segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

ITAJÁ-RN: OSSADA HUMANA É ENCONTRADA NA ZONA RURAL

No dia de ontem (19), domingo, policiais foram informados de que populares encontraram uma ossada humana na zona rural da cidade de Itajá, mais precisamente na comunidade Alegria.
A informação foi confirmada quando a PM chegou ao local, o encontro da ossada humana do sexo masculino, a polícia informou que não encontrou nenhuma identificação, nem documentos. A equipe de plantão do ITEP removeu o corpo para a sede do órgão em Mossoró.
Exames do ITEP deverá apontar através do laudo a causa da morte. Já na região, não há registro de desaparecimento de pessoas.


*Focoelho.com

MOSSORÓ-RN: POLÍCIA CIVIL APREENDE ADOLESCENTE SUSPEITA DE MATAR IDOSO DURANTE ASSALTO NO BAIRRO LAGOA DO MATO

A Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR), elucidou em menos de 24 horas um crime de latrocínio ocorrido na noite deste domingo, 19 de janeiro de 2020 no bairro Lagoa do Mato, em Mossoró, onde foi vítima o idoso Francisco de Assis de Oliveira de 70 anos morto com um tiro no peito durante um assalto. (Ver Matéria).
Após relatos de testemunhas que afirmaram ter sido um casal em uma motocicleta o autor do latrocínio, os policiais da especializada, tendo a frente os delegados Rafael Arraes e Liana Aragão entraram em diligências e começaram a investigar o caso.
No início da tarde desta segunda-feira, 20 de janeiro os policiais conseguiram identificar o casal envolvido no crime. A mulher, uma adolescente que estava com o marido na ação criminosa foi apreendida e conduzida a Defur.
Por enquanto o delegado Rafael Arraes prefere não passar muita informação a imprensa, haja visto que estão sendo feitas diligências para localizar e prender o companheiro dela que está foragido.
O delegado marcou para o final da tarde entrevista com a Imprensa, onde vai esclarecer o latrocínio.


*Fim da Linha.

NOVAS PLACAS DE VEÍCULOS SERÃO OBRIGATÓRIAS A PARTIR DE 31 DE JANEIRO

Marcello Casal JrAgência Brasil
Após sucessivos adiamentos, começa a valer a partir do dia 31 de janeiro a obrigatoriedade de uso da placa do Mercosul em todos os estados do país. O prazo atende ao estipulado na Resolução nº 780/2019 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), de julho do ano passado, que determina que as unidades federativas do país devem utilizar o novo padrão de Placas de Identificação Veicular (PIV).
Desde a decisão pela adoção da placa do Mercosul, a implantação do registro foi adiada seis vezes. A adoção do sistema de placas do Mercosul foi anunciada em 2014 e, inicialmente, deveria ter entrado em vigor em janeiro de 2016. Em razão de disputas judiciais a implantação foi adiada para 2017 e depois, adiada mais uma vez para que os órgãos estaduais de trânsito pudessem se adaptar ao novo modelo e credenciar as fabricantes das placas.
As novas placas já são utilizadas na Argentina e no Uruguai. A previsão é que em breve comecem a valer também no Paraguai e na Venezuela.
Dos 26 Estados brasileiros, já aderiram à nova PIV Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Paraíba, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Rondônia.

Nova placa

A nova placa será obrigatória apenas nos casos de primeiro emplacamento e, para quem tiver a placa antiga, no caso de mudança de município ou unidade federativa; roubo, furto, dano ou extravio da placa, e nos casos em que haja necessidade de instalação da segunda placa traseira.
A nova placa apresenta o padrão com 4 letras e 3 números, o inverso do modelo atualmente adotado no país com 3 letras e 4 números. Também muda a cor de fundo que passará a ser totalmente branca. A mudança também vai ocorrer na cor da fonte para diferenciar o tipo de veículo: preta para veículos de passeio, vermelha para veículos comerciais, azul para carros oficiais, verde para veículos em teste, dourado para os automóveis diplomáticos e prateado para os veículos de colecionadores.

placa_veicular_mercosul_1.jpg, por Divulgação/Ministério das Cidades
Todas as placas deverão ter ainda um código de barras dinâmico do tipo Quick Response Code (QR Code) contendo números de série e acesso às informações do banco de dados do fabricante e estampador da placa. O objetivo é controlar a produção, logística, estampagem e instalação das placas nos respectivos veículos, além da verificação de autenticidade.

*VNT - Edição: Aline Leal/Agência Brasil.

UERN: AULAS RETOMADAS NA QUARTA-FEIRA, 22 DE JANEIRO

As aulas da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), semestre 2019.2, serão retomadas na próxima quarta-feira, 22, após o fim das férias docentes.
Milhares de estudantes voltarão às atividades acadêmicas nos seis Campi da UERN – Mossoró, Assú, Caicó, Pau dos Ferros, Patu e Natal.
Conforme o Calendário Universitário, aprovado pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CONSEPE), as atividades do semestre 2019.2 vão até o dia 28 de março de 2020.

*Por: Iuska Freire.

CARAÚBAS-RN: PRIMEIRO ENCONTRO DOS CARAUBENSES MARCADO POR GRANDE PARTICIPAÇÃO POPULAR

O 1º Grande Encontro dos Caraubenses deixou o bloco situacionista literalmente em desespero, utilizando os seus "doidos" de plantão, buscaram a todo custo atrapalhar o evento porém em resposta ao desastre, o povão marcou presença e deu seu recado.
O sucesso do evento já faz os lideres da oposição pensar nas próximas movimentações e ações em prol do povo do bem de Caraúbas.
Após a multidão presente no CT do Marcão é de causar desespero mesmo seu moço.
Detalhe: Quantas pessoas de "amarelo" tinha na salva seu moço? RSRSRSR!


*João Marcolino.

MORRE EX-PREFEITO DE PARELHAS, DR ARNOR AOS 86 ANOS

O ex-prefeito de Parelhas, Dr Arnor Macedo, 86 anos, faleceu nesta segunda-feira (20), vítima de infarto. O corpo está sendo velado no Ginásio Ovídido Dantas e o sepultamento acontecerá às 15h.

Rodrigo Maia chama de ‘absurdo’ pagamento a solteiras e cobra STF

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou neste domingo, 19, ao Estado que continuará trabalhando para que o Supremo Tribunal Federal (STF) mude a interpretação da lei que garante o benefício para 194 filhas solteiras de ex-parlamentares e ex-servidores, a um custo anual de R$ 30 milhões. Maia chamou de “absurdos” os casos revelados pela reportagem, como a da pesquisadora Helena Hirata, que mora há 49 anos em Paris e recebe R$ 16.881,50 por mês apenas por ser solteira e filha de ex-deputado. As informações são do Estadão Conteúdo.
Uma auditoria do TCU, de 2016, apontou suspeitas de fraudes em 19 mil pensões para filhas solteiras pagas em diversos órgãos da administração pública federal, não apenas do Legislativo. O tribunal alterou a interpretação da lei e obrigou que as pensionistas comprovassem a dependência do benefício para manterem o privilégio. 


*Do BG.