sexta-feira, 9 de novembro de 2018

IFRN abre vagas de Professor nos Câmpus Parnamirim e Lajes

IFRN abre processo seletivo para preencher vagas de Professor Substituto nas áreas de Sistemas de Informação e Eletroeletrônica.

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) publicou o edital nº 27/2018 referente ao seu processo seletivo que irá preencher três vagas para Professor Substituto em diferentes Câmpus.


Vagas

  • Sistemas de Informação: duas vagas, sendo uma para o Campus Parnamirim e uma para o Campus Lajes. Para concorrer é necessário possuir graduação ou pós-graduação lato sensu na área de Computação;
  • Eletroeletrônica: uma vaga destinada ao Campus Parnamirim. Para concorrer é necessário possuir graduação em Engenharia de Computação, Engenharia Elétrica, Automação Industrial ou pós graduação em Engenharia de Computação ou Engenharia Elétrica.

A jornada de trabalho será de 40 horas e a remuneração varia de R$ 3.126,31 a R$ 5.786,68, de acordo com a titulação do profissional.
Inscrições

As inscrições serão realizadas das 10 horas do dia 12 de novembro às 20 horas do dia 20 de novembro de 2018, apenas via internet, através do endereço eletrônico http://professorsubstituto.ifrn.edu.br.

O valor da taxa de inscrição é de R$ 77,93.

Provas

Este processo seletivo será composto pelas seguintes etapas:

  • Prova Escrita: de caráter eliminatório e classificatório. Esta prova será realizada no dia 25 de novembro de 2018, das 09 às 12 horas no Campus Parnamirim do IFRN;
  • Prova de Desempenho: de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova de Títulos: de caráter classificatório.
Validade

Este processo seletivo terá validade de dois anos, a contar da data em que for publicada a homologação do resultado final no Diário Oficial da União, podendo ser prorrogado por igual período.


Edital

O extrato do edital está publicado na página 56, seção 3 do Diário Oficial da União, em sua edição nº 216 de 09 de novembro de 2018. A íntegra do edital está disponível no site do IFRN.

Nenhum comentário: