domingo, 31 de dezembro de 2017

Ministro Raul Jungman passa virada do ano em Natal em solidariedade às tropas federais que estão trabalhando no RN

O ministro da Defesa, Raul Jungman, como o Blog publicou na sexta-feira, vai passar a virada do ano em Natal.
O ministro confirmou a estada na capital potiguar no final de semana e justificou que fica em Natal em solidariedade aos soldados que passarão a virada de ano trabalhando, longe de suas famílias.


*Thaisa Galvão

FELIZ ANO NOVO PARA TODOS OS MEUS EX ALUNOS DE CARAÚBAS!!!

Nós abriremos o livro. Suas páginas estão em branco. Nós vamos pôr palavras nele. O livro chama-se Oportunidade e seu primeiro capítulo é o Dia de ano novo.

FELIZ ANO NOVO PARA TODOS OS OUVINTES DA LUTA FM!!!!


IGREJA BATISTA: CONGREGAÇÃO DO BACURAU I REALIZOU CONFRATERNIZAÇÃO COM JANTAR ESPECIAL

Irmãos e irmãs se reuniram na noite de sábado, 30 de dezembro de 2017 no sítio Ponta, onde houve um jantar especial com os congregados no bairro Bacurau 1.
O pastor Welintton Souza também compareceu ao evento e se sentiu muito feliz com a reunião dos irmãos, que demonstraram entusiasmo em servirem ao Senhor no ano que se aproxima.
A congregação seguirá em 2018 com os trabalhos de evangelização na comunidade do Bacurau 1, onde as crianças e as famílias de um modo geral, serão beneficiadas. 
Feliz ano novo para todos!!! 

A BOCA ESQUENTOU! DESEMBARGADOR DETERMINA PRISÃO DE POLICIAIS DURANTE PARALISAÇÃO NO RN

Decisão foi tomada neste domingo (31) e atende a pedido do governo do estado.

*Do G1 RN

O desembargador Cláudio Santos, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), determinou neste domingo (31) que os comandantes da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros e o Delegado Geral da Polícia Civil do estado prendam os policiais reponsáveis por incitar, defender ou provocar a paralisação iniciada no último dia 19. A decisão foi favorável a um pedido do Governo do RN, que argumentou que os servidores da segurança desobedeceram à primeira decisão da Justiça, no domingo (24), que considerou o movimento ilegal.

Policiais militares e bombeiros estão aquartelados há 13 dias nos batalhões, em protesto contra atrasos de salários e condições das viaturas e equipamentos de proteção. Desde o dia 20, policiais civis só atuam em regime de plantão nas delegacias do estado. Sem policiamento nas ruas, houve um aumento da violência no estado. Neste final de semana, 2,8 mil homens das Forças Armadas chegaram ao estado, após pedido ao governo federal.

 "Considerando a desobediência flagrante a uma decisão que foi tomada pelo Tribunal de Justiça (pela desembargadora Judite Nunes), novamente o estado veio aos autos pedindo medidas complementares para que o movimento de greve seja suspenso imediatamente", afirmou o desembargador Cláudio Santos.

De acordo com o desembargador, a determinação é para que todos os policiais e bombeiros que estejam "incitando, defendendo ou provocando em qualquer meio de comunicação o estado de greve" sejam presos em flagrante delito pelo crime de desobediência e, no caso dos policiais militares, motim. "Fato é que a Constituição da República não tolera greve para policiais civis e militares", afirmou o desembargador em entrevista.

Ainda de acordo com Cláudio Santos, o atraso do pagamento dos salários não pode sobrepor a lei e a greve deve parar para que haja tranquilidade da população e turistas do estado. "É uma medida de força. A Justiça agora age de maneira mais forte para que essa greve termine", pontuou.

Neste sábado (30), a Justiça do Estado autorizou o governo a usar R$ 225 milhões de outras fontes para pagar os salários de novembro, dezembro e o décimo terceiro. Em sua decisão, Cláudio Santos determinou que o governo use esse recurso para pagar os servidores já no dia 2 de janeiro e priorize o setor da Segurança.
 

Foi determinada ainda multa diária de R$ 100 mil para as associações de policiais. O magistrado também decidiu que os policiais tenham transporte gratuito no transportes público e que o estado possa alugar 50 carros (para uso das polícias) sem licitação.
Paralisação

Os policiais militares e bombeiros estão aquartelados desde o dia 19 de dezembro, em protesto contra atraso de salários. Eles anunciaram a operação 'Segurança com Segurança' e informaram que só deixariam os batalhões com carros e equipamentos de proteção em bom estado de uso. No dia 20 foram os policiais civis que entraram em regime de plantão. 

No plantão judiciário do dia 24 de dezembro, a desembargadora Judite Nunes, do TJRN, considerou a paralisação dos policiais ilegal e determinou o retorno deles às atividades. Porém os militares afirmaram que não estavam em greve e não voltaram às ruas.

Houve aumento do número de arrombamentos, assaltos e homicídios na capital e em cidades do interior e o estado solicitou apoio federal. Nos primeiros dias, foram enviados 100 homens da Força Nacional. Na última sexta-feira (29) começaram a chegar ao estado 2,8 mil homens das Forças Armadas.


Salários
 

O governo não conseguiu cumprir um calendário que havia divulgado no dia 21 de dezembro. O próprio governador Robinson Faria anunciou que o RN receberia R$ 600 milhões do governo federal, mas o Ministério da Fazenda negou o repasse após recomendação do Ministério Público de Contas.
 

Na sexta (29) a administração estadual pagou apenas o salário de novembro dos servidores que recebem até R$ 4 mil. Mais de 80% da polícia foi contemplada, porém a paralisação dos militares continou. O pagamento do restante dos servidores será feito na primeira semana de janeiro, segundo informou o governo em nota, sem especificar o dia.

Na terça (26), a secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi, afirmou que está em estudo no Ministério da Fazenda e no Banco Mundial um plano para ajudar o Rio Grande do Norte. Segundo ela, a ajuda não envolverá recursos da União, mas, sim, um empréstimo do Banco Mundial ao estado.

Apesar disso, o governo do RN pediu ao ministro da Fazenda Henrique Meirelles que reconsidere a decisão de não enviar ajuda financeira no valor de R$ 600 milhões ao Rio Grande do Norte e ainda entrou com um recurso de embargo de declaração no Tribunal de Contas da União. O objetivo, segundo a administração, é esclarecer a decisão do TCU que tinha sido favorável à transferência de auxílio do governo federal aos estados em crise fiscal, entre eles o RN.

É HOJE! REVEILLON TRADICIONAL É NA MANSÃO DO FORRÓ!!!

JAIR GAMA E FERAS DO FORRÓ VÃO ANIMAR A NOITE TODA!!! A FESTA SERÁ EM SANTA ROSA II, EM APODI-RN!!!! TODO MUNDO É CONVIDADO!!!

Etíope Dawitt Admasu arranca nos últimos 5km e é bicampeão da São Silvestre

No feminino, queniana Flomena Cheyech domina maior parte dos 15km e cruza em primeiro com larga vantagem. Brasil não vai ao pódio.

Do G1 
Em uma manhã nublada e com chuva em São Paulo, o etíope Dawitt Admasu e a queniana Flomena Cheyech foram os mais rápidos entre os 30 mil participantes da 93ª edição da São Silvestre, neste domingo. Admasu arrancou nos últimos 5km para levar seu segundo título na tradicional prova brasileira de 15km, enquanto Flomena dominou quase todo o percurso e cruzou a linha de chegada em primeiro, após ter batido na trave em 2016. O Brasil ficou longe do pódio. Joziane Cardoso ficou em 10º, e Ederson Vilela foi 11º.

- Quero agradecer à torcida de São Paulo, que me ajudou. Eu treinei duro, me preparei bem, então estou muito feliz - disse Admasu.

Nos 5km de prova, um choque entre dois corredores do primeiro pelotão mudou os rumos da disputa. O queniano Edwin Rotich e o brasileiro Wellington Bezerra, o Cipó, estavam no grupo principal quando se chocaram e caíram no chão. (confira no vídeo abaixo) Apesar do susto, os dois se recuperaram e conseguiram alcançar novamente os líderes. Wellington, no entanto, não manteve o ritmo por muito tempo e ficou para trás.

O queniano Edwin foi guerreiro e aguentou o ritmo forte do Dawitt Admasu até os 10km, mas também não conseguiu ir além. O atleta da Etiópia, que já havia sido campeão em 2014, acelerou nos 5km finais de prova e conquistou o bicampeonato da São Silvestre, com o tempo de 44m15s. O etíope Belay Bezabh terminou em segundo lugar (44m33s), seguido pelo queniano bicampeão da prova Edwin Rotich (44m43s).

O Brasil ficou longe do pódio no masculino e no feminino. A melhor colocação foi o 10º lugar de Joziane Cardoso. No masculino, o brasileiro mais bem colocado foi Ederson Vilela, em 11º lugar. O último do país a vencer foi Marilson Gomes dos Santos, em 2010. No feminino, Lucélia Peres foi a última brasileira campeã, em 2006, ano que teve dobradinha dos anfitriões com Franck Caldeira.

- Estou feliz pela minha colocação, por ter sido a primeira brasileira. Consegui fazer boas provas neste ano, obtive pódios. Foi muito bom fechar a São Silvestre sendo a primeira brasileira. Vou focar e me dedicar ano que vem para estar entre as cinco do pódio - disse Joziane.

Queniana domina com tranquilidade e leva o título 

O início da disputa feminina poderia propor que a briga seria apertada. Até os primeiros 5km de prova, um grupo grande mantinha a liderança. Mas, na metada da prova, a queniana Flomena Cheyech apertou os passos e começou construir sua vitória. Depois de ser vice em 2016, desta vez, Flomena não quis perdar a chance de subir no alto do pódio e foi se distanciando cada vez mais das rivais até cruzar a linha de chegada em primeiro com larga vantagem, em 50m18s.

- Estou feliz. A prova foi muito boa. Corri sozinha, mas não foi fácil. Eu treinei muito no Quênia. Ano passado eu fiquei um pouco insegura, e por isso fiquei em segundo lugar. Neste ano estava mais bem treinada e fui confiante - disse Flomena. 

As segunda e terceira colocadas, Sintayehu Hailemichael e Birhane Dibaba, as duas da Etiópia, chegaram quase juntas, em 50m55s e 50m77s.

CAMPINA GRANDE-PB: RADIALISTA É ASSASSINADO A TIROS

O radialista, cantor e compositor, João Gomes da Cruz, 56 anos, conhecido popularmente como J. Gomes, foi assassinado a tiros, na madrugada deste domingo (31), no bairro Jardim Paulistano, em Campina Grande, Agreste paraibano.

Jota Gomes foi atingido com dois disparos sendo que um atingiu o rosto e outro o peito do artista. No momento do assassinato, ele estava se dirigindo a casa de um colega que apresentava com ele um programa na Rádio Panorâmica FM.


*Informação: O Xerife.

TIBAU-RN: Popular é morto a tiros e facadas na Praia

Lucas Laurentino Soares de 29 anos, foi morto na madrugada de hoje, 31; Os acusados foram presos e conduzidos para a Delegacia de Plantão em Mossoró.

O crime de homicídio aconteceu na madrugada de hoje, 31 de dezembro, na cidade Praia de Tibau, na região Oeste do Rio Grande do Norte.

Lucas Laurentino Soares, de 29 anos de idade, residente na Rua Anatalia de Melo Alves no bairro Paredões em Mossoró, foi morto com dois disparos nas costas e perfurações de faca ou punhal na cabeça.

O corpo foi encontrado no estacionamento lateral do palco onde ocorriam os shows em Tibau.

Os acusados foram detidos com a arma do crime, quando fugiam em direção das Emanuel pela equipe do Departamento de Trânsito de Mossoró, juntamente com a Viatura de Rádio Patrulha da cidade de Tibau. Os dois acusados foram conduzidos para a Delegacia de plantão em Mossoró.

Segundo informações da polícia, a motivação para o crime pode ter sido a briga entre facções criminosas, "PCC e Sindicato do RN". Vítima e acusados têm passagens pelo sistema prisional do estado, com histórico de batismo nas facções.

*Informações e fotos: O Câmera.

sábado, 30 de dezembro de 2017

MOSSORÓ-RN: (249ª) Enfermeira é morta a tiros no Abolição I

O mês de dezembro aparece como o mais violento da história da cidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte. Dos 249 assassinatos em 2017, dezembro já contribuiu com 32 até a tarde de hoje dia 30.

Ivonete Tintino da Silva de 40 anos de idade, foi morta a tiros, quando chegava à casa de uma irmã na Rua Francisco das Chagas, na região do Abolição I.

Segundo o Perito Criminal Renildo Marcelino, ela foi alvejada com cerca de cinco disparos de arma de fogo, a maioria na lateral esquerda do corpo e nas costas.

A policia recebeu informações que os criminosos estavam num veiculo de cor prata e surpreenderam a enfermeira na calçada de uma residência e a poucos metros da casa da família.

Ainda segundo a policia, Ivonete foi testemunha no caso que terminou com morte de Hiroito Gonçalves Falcão, funcionário da Universidade do estado, morto com um disparo de arma de fogo na cabeça, durante um assalto dentro de sua residência, em junho passado.


*Informações e fotos: O Câmera.

MOSSORÓ-RN: DOIS ACIDENTES NA TARDE DE HOJE COM VÍTIMAS FATAIS

O acidente tipo queda de moto aconteceu próximo a Ponte central da Avenida Leste Oeste em Mossoró. O motociclista, técnico em computação, Ivanoé Inácio de Oliveira de 28 anos de idade trafegava numa moto Suzuki 650 quando se envolveu no acidente e morreu no local. A moto ficou cerca de 80 metros de distância do corpo.
Ainda não há informações sobre as possíveis causas do acidente. Segundo informações, a motocicleta não tem marcas de colisão com outro veiculo. Policiais do departamento estadual de Transito estão isolando o local para a Pericia Técnica.
O segundo caso aconteceu na BR 304 próximo ao trevo de acesso a cidade de Tibau.
 

*Informações e fotos: O Câmera.

Em noite com Exército nas ruas, Natal registra tiroteio, assaltos e roubos de carros

Segundo Ministério da Defesa, 720 homens atuaram nas ruas da cidade no primeiro dia de operação. PM segue fora das ruas da capital desde o dia 19.

Do G1 RN

Na primeira noite de patrulhamento do Exército nas ruas de Natal, a cidade registrou confronto armado entre grupos criminosos rivais, além de assaltos e roubos de carros em vários bairros. Segundo o Ministério da Defesa, 720 homens das Forças Armadas começaram a atuar nesta sexta-feira (29) para reforçar a segurança no Rio Grande do Norte. Desde a terça-feira (19), a PM está fora das ruas, em protesto contra atraso de salários e condições das viaturas e equipamentos.

Por volta das 21h30, um tiroteio entre criminosos parou o trânsito na avenida Felizardo Moura, próximo à ponte de Igapó, que liga as zona Oeste e Norte da capital potiguar e é um dos principais acessos ao Aeroporto de Natal. De acordo com o comandante da Guarda Municipal de Natal, Michel Dantas, entre oito e 10 homens que pertencem a uma facção criminosa tentaram tomar o controle da comunidade do Mosquito, que fica às margens da avenida.

Durante o tiroteio, várias pessoas abandonaram os carros na pista e se esconderam no mangue que margeia o Rio Potengi. Houve colisões e motoristas chegaram a voltar pela contramão. O tiroteio foi suspenso com a chegada da Guarda Municipal ao local. Logo em seguida, houve reforço do policiamento com o Batalhão de Choque da Polícia Militar e equipes das Forças Armadas.

Os suspeitos de envolvimento no caso fugiram. Os carros usados por eles, que eram roubados, foram abandonados no local. 

Ainda durante a noite, foram registrados assaltos e tentativas de crimes no bairro Guarapes, na Zona Oeste e em ruas da Zona Sul da capital. A Delegacia de Plantão da Zona Norte registrou ainda 17 roubos de carros e motos. Na central de flagrantes, foram registrados 13 crimes do mesmo tipo.

