quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Defesa Civil do RN reconhece estado de emergência por avanço do mar em Barra de Cunhaú

Prefeitura realizou obra emergencial de enrocamento na praia de Barra do Cunhaú — Foto: Prefeitura de Canguaretama/Cedida
O avanço do mar na praia de Barra de Cunhaú, Litoral Sul potiguar, foi tema de reunião nesta quarta-feira (23) entre o coordenador da Defesa Civil do Estado, tenente-coronel Marcos Carvalho, e a prefeita de Canguaretama, Fátima Marinho. Foi discutido o andamento das ações para que o Governo Federal, por meio do Ministério de Desenvolvimento Regional, reconheça a existência do problema e assim libere recursos para a obra necessária na região.

“Estamos dando todo suporte necessário ao município. Já reconhecemos o Decreto de Estado de Emergência e agora orientamos com relação às etapas a serem cumpridas pela Prefeitura para que o mesmo seja feito pelo Governo Federal. É necessário realizar um estudo no local para que seja desenvolvida uma solução sustentável, que não altere aspectos naturais da praia”, explicou Marcos Carvalho.

No período de 60 dias, o mar avançou cerca de 200 metros num trecho da praia de Barra de Cunhaú, provocando estragos em casas e desabrigando 50 moradores. A prefeitura de Canguaretama, responsável pela região, decretou estado de emergência no dia 27 de dezembro. Como ainda não se sabe o que provocou o avanço do mar, a prefeitura pretende fazer um termo de cooperação com UFRN para que seja realizado o estudo que definirá as causas e a melhor solução para o problema na praia.


*VNT.

Nenhum comentário: