sábado, 20 de abril de 2019

UERN: Colóquio de Física aborda primeira imagem de um buraco negro

Fonte: Science News
A coordenação do Programa de Pós-Graduação em Física da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (PPGF/UERN) realiza nesta quarta-feira (17), às 15h, no auditório do PRODEPE, no Campus Central, o colóquio “Fotografando o invisível: A primeira imagem de um Buraco Negro” a ser ministrado pelo Prof. Dr. Fábio Cabral Carvalho (UERN).

No dia 10 de abril de 2019, os cientistas da colaboração EHT (Event Horizon Telescope) anunciaram que obtiveram a primeira imagem de um buraco negro. Essa observação fornece a evidência mais forte até o momento para a existência de buracos negros supermassivos e abre uma nova janela para o estudo dos buracos negros, seus horizontes de eventos e a gravidade.

A sombra de um buraco negro é o mais próximo que podemos chegar de uma imagem do próprio buraco negro, um objeto completamente escuro do qual nem a luz pode escapar. O limite do buraco negro – o horizonte de eventos – é cerca de 2,5 vezes menor que a sombra que ele projeta e mede pouco menos de 40 bilhões de quilômetros de diâmetro.

Como o tamanho de um buraco negro é proporcional à sua massa, quanto maior o buraco negro, maior a sombra. Devido a enorme massa e relativa proximidade, o buraco negro, localizado na galáxia M87, é um dos mais visíveis da Terra – tornando-se um alvo ideal para o EHT. Neste colóquio iremos discutir a origem dos buracos negros, inicialmente previstos pela Teoria da Relatividade Geral de Einstein, a observação e a importância da descoberta.


*Por: Luziária Machado-UERN.

Nenhum comentário: