/* <![CDATA[ */ (function (doc

quarta-feira, 10 de novembro de 2021

IFRN CAMPUS APODI: EDUCAÇÃO ESPECIAL NA PERSPECTIVA INCLUSIVA

ASSU-RN: Motorista de ônibus escolar esfaqueia colega nas costas durante briga, diz PM

Um motorista de ônibus do transporte escolar foi esfaqueado por um colega de trabalho nesta terça-feira (9), durante uma discussão dentro da garagem da Prefeitura de Assú, na região Oeste potiguar.

Segundo a Polícia Militar, os dois motoristas iniciaram uma discussão e um deles esfaqueou o outro pelas costas. Após cometer o crime, o agressor fugiu.

A vítima foi socorrida ao hospital da cidade. De acordo com a polícia, o ferimento não atingiu órgãos vitais e a vítima se encontra fora de perigo, em observação.

A PM informou que a faca usada no crime seria do própria agressor, mas que o caso será investigado pela Polícia Civil. A motivação da briga não foi informada.

A prefeitura de Assú declarou que não existem câmeras de segurança no local onde o crime aconteceu - o que poderia auxiliar nas investigações.

Os dois envolvidos são funcionários contratados pelo município e já atuavam há 3 anos nas funções. De acordo com a prefeitura, após o crime, o setor jurídico apura os fatos para tomar providências necessárias.

*Do G1 RN

CONVITE MISSA DE 7º DIA



Operação Gangalha do Ministério da Justiça prende 1500 pessoas suspeitas do crime organizado no Nordeste

Durante a ação ocorrida nesta terça feira 09 de novembro, ao menos 16 pessoas foram presas no Rio Grande do Norte. O trabalho faz da Operação Cangalha, iniciada há dois meses e que é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP).

A operação visa combater o crime organizado no Nordeste, com ações simultâneas em todos os estados. Além das prisões, foram cumpridos 17 mandados de busca e apreensão, com apreensão de 07 armas de fogo, entre revólveres e pistolas e 408 munições, isso somente no Rio Grande do Norte.

Na região Nordeste foram 1.504 pessoas presas, entre elas chefes de organizações criminosas de atuação nacional e regional, foragidos que integravam listas de mais procurados dos estados e responsáveis por ataques a instituições financeiras.

A Operação Cangalha também resultou em 387 mandados de prisão cumpridos, na apreensão de cerca de 17 toneladas de drogas, 985 armas, cerca de R$ 39 milhões em espécie e/ou bloqueados na judicialmente e erradicação de 301.514 pés de maconha. Nos últimos dois meses, policiais civis, militares, penais e federais realizaram uma série de ações preventivas, repressivas e de inteligência nos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe.

A Operação Cangalha teve três eixos de atuação: a erradicação de plantação de maconha, encabeçada pela Polícia Federal com auxílio da Polícia Rodoviária Federal e polícias militares, a identificação e inabilitação de aparelhos celulares em presídios, efetuada pelas polícias penais com apoio do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e investigações de organizações criminosas, executadas pelas polícias civis e Forças-Tarefas SUSP de Combate ao Crime Organizado.

*Fim da Linha

LOTAÇÃO PARA CANINDÉ-CE. BAIXEIRO AVISA QUE AINDA TEM VAGAS

Baixeiro está avisando, que está com lotação marcada para Canindé-CE.
A lotação sairá no dia 23 de dezembro da Praça da Maternidade, às 7 horas da noite.
Preço da passagem: 100 reais.
Interessado, procure Baixeiro na Baixa da Alegria ou Nalvinha nas Malvinas.
Ele lembra, que o ônibus é confortável. Ainda tem vagas!

Auxílio Brasil: Qual o valor? Quem vai receber? Tire dúvidas sobre o novo programa social

O Auxílio Brasil — programa social anunciado pelo governo para suceder o Bolsa Família – começará a ser pago no dia 17 de novembro.

O presidente Jair Bolsonaro editou nesta segunda-feira (8) decreto que regulamenta o Auxílio Brasil. Entre as regras estabelecidas, está a definição dos valores que serão pagos aos beneficiários.

O novo programa social, no entanto, chega ainda cercado de incertezas sobre sua fonte de financiamento e sobre a tramitação da PEC dos Precatórios.

Auxílio Brasil X Bolsa Família: compare os programas

Veja o que se sabe até agora sobre o Auxílio Brasil nas respostas às seguintes perguntas:

Quando começa a valer o Auxílio Brasil?
Quem irá receber?
Qual será o valor do benefício?
E o valor mínimo de R$ 400 prometido pelo governo ?
Como saber se vou receber, e quanto?
Como o governo pretende bancar o programa?
Quantas famílias vão receber o benefício?
Como será o cadastramento?
Quais são os critérios de enquadramento?
Quantos benefícios a família pode receber?
Minha renda aumentou. Vou perder a ajuda?

1. Quando começa a valer o Auxílio Brasil?

O governo afirma que o pagamento do novo benefício começa no dia 17 de novembro.

A Medida Provisória 1.061, que criou o Auxílio Brasil, publicada no dia 10 de agosto, determinou que, 90 dias após a sua publicação, seria revogada a lei de 2004 que estabeleceu o Bolsa Família. A MP tem força de lei, mas ainda precisa ser aprovada por deputados e senadores em até 120 dias para vigorar de forma definitiva.

Quando o Auxílio Brasil começar a funcionar, o Bolsa Família deixará de existir. Em outubro, também chegou ao fim o Auxílio Emergencial, que não será mais prorrogado.

2. Quem irá receber?

Todas as famílias já beneficiadas pelo Bolsa Família serão incluídas automaticamente no Auxílio Brasil, sem a exigência de recadastramento. Os pagamentos terão início no dia 17 de novembro, seguindo o calendário habitual do Bolsa Família.

Segundo o Ministério da Cidadania, em novembro serão beneficiadas cerca de 14,6 milhões de famílias. Em dezembro, o número de famílias atendidas deverá passar para 17 milhões, mas essa ampliação ainda depende de fonte de financiamento.

Serão atendidas pelo programa famílias em situação de extrema pobreza (que tenham renda de até R$ 100 por pessoa por mês) e em situação de pobreza (que tenham renda entre R$ 100,01 e R$ 200 por pessoa por mês)

Segundo o Ministério da Cidadania, as famílias em situação de pobreza apenas poderão receber benefícios se possuírem em sua composição gestantes ou pessoas com idade até 21 anos incompletos.

3. Qual será o valor do benefício?

O valor médio do benefício será de R$ 217,18 mensais em novembro. Segundo o governo, o valor representa um aumento de 17,84% no tíquete médio pago até então no Bolsa Família (R$ 190).

"O reajuste dos benefícios básicos é permanente e será incorporado ao programa em caráter definitivo", informou o Ministério da Cidadania.

Há 9 modalidades diferentes de benefícios dentro do Auxílio Brasil.

Três benefícios formam o "núcleo básico":

Benefício Primeira Infância: para famílias com crianças de até 3 anos incompletos. O benefício será de R$ 130, por criança nessa faixa etária. O limite será de cinco benefícios por família.
Benefício Composição Familiar: para famílias que tenham gestantes, ou pessoas de 3 a 17 anos de idade, ou de 18 a 21 anos matriculados na educação básica. O valor do benefício será de R$ 65 por pessoa, no limite de até cinco benefícios por família.
Benefício de Superação da Extrema Pobreza: esse benefício é concedido se, mesmo após o cálculo dos outros benefícios do "núcleo básico", a renda mensal per capita da família ainda estiver abaixo da linha de extrema pobreza (R$ 100).

Além do chamado "núcleo básico", o Auxílio Brasil terá outros 6 benefícios:

Auxílio Esporte Escolar: destinado a estudantes com idades entre 12 e 17 anos incompletos que se destaquem nos Jogos Escolares Brasileiros e já sejam membros de famílias beneficiárias do Auxílio Brasil. O auxílio será pago em 12 parcelas mensais de R$ 100. A família receberá, também, uma parcela única de R$ 1.000.
Bolsa de Iniciação Científica Junior: para estudantes com bom desempenho em competições acadêmicas e científicas e que sejam beneficiários do Auxílio Brasil. A transferência do valor será feita em 12 parcelas mensais de R$ 100. A família receberá, também, uma parcela única de R$ 1.000.
Auxílio Criança Cidadã: será direcionado ao responsável por família com criança de zero a 48 meses incompletos que consiga fonte de renda, mas não encontre vaga em creches públicas ou privadas da rede conveniada. O valor será pago até a criança completar 48 meses de vida, e o limite por núcleo familiar ainda será regulamentado. Segundo o decreto, o valor do benefício será de R$ 200 para as famílias que tenham crianças matriculadas em turno parcial; e R$ 300 para as famílias que tenham crianças matriculadas em turno integral. O benefício será pago diretamente aos estabelecimentos educacionais.
Auxílio Inclusão Produtiva Rural: será concedido às famílias beneficiárias do Programa Auxílio Brasil que possuam em sua composição agricultores familiares. Segundo o decreto, o benefício será pago em parcelas mensais de R$ 200. Não é permitido o pagamento de mais de um auxílio por pessoa e por família.
Auxílio Inclusão Produtiva Urbana: quem estiver na folha de pagamento do programa Auxílio Brasil e comprovar vínculo de emprego com carteira assinada receberá o benefício de R$ 200 por mês. O recebimento é limitado a um auxílio por família ou por pessoa.
Benefício Compensatório de Transição: destinado a famílias que estavam na folha de pagamento do Bolsa Família que perderem parte do valor recebido na mudança para o Auxílio Brasil. Esse benefício será concedido no período de implementação do novo programa e mantido até que o valor recebido pela família seja maior que o do Bolsa Família ou até que a família não se enquadre mais nos critérios de elegibilidade.

4. E o valor mínimo de R$ 400 prometido pelo governo?

O valor de pelo menos R$ 400 mensais para o benefício agora virou promessa para dezembro e continua dependendo da aprovação da PEC dos Precatórios.

Em nota, o Ministério da Cidadania disse que o valor mínimo de R$ 400 para cada família "deve ser viabilizado com a aprovação da PEC 23/2021 e será pago em dezembro, retroativo a novembro", acrescentando que "esse valor complementar tem caráter temporário, até 31 de dezembro de 2022".

5. Como saber se vou receber, e quanto?

Segundo o Ministério da Cidadania, a concessão e o valor do benefício poderão ser consultados 'nos próximos dias':

no antigo aplicativo do Bolsa Família;
- clique aqui para instalar em celulares Android
- clique aqui para instalar em celulares Apple
ou pela Central de Relacionamento do Ministério da Cidadania, pelo telefone 121

6. Como o governo pretende bancar o programa?

A Proposta de Emenda (PEC) dos Precatórios, aprovada em primeiro turno pela Câmara dos Deputados, é a principal aposta do governo para abrir espaço no teto de gastos e bancar o Auxílio Brasil.

A PEC dos Precatórios adia o pagamento de precatórios (dívidas do governo já reconhecidas pela Justiça) e altera o cálculo do teto de gastos. A votação do segundo turno está prevista para esta terça-feira (9).

Segundo informações do Ministério da Economia, se aprovada pelo Congresso, a PEC abrirá um espaço no Orçamento de 2022 de R$ 91,6 bilhões para novas despesas.

Mas analistas têm indicado que seria possível incrementar o programa sem estourar o limite para despesas, utilizando, por exemplo, recursos destinados às emendas parlamentares. As críticas sobre o Auxílio Brasil vêm não em relação ao valor da parcela, mas à forma como ele está sendo operacionalizado, com um drible no teto de gastos para financiar um programa social em ano eleitoral, e sem uma garantia de recursos para além de 2022.

7. Quantas famílias vão receber o benefício?

Atualmente, o Bolsa Família atende 14,7 milhões de famílias. A estimativa do governo é ampliar para 17 milhões o número de famílias beneficiadas em dezembro, após a aprovação da PEC dos Precatórios.

Ainda, segundo o governo, a ampliação dos beneficiados buscará "zerar a fila" do Bolsa Família, ou seja, pagar o benefício a quem já tem direito mas não está recebendo.

8. Como será o cadastramento?

O novo programa deve ser operacionalizado usando os próprios cadastros do Bolsa Família e do Cadastro Único. Segundo o governo, "todas as famílias beneficiadas pelo Bolsa Família no mês de outubro de 2021 serão incluídas automaticamente no Auxílio Brasil", sem necessidade de recadastramento. Saiba como funciona a inscrição no Cadastro Único.

Ao longo da última semana, as dúvidas sobre o fim do Bolsa Família e as regras do novo programa social do governo provocaram filas nos postos do Cadastro Único em cidades de todo o país.

9. Quais são os critérios de enquadramento?

O decreto estabelece que o Auxílio Brasil atenderá às famílias em:

situação de extrema pobreza, caracterizada pela renda familiar mensal per capita no valor de até R$ 100, denominada "linha de extrema pobreza"
situação de pobreza, caracterizada pela renda familiar mensal per capita de até R$ 200, denominada "linha de pobreza".

Decreto publicado no dia 5 de novembro reajustou os valores das faixas de renda das famílias consideradas em situação de pobreza ou de extrema pobreza. No Bolsa Família, esses valores eram, respectivamente, de R$ 89 e R$ 178 por pessoa.

A permanência no Auxílio Brasil dependerá, segundo o governo, do cumprimento de condicionalidades como frequência escolar mensal mínima de 60% para crianças de quatro e cinco anos de idade, e de 75% para beneficiários de seis a 21 anos, além da observância do calendário nacional de vacinação, acompanhamento do estado nutricional de crianças com até sete anos de idade incompletos, e do pré-natal para as gestantes.

Segundo o decreto, o pagamento de cada auxílio, benefício financeiro ou bolsa poderá ser acumulado com outros do Programa Auxílio Brasil e não será considerado no cálculo da renda familiar mensal para fins de enquadramento.

10. Quantos benefícios a família pode receber?

Cada família poderá receber, cumulativamente, os 3 benefícios do núcleo básico. Os benefícios Primeira Infância e Composição Familiar serão pagos até o limite de 5 por família, considerados em conjunto.

Segundo o Ministério da Cidadania, no caso de haver mais de 5 pessoas na família elegíveis ao recebimento desses benefícios, o beneficiário receberá aqueles financeiramente mais vantajosos.

Além desses benefícios, o Auxílio Brasil também pagará o Benefício Compensatório de Transição, concedido para famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família que tiverem redução no valor total dos benefícios que recebiam.

11. Minha renda aumentou. Vou perder a ajuda?

Segundo o governo, os beneficiários que tiverem aumento da renda familiar mensal per capita em valor que ultrapasse em até duas vezes e meia a linha de pobreza (R$ 200 por pessoa) poderão permanecer no programa por mais 24 meses, antes de serem excluídos.

"Em caso de perda da renda adicional, a família retornará ao Auxílio Brasil com prioridade, sem enfrentar fila, se atender aos requisitos estabelecidos para o recebimento dos benefícios", afirma o Ministério da Cidadania.

*Do G1

MOSSORÓ-RN: FOGO DESTROI CAMINHÃO MULK DA EMPRESA SOLAR CONSTRUÇÃO NA CIDADE

Na manhã de quarta-feira, 10 de novembro de 2021, o condutor de um caminha Mulk da Empresa Solar construção que transportava pré-moldados pelo prolongamento da Avenida Senador Petrônio Portela no Conjunto Habitacional Abolição IV na Cidade de Mossoró no Oeste do Estado do Rio Grande do Norte, ao perceber fumaça na trazeira do veículo, conduziu o mesmo até uma área mais ampla da estrade de acesso a Comunidade de Alagoinha, para proteger as residências, pois já existiam chamas de fogo se espalhando pelo veículo.
O motorista usou de todos os métodos para conter o fogo, mais sem êxito, ainda conseguiu retirar seus pertences do carro, uma equipe da Brigada de Incêndio do Corpo de Bombeiro de Mossoró foi acionada conseguindo apagar o fogo, mais o veículo já estava destruído pelas chamas que se alastraram rápido. O incêndio pode ter sido provocado por vazamento de óleo em alguma mangueira do caminhão.

*4DZ Patrulha

MOSSORÓ-RN: MULHER QUE ESTAVA DESAPARECIDA JÁ FOI ENCONTRADA

Familiares esclarecem que dona Edna foi encontrada pela PRF, na BR-304 sentido Maísa. 
Ela foi levada para o hospital, devido a escoriações no corpo.
Agradecemos a todos que compartilharam a informação.
Graças a Deus, ela está bem!

NATAL-RN: AERONÁUTICA ABRE INVESTIGAÇÃO PARA APURAR QUEDA DE ULTRALEVE QUE MATOU DUAS PESSOAS EM SÃO JOSÉ DE MIPIBU

Carlos Moura, piloto de ultraleve, é uma das vítimas do acidente na Grande Natal — Foto: Redes sociais
A Aeronáutica abriu investigação para apurar as causas do acidente com o ultraleve que matou duas pessoas no município de São José de Mipibu, na Grande Natal, no domingo passado (7). Um vídeo de uma câmera de segurança registrou o momento da queda.

A apuração do acidente vai ser feita por investigadores do Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA 2), localizado em Recife (PE). O órgão é o regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA).

De acordo com a nota da Aeronáutica, os investigadores "estão realizando a ação inicial da ocorrência envolvendo a aeronave de matrícula PU-CMO".

"Na ação inicial os investigadores identificam indícios, fotografam cenas, retiram partes da aeronave para análise, ouvem relatos de testemunhas, reúnem documentos, etc. Não existe um tempo previsto para essa atividade ocorrer, dependendo sempre da complexidade da ocorrência", informou.

A Aeronáutica explicou também que o objetivo das investigações realizadas pelo CENIPA "é prevenir que novos acidentes com características semelhantes ocorram".

De acordo com o órgão, a conclusão das investigações terá "o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade de cada ocorrência e, ainda, da necessidade de descobrir os fatores contribuintes".

Acidente

Duas pessoas morreram após a queda de um ultraleve na tarde de domingo (7) no distrito do Mendes, em São José de Mipibu.

As vítimas foram identificadas pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) como:
  • Ryan Müller Belém Rodrigues, de 23 anos, que estava como passageiro
  • Carlos Moura, instrutor do voo
De acordo com a Polícia Militar, o acidente aconteceu durante a decolagem da aeronave em uma pista de voo que existe na região, por volta das 16h.

O piloto do equipamento teria perdido o controle. Após uma curva, o ultraleve bateu em um muro que ficava na lateral da pista, caiu e pegou fogo.

Ultraleve cai na Grande Natal — Foto: Reprodução
Equipes da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros e o Itep foram ao local e os corpos foram recolhidos para passar por perícia.

*Do G1

MOSSORÓ-RN: MULHER ESTÁ DESAPAECIDA

Familiares de Edna, moradora do Abolição 3, estão desesperados com seu desaparecimento, desde o final da tarde de hoje, 09 de Novembro. Saiu de casa como de costume no final da tarde para praticar caminhada, onde faz o percurso da praça do abolição 3 (próximo onde mora) e a pista nova do abolição 4, e não foi mais vista. Ela saiu usando Blusa branca, calça de caminhada cinza e tênis. Quem souber algum paradeiro da mesma, liga ligar urgente para os familiares no número 84 987263728.

Ivênio Hermes não paga fiança dorme na cadeia

O ex-coordenador de análises criminais da Secretaria de Segurança, Ivênio Hermes, não pagou a fiança de 40 salários mínimos e dormiu na cadeia.

Ele até conseguiu ser liberado da prisão na audiência de custódia, mas uma das condições era o pagamento de pouco mais de R$ 40 mil e, até a manhã desta quarta-feira (10), o pagamento não havia sido confirmado para expedição do alvará de soltura.

Ivênio Hermès, policial rodoviário federal aposentado por invalidez, efetuou disparos contra vizinhos após uma discussão por brincadeiras de crianças tocando campainhas na última segunda-feira (8).

Considerado um dos nomes pessoais de Fatima Bezerra no Governo, ele não resistiu ao episódio e foi exonerado da função de coordenador ontem (9) pelo secretário de Segurança, coronel Francisco Araújo.

*Do BG

PEC DOS PRECATÓRIOS: CONFIRA COMO VOTOU CADA DEPUTADO DO RN

A PEC dos Precatórios foi aprovada em segundo turno na noite desta terça-feira (9) na Câmara dos Deputados. Foram 323 votos contra 172, e uma abstenção nesta última etapa. Da bancada potiguar, foram cinco votos favoráveis, dois contrários e uma ausência.

Confira a abaixo como votou cada deputado:

Benes Leocádio (Republicanos) – sim
Beto Rosado (PP) – sim
Carla Dickson (Pros) – sim
General Girão (PSL) – sim
João Maia (PL) – sim
Natália Bonavides (PT) – não
Rafael Motta (PSB) – não
Walter Alves (MDB) – ausente

MINUTOS DE SABEDORIA!!!!

AFASTE-SE dos ambientes mal-sãos.
Evite as pessoas mal intencionadas.
No entanto, se sua presença puder melhorar, sem que com isto sofra sua alma, leve sua virtude mesmo ao antro do vício.
Mas faça como o sol, que ilumina e saneia o pântano, sem que seu raio de luz e calor dali se afaste enlameado e fétido.
Seja você o espelho vivo de sua fé.

MOSSORÓ-RN: Adolescentes são apreendidos após arrastões e atirarem contra policiais militares

A Polícia Militar apreendeu nesta noite de quarta feira 10 de agosto de 2022, dois adolescentes, um de 15 e outro de 17 anos, um revolver ca...

TIME: REVELAÇÃO

TIME: REVELAÇÃO

REVELAÇÃO E BACURAU

REVELAÇÃO E BACURAU

COMISSÃO TÉCNICA

COMISSÃO TÉCNICA