No fim da noite também houve correria durante um suposto arrastão próximo ao maior shopping da cidade, o Midway Mall, no bairro Tirol. Pessoas que estavam no local se abrigaram nas lojas e relataram pânico dentro do estabelecimento. O crime, porém, não foi confirmado pela polícia.

Onda de crimes

Policiais e bombeiros militares do Rio Grande do Norte estão aquartelados desde a última terça-feira (19). Policiais civis trabalham em regime de plantão desde quarta (20). As categorias reivindicam, além de melhores condições de trabalho, o pagamento dos salários e 13º.

A paralisação das polícias gerou uma onda de crimes em várias cidades do estado. Assaltos, arrombamentos e arrastões se repetem diariamente. Em 10 dias, foram registrados mais de 500 casos somente na Grande Natal.

Nesta sexta (29), o Ministério da Defesa anunciou o envio de 2 mil militares das Forças Armadas para reforçar o patrulhamento ostensivo no RN. Desde o início da crise na segurança, o governo federal enviou cem homens da Força Nacional para auxiliar no patrulhamento. Eles se juntaram aos 120 integrantes da Força Nacional que já atuavam no estado. 

Marinha do Brasil participa da Operação “Potiguar III” no Rio Grande do Norte

Cerca de 320 militares do Comando do 3º Distrito Naval, em conjunto com militares do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira, atuam na Operação “Potiguar III", na Garantia da Lei e da Ordem (GLO) no Rio Grande do Norte.

A autorização foi oficializada pelo Presidente da República, Michel Temer, mediante Decreto de 29 de dezembro de 2017.

A Operação, iniciada nessa sexta-feira (29), tem o objetivo de restabelecer a ordem pública e o cotidiano de normalidade da população potiguar.

A exemplo das operações Potiguar I e II, os militares trabalham de forma integrada e harmônica e estão prontos para atuar nas ruas e contribuir para o bem-estar e segurança da sociedade.

Assessoria de Comunicação Social do Comando do 3º Distrito Naval.


*Informação: O Câmera.

UERN: APROVADOS EM CONCURSO SERÃO CONVOCADOS

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) vai convocar, no próximo mês, novos candidatos aprovados no último concurso realizado pela instituição, em 2016.

Conforme a pró-reitora adjunta de Recursos Humanos e Assuntos Estudantis, Jéssica Figueiredo, a expectativa é que sejam chamados em torno de 30 docentes e aproximadamente 25 técnicos administrativos, de nível médio e superior. A pró-reitora ressalta que as nomeações foram definidas após consultas ao Tribunal de Contas do Estado (TCE), o Ministério Público de Contas e o Ministério Público Estadual.

(248ª) Acusado de atirar no agente penitenciário é morto a tiros dentro do Hospital

Adson Lincoln Severiano da Silva estava sendo conduzido para a sala de Raio-X quando foi surpreendido e morto a tiros de pistola a queima roupas.
A cidade de Mossoró no Oeste do Rio Grande do Norte registrou na madrugada de hoje, 30 de dezembro, mais uma morte com características de execução. Adson Lincoln Severiano da Silva foi morto a tiros dentro do Hospital, para onde foi socorrido no início da noite de ontem, 29.

Segundo informações da policia, Adson atirou no agente penitenciário Lauci Alves de Moura de 50 anos durante uma tentativa de assalto no Planalto 13 de Maio. Lauci foi atingido com 04 disparos e socorrido para o Tarcísio Maia. O acusado também foi baleado e socorrido para o mesmo hospital.

No início da madrugada de hoje, quando Adson estava sendo conduzido para a sala de Raio-X, dentro do hospital, foi surpreendido por um desconhecido que chegou de máscara e efetuou os disparos de pistola. Segundo o Delegado Antônio Fernando, foram 07 disparos de pistola 380, todos na cabeça. As cápsulas foram encontradas no local. O delegado acredita que as imagens do circuito interno de Câmeras de segurança do hospital possam ajudar a identificar o matador.

A equipe de Plantão no Itep d Mossoró fez a remoção do corpo para os procedimentos na sede da Unidade Regional do órgão.


*Informações e fotos: O Câmera.