/* <![CDATA[ */ (function (doc

quarta-feira, 1 de junho de 2022

SUSPEITO DE MATAR POLICIAL CIVIL PARAIBANO MORRE EM CONFRONTO COM A PM NO RN

Um dos suspeitos de participar da morte do Policial Civil do Estado da Paraíba, Sandro Roberto, de 54 anos, na praia de Zumbi, foi morto durante confronto com a Polícia Militar do Rio Grande do Norte, nesta terça-feira (31).
Identificado como Francisco Anderson Vituriano da Rocha, mais conhecido como “Lobão”, o homem trocou tiro com os policiais em área de mata no município de Rio do Fogo, litoral norte potiguar.
De acordo com os policiais militares do 14º batalhão, Lobão estava reunido com outros suspeitos em uma região de difícil acesso em Rio do Fogo, em um ponto já conhecido pelo tráfico de drogas.
Ao perceberem a chegada dos agentes de segurança, os criminosos teriam efetuado diversos disparos de arma de fogo, que foram respondidos pelos policiais.
Anderson Vituriano foi o único atingido durante o confronto. Ele foi socorrido pelos policiais ao Hospital Municipal de Rio do Fogo, onde morreu. Os demais suspeitos conseguiram fugir. A polícia realizou buscas na região, mas ninguém foi localizado.
No local onde os homens estavam reunidos foram encontradas várias porções de maconha e um tablete grande da droga, trouxinhas de maconha, uma arma calibre .12 e munições do mesmo calibre deflagradas e intactas.
O material foi conduzido até a Central de Flagrantes da Zona Norte de Natal.
Anderson Vituriano da Rocha, o “Lobão”, é suspeito de participar da morte do Policial Civil paraibano Sandro Roberto, de 54 anos, na noite de 13 de janeiro de 2022, na praia de Zumbi, município de Rio do Fogo. Sandro foi abordado por cinco homens armados, onde passava o veraneio com a família.
No momento do crime, os criminosos roubaram a arma do agente e atiraram duas vezes contra ele antes de fugirem. Os disparos atingiram o peito e o pescoço do policial, que chegou a ser socorrido ao hospital de Ceará-Mirim, na região metropolitana, mas não resistiu.

*Sidiney Silva

SÁBADO TEM ANIVERSÁRIO DO BREGÃO DA 87!!!

Mortes por chuvas no Grande Recife chegam a 109 e tragédia ultrapassa total de vítimas da cheia de 1975

A confirmação da 109ª morte por causa das chuvas no Grande Recife levou a tragédia deste ano a superar o número de vítimas da cheia de 1975 , quando foram registrados 107 óbitos. Ainda assim, o maior desastre ocorrido em Pernambuco continua sendo a enchente de 30 de maio de 1966, na qual 175 pessoas perderam a vida.

Além desse número de óbitos, o temporal deste ano deixou mais de 6 mil pessoas desabrigadas. Essa tragédia já é considerada o maior desastre do século 21 em Pernambuco.
A conhecida cheia de 1975 ocorreu em julho, no pico da temporada chuvosa, enquanto o desastre deste ano aconteceu no início desse período de chuvas, em maio.

Nas maiores cheias do século passado, tanto a de 1966 quanto a de 1975, o Rio Capibaribe transbordou. Segundo historiadores, a maioria das vítimas morreu, principalmente, por afogamento, por problemas cardíacos e por contaminação de água.

Na tragédia deste ano, quase todas as vítimas morreram soterradas por barreiras que deslizaram. Desde o dia 25 de maio, houve mortes no Recife, em Jaboatão dos Guararapes, em Camaragibe e em Olinda.
De acordo com o historiador e jornalista Leonardo Dantas, que fez parte da cobertura da cheia de 1966 quando trabalhava no "Jornal do Commercio", os corpos eram tantos que houve dificuldade para enterrar os mortos.

"A cheia de 1966 me pegou, assim como a de 1975. Meu chefe me mandou procurar o número de mortes e foi muito difícil. Naquela época, o que aconteceu foi inundação do Capibaribe, mas não houve problemas nas barreiras. O pessoal que estava nos morros estava seguro, mas tinha bem menos gente que hoje em dia. Dom Hélder Câmara chegou a montar a Operação Esperança [que atuava em apoio a populações vulneráveis]", afirmou Leonardo.

Cheia de 1975

A enchente histórica de 1975 deixou grande parte do Recife submersa e, 47 anos depois, ainda faz parte do imaginário popular recifense. Na época, a capital teve todos os serviços paralisados, mais da metade da cidade ficou sem energia elétrica e 80% do território acabou alagado.

Foi no dia 17 de julho, uma quinta-feira, que a cheia passou devastando os principais bairros do Recife. O Rio Capibaribe transbordou e 25 municípios banhados por ele foram atingidos, segundo os arquivos da Fundação Joaquim Nabuco.
Em 2022, em uma semana, entre o dia 25 de maio e esta quarta-feira (1º), houve mais de 100 mortos em deslizamentos. Ao menos cinco pessoas foram levadas por enxurradas. Também houve, ao menos, uma pessoa morta por choque elétrico numa área alagada.

Segundo o professor e pesquisador do programa de pós-graduação em Geografia da da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Osvaldo Girão, os desastres que ocorrem por questões climáticas precisam de políticas públicas para serem evitados.

"É uma das maiores tragédias de Pernambuco. E olhe que ainda estamos na metade do período chuvoso. Essas Ondas de Leste devem perdurar durante junho. Cabe aos gestores tentar minimizar os estragos. Mas isso sempre ocorreu, porque falta planejamento e gestão ambiental para evitar", disse Osvaldo.
O professor Hernande Pereira da Silva, coordenador do Instituto para a Redução de Risco e Desastre de Pernambuco (IRRD), considera que há um conjunto de fatores que contribuem para essas tragédias em Pernambuco.

"O primeiro ponto que deve ser destacado é uma política habitacional adequada para atender esses moradores, atender as populações de baixa renda que têm muita dificuldade de encontrar um lugar para morar e se estabelecer", afirmou Hernande.

Ele também declarou que "falta agilidade e uma determinação da gestão pública" para resolver a questão habitacional, com muito planejamento, tirando as populações de margens de rios e de encostas.
Segundo Osvaldo Girão, o adensamento populacional nas regiões de morro também contribui para os desastres. Essa maior concentração, segundo ele, ocorre desde a década de 1940, quando populações mais pobres, que moravam em mocambos nas planícies, foram retiradas e "jogadas" para os morros.

"Temos, em Pernambuco, um déficit habitacional de quase 70 mil residências. A ausência do estado nessas áreas de morro faz com que, gradativamente, a população se adense. É uma consequência da ausência de políticas habitacionais. Agora, por exemplo, a população de áreas de risco saiu, mas não tem onde ficar. Quando houver o período seco, voltam para as casas porque, momentaneamente, não há perigo", explicou.

*Do G1 PE

Prefeitura emite nova nota rebatendo Ação que pede cancelamento de shows no MCJ2022

A Prefeitura Municipal de Mossoró emitiu uma nova nota nesta quarta-feira (1º) rebatendo vários pontos da Ação Civil Pública movida pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte, onde pede o cancelamento dos shows dos artistas Wesley Safadão e Xandy Aviões no Mossoró Cidade Junina 2022. Confira abaixo:

NOTA

A Prefeitura Municipal de Mossoró esclarece os seguintes pontos a respeito da ação civil pública referente aos shows do Mossoró Cidade Junina 2022:

NÃO PROCEDE a informação de que o Poder Executivo Municipal não quer assinar o Termo de Ajustamente de Conduta (TAC) do Ministério Público do Rio Grande do Norte a respeito da contratação de auxiliares de sala para alunos com deficiência, que culminou na ação sobre os shows do MCJ; informa que o município deixou claro, inclusive oficialmente no dia 27 de maio, que está aberto ao diálogo e demonstrou total interesse na discussão e assinatura da minuta do TAC.

Não é verdadeira a informação de que o Poder Executivo Municipal não buscou diálogo e não tem interesse na assinatura da minuta do Termo, pois esteve presente em todas as audiências para tratar da pauta, apresentando todas as informações solicitadas.

O município de Mossoró recebe a notícia da ação civil pública com estranheza, já que havia audiência prevista entre a Prefeitura de Mossoró e o MPRN para justamente se discutir o TAC na próxima semana.

A Prefeitura de Mossoró estranha o fato de que os artistas da programação do Mossoró Cidade Junina 2022 foram divulgados pelo município no dia 12 de abril (há 50 dias), no entanto, o questionamento do MP sobre a programação surge apenas há 3 dias do início do evento, marcado para o próximo sábado, dia 4 de junho.

O Município estranha ainda que os cantores alvos da ação civil (Wesley Safadão e Xand Avião) são justamente os artistas conhecidos por tradicionalmente levarem multidão aos eventos, consequentemente, são os artistas que proporcionam mais retorno financeiro para o comércio local.

A Prefeitura lamenta que a ação civil, feita há 72 horas do início do Mossoró Cidade Junina 2022, provoque instabilidade e desinformação na população.

Destaca que atualmente, 365 estagiários auxiliares de sala para alunos com deficiência estão contratados pela Secretaria Municipal de Educação e com exercício nas unidades infantis. O investimento próprio do município em educação previsto para 2022 é de 30% das receitas, percentual acima dos 25% determinado pela Constituição Federal.

O município reafirma que se mantém, como sempre esteve durante o processo, aberto ao diálogo com o Ministério Público para todas as tratativas necessárias, objetivando a resolução da questão. Confiamos irrestritamente na justiça, e acreditamos que tudo será esclarecido e demonstrado que o processo aconteceu dentro da legalidade.

*Difusora de Mossoró

PESQUISA BRASMARKET/BLOGDOBG: Sem Styvenson, Fábio Dantas cresce e Fátima lidera, inclusive em rejeição

Para governador, a pesquisa Brasmarket/Blog do BG traz, sem a inclusão do nome do senador Styvenson Valentim (Podemos), que ainda não decidiu se será ou não candidato, traz um cenário em que Fábio Dantas (Solidariedade) e Fátima Bezerra (PT) confirma a liderança, sem crescer.

Na pesquisa estimulada, Fátima Bezerra lidera com 31,7 por cento, Fábio Dantas tem 15,1 por cento, Daniel Morais aparece com 3,6 por cento e Clorisa Linhares figura com 1,9 por cento.
Os brancos e nulos somam 21,2 por cento e os que disseram não saber ou não quiseram responder totalizam 26,5 por cento.

FÁTIMA LIDERA REJEIÇÃO
Em matéria de rejeição, Fátima Bezerra lidera com 40,3 por cento, Fábio Dantas tem 12 por cento, Daniel Morais tem 6,6 por cento e 2,8 por cento rejeitam Clorisa Linhares.
A pesquisa Brasmarket ouviu, pelo telefone, 800 eleitores em 86 cidades no período de 26 a 30 de maio. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral sob os protocolos RN-05235/2022 e BR-09104/2022.

*Do BG

BRASMARKET/BLOGDOBG – Rogério lidera, Carlos perde terreno e lidera rejeição

A pesquisa Brasmarket/Blog do BG é o terceiro levantamento a mostrar o ex-ministro Rogério Marinho à frente do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves. Anteriormente, as pesquisas Brâmane e Item haviam indicado Rogério na liderança. O instituto Agora Sei havia indicado o mesmo na pesquisa espontânea.

Na pesquisa estimulada da Brasmarket, Rogério Marinho (PL) lidera com 22,9 por cento das intenções de voto, contra 21,2 por cento de Carlos Eduardo (PDT), 6,4 por cento de Rafael Motta (PSB), 3 por cento de Ney Lopes (PMB) e Freitas Júnior, do PSOL, aparece com 2,4 por cento.

Os brancos e nulos somam 18,3 por cento e o contingente dos que não responderam e disseram não saber totaliza 25,9 por cento.

CARLOS LIDERA REJEIÇÃO
Quanto o assunto é rejeição, o ex-prefeito Carlos Eduardo aparece na liderança, com 20,3 por cento, Rogério Marinho figura com 14,8 por cento e Rafael Motta, com 5,1 por cento.
Com a rejeição em alta e Rafael – Motta um oponente direto dentro do segmento da esquerda – pontuando e com baixa rejeição, Carlos Eduardo perde cada vez mais terreno na disputa pelo Senado.
Para a realização do estudo, o instituto Brasmarket entrevistou 800 pessoas de 88 cidades potiguares entre os dias 26 e 30 de maio. Todos os dados foram calculados com margem de erro de 3,5% para mais ou para menos e com intervalo de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral sob os protocolos RN-05235/2022 e BR-09104/2022.

*Do BG

VAMOS CUIDAR DO NOSSO LIXO; O MEIO AMBIENTE AGRADECE!


EM CIMA DA HORA: MPRN pede cancelamento de dois shows do MCJ 2022; “não se sustenta”, informa Prefeitura

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) está pedindo através de uma ação civil pública que a Justiça local conceda tutela provisória de urgência e suspenda as apresentações dos cantores Wesley Safadão e Xandy Avião, determinando o bloqueio judicial dos valores que seriam pagos aos artistas nas contas da Prefeitura. Os shows fazem parte da programação do Mossoró Cidade Junina 2022, evento previsto para iniciar no próximo sábado (04).
A finalidade do bloqueio, segundo o MPRN, é alocar tais recursos para a realização de concurso público para professores do ensino regular, professores auxiliares e profissionais de apoio da educação especial, uma vez que há carência desses profissionais na Secretaria Municipal de Educação de Mossoró e assegurar que o déficit de profissionais para o atendimento educacional de alunos com deficiência na rede pública municipal de Mