.

Antes de ser enterrado, ainda neste domingo, o corpo de Gil percorrerá algumas ruas da cidade em um carro de bombeiros.

O governador Robinson Faria confirmou presença em Nova Cruz.


*Thaisa Galvão.

BAXEIRO ESTÁ COM DUAS LOTAÇÕES PARA CANINDÉ-CE!!!!

BAXEIRO avisa ao povo em geral, que está com duas lotações para o CANINDÉ-CE! Dia 09 e 23 de dezembro. Interessados, procurar o mesmo em sua residência na Baixa da Alegria, ou falar com Vanilda e Edmilson na Rua do Papôco. Pode falar também com Novinha, nas Malvinas. A lotação sairá da Praça da Maternidade, preço da passagem, 75 reais.

SÉRGIO MORO PRETENDE ESCREVER LIVRO SOBRE A LAVA JATO

Após encerrar seu trabalho à frente da operação Lava Jato, o juiz Sérgio Moro pretende escrever um livro de memórias sobre o processo. E quando será? Pelo visto até agora, vai demorar!

NATAL/RN: Jovem é executado por desconhecido no bairro Lagoa Azul

Um homicídio foi registrado na noite deste sábado (3), próximo ao depósito Maranguape, no Loteamento Boa Esperança, no bairro lagoa Azul, zona Norte de Natal.

Segundo informações, a vítima foi identificada apenas pelo apelido de “Lele” estaria na frente de uma residência, quando sofreu vários disparos de uma pessoa ainda não identificada.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado, mas a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu antes da chegada do socorro médico.

Os policiais militares isolaram a área até a chegada dos Peritos do ITEP e policiais da Divisão de homicídios para os procedimentos cabíveis.


*190 RN.

Confira: Blog Entrevista o Atacante Sávio Flamengo

Entrevista com Atacante Sávio Flamengo

*Do Blog Esporte em Prática.
 
Sávio Flamengo de Almeida Dantas, é Natural de Apodi/RN, data de nascimento 03/07/1995, 72KG, Altura 1,91CM.


1° Primeiramente quero agradecer a Você por nos conceder essa entrevista ao blog esporte em prática é uma honra pra gente poder entrevista um grande desportista da nossa cidade. Agora me conte como surgiu essa paixão pelo futsal que foi onde tudo começou e depois o futebol de campo.
Acho que como a maioria dos desportistas de Apodi, eu comecei na escolinha de Neném de Detinho. Sempre fui apaixonado pelo esporte, jogando Jerns e outras competições escolares. Fui crescendo e começando a gostar do futebol de campo e fui me adaptando até que as oportunidades foram surgindo pra mim mais na parte do campo, e então fui seguindo essas oportunidades.

2° Conte pra gente como é sua relação com o futebol.
Futebol é e sempre foi minha vida, desde criança que vivo futebol! Agora que ficou mais sério tenho que tratar como minha profissão, e procuro ser o mais profissional possível, resumindo, respiro futebol kkkk

3° Quais foram às dificuldades enfrentas e se você já pensou em desistir.
Existem inúmeras dificuldades, se fosse falar aqui ia escrever um texto enorme, mas as piores de enfrentar são os "nãos" que você recebe nessa caminhada, é difícil. Já vi muitos amigos desistirem por vários motivos, eu também já pensei nisso, mas tento sempre me fortalecer nessas dificuldades, e também tenho minha família que sempre me apoiou nessa vida.

4° Em 2009 quando você tinha apenas 14 anos e atuava representando a sua escola ‘’Pequeno Príncipe’’ no Jerns, aconteceu algo que te deixou parado por pouco mais de seis meses, explica pra gente como isso aconteceu e como foi a sua forma de recuperação.
Então, eu fraturei a minha perna e era muito novo na época, futebol era apenas uma brincadeira pra mim naquele tempo. Meus pais me ajudaram e graças a Deus não me proibiram de jogar kkkkk O pior disso tudo foi ficar 6 meses sem jogar bola kkkk

5° Sabemos que o inicio da sua carreira profisional no futebol foi no Potiguar de Mossoró, podemos definir o mesmo como um divisor de águas na sua carreira? Me Fala também como foi a sua passagem pelo clube.
Isso, profissionalmente foi o meu primeiro clube! Até hoje sou grato ao potiguar, time que me revelou e me deu oportunidade de jogar um campeonato profissional. Aprendi muito nos dois anos que fiquei lá e fiz muitas amizades, além de poder ver como realmente funciona o "mundo da bola".

6° Em partidas oficiais na equipe Mossoroense Válidas pelo Estadual de 2014 e 2015 você chegou a balanças as redes 3 vezes e a repercussão em cima de você foi enorme, como você soube reagir diante disso.
Foi muito bom conseguir jogar e marcar gols. Um sonho realizado, tanto pra mim quanto pra o meu pai, todos da família ficaram muito felizes. Muitos amigos de apodi me apoiaram e também ficaram felizes com meu sucesso. Isso não mudou muito pra mim, continuei sendo o mesmo sempre, graças a Deus minha cabeça nunca mudou por isso.

7° Em 19 de Agosto de 2015 Sávio Dantas Assinou contrato com a equipe do Mirassol de São Paulo/SP por empréstimo e chegou a atuar pela equipe Sub 20 na copa paulista e se lesionou, sofrendo ume estiramento na coxa esquerda. Explica-me como foi essa sua passagem pela equipe paulistana e se você está 100% Recuperado dessa lesão.
 Essa transferência foi um salto na minha carreira, tanto eu como meus empresários esperávamos muito dessa passagem pelo Mirassol, acabei me lesionando no inicio e só disputei 3 partidas pela equipe sub-20 do clube é isso me atrapalhou um pouco lá. Hoje estou totalmente recuperado, e sou muito grato a todo o apoio e força que o Mirassol me deu, estiveram sempre comigo. No geral foi uma boa experiência, joguei e conheci muita gente boa lá, um ótimo lugar.

8° há Quem você pode atribuir todas essas conquistas da sua carreira.
Primeiramente a Deus, por que sem ele nada somos e se hoje eu pude me tornar um profissional, foi por permissão e vontade do senhor. Minha família que nunca me deixou faltar nada, sobretudo apoio que sempre me deram, Meus treinadores da época de criança, e meus empresários tornaram tudo um pouco mais fácil, sou muito grato a todos eles.

9° Qual a sua maior Fonte de inspiração
Como pessoa sempre me inspirei no meu pai, e tento seguir tudo que ele me passa. E como jogador eu admiro muito Ronaldo, todo mundo um dia já quis ser Ronaldo, seja ele o fenômeno ou o Cristiano.

10° Sávio Dantas sonha em atuar por qual clube Brasileiro.
O sonho do meu pai é me ver jogando no Flamengo, e isso se tornou minha meta há muito tempo, quem sabe um dia?!

11° Sabemos que seu nome Completo é Sávio Flamengo Almeida Dantas e o fator curioso disso é a existência do nome ‘’Flamengo’’ explica pra gente o porquê disso no seu nome.
Meu pai é e sempre foi apaixonado pelo Flamengo, então quando nasci ele decidiu colocar "Sávio" que era um jogador do Flamengo, mas achou pouco e ainda me deu o segundo nome "Flamengo" e até hoje esse nome chama atenção em todo lugar que passo.

12° Me fala um titulo Marcante e um jogo Inesquecível.
O título do Regional sub20 que conquistei pelo potiguar, enfrentamos inúmeras dificuldades e no final conseguimos ser campeões, nunca vou esquecer. E o jogo, sem duvidas, foi a minha estreita no profissional contra o América/RN em que fiz o meu primeiro gol, ficou marcado!

13° Qual o seu Time do coração.
Eu sempre fui torcedor do Flamengo, mas agora me desprendi disso, geralmente torço pra o time que estou jogando. Mas se for pra falar um, com certeza é o Flamengo.

14° O que podemos Esperar de Sávio em 2017
Eu espero que seja um ano de muito trabalho e muitas conquistas, Deus tem o melhor reservado, e 2017 promete ser um ano muito bom, vem novidade por aí.

15° Deixe um Recado para seus Admiradores e Fãs que te acompanham. 
Agradeço a todos que torcem e admiram o meu trabalho! Espero que continuem nessa torcida que eu sempre vou dar o meu melhor pra orgulhar a todos!




SÃO JOSÉ DE MIPIBU/RN: Veja o Saldo da operação da Deicor na noite deste sábado em Pium

Veja o Saldo da operação da Deicor na noite deste sábado, 3 de dezembro de 2016.
5 fuzis calibre 7,62
2 espingardas calibre .12
1 sub metralhadora 9mm
9 Pistolas calibres 380 .40 e .45
Farto material explosivo pronto pra uso
7 carros (alguns roubados/clonados)
2 tijolos grandes de crack
Balança de precisão
Balaclavas, luvas, gandolas, botas
Centenas de munições de fuzis, pistolas e sub metralhadora
17 baldes cheios de grampos
2 indivíduos presos e 5 vieram a óbito.


*190 RN.

SÃO JOSÉ DE MIPIBU/RN: DEICOR desarticula quadrilha de Cural e apreende Fuzis e explosivos em Pium

A Divisão de Combate ao Crime Organizar (DEICOR) realizou uma operação na noite deste sábado (3), com o objetivo de desarticular uma quadrilha que vinha atuando na Região Metropolitana de Natal.

Durante a operação, cerca de cinco bandidos trocaram tiros com a polícia, no distrito de Pium de Cima, em São José de Mipibu e acabaram baleados. Todos foram socorridos ao hospital Deoclécio Marques em Parnamirim, mas acabaram não resistindo aos ferimentos.

Com a quadrilha, foram encontrados oito pistolas, três fuzis, explosivos e quatro carros com registros de roubo, que estão sendo encaminhados há delegacia especializada para o registro da ocorrência e a suspeita é que a quadrilha, seja responsável pelas últimas ações contra bancos de Natal e Região.

Entre os mortos, está “Cural” um dos assaltantes de banco mais conhecidos do RN e segundo informações ainda não confirmadas a ocorrência ainda está em andamento e os policiais ainda trocam tiros com outros envolvidos no local.


*190 RM

JOÃO CÂMARA/RN: UMA PESSOA FOI MORTA EM TIROTEIO

Um tiroteio ocorrido no Conjunto Baixa Verde, na cidade de João Câmara resultou na morte de um homem identificado pelo apelido de “Forasteiro”.

A ocorrência se deu na noite deste sábado (3) e até o momento a polícia não tem pista da motivação para a troca de tiros, mas a polícia Militar foi ao local e quando chegou, a vítima foi encontrada morta dentro de uma residência.

Os policiais realizam o isolamento do local enquanto aguardam a chegada dos peritos e policiais da Divisão de Homicídios, para os procedimentos cabíveis.


*190 RN.

LAVA JATO UNIÃO!!!


TANGARÁ/RN: EX VEREADOR FOI MORTO A TIROS

Foi morto a tiros na madrugada de hoje (03), em Tangará, o professor e ex-vereador João Fernandes de Lima vítima. Segundo as primeiras informações d a Polícia Militar, ele teria sido alvo de uma tentativa de assalto.

João Fernandes foi professor da Escola Estadual Professor Severino Bezerra e da rede municipal de ensino, além de exercer o mandato de vereador em 2005, mas atualmente trabalhava na secretaria municipal de Educação de Tangará.