domingo, 24 de fevereiro de 2019

Servidores em greve 'fecham' porta do maior pronto socorro do RN

Os servidores da Saúde do Rio Grande do Norte, que estão em greve há 17 dias, fecharam a porta do Pronto Socorro Clóvis Sarinho, no hospital Walfredo Gurgel, em um protesto de pouco mais de uma hora, que aconteceu na manhã desta sexta-feira (22). Apenas atendimentos de urgência e emergência foram permitidos.
A greve da categoria é contra atraso de salários que ainda estão atrasados. Os servidores ainda não receberam parte do 13º salário de 2017 e o de 2018, além dos salários de novembro e dezembro do ano passado.
Durante a mobilização, parte da avenida Salgado Filho também foi fechada pelos servidores.
A categoria também protestou contra a reforma da Previdência e condições de trabalho nos hospitais públicos, além de reclamar da "falta de diálogo" do governo estadual.
De acordo com o sindicato, uma nova assembleia da categoria foi marcada para a segunda-feira (25), para discutir e aprovar um calendário de mobilizações.
Na pauta, os servidores ainda reclamam que não têm reajuste salarial há quase 10 anos.


*VNT.

Nenhum comentário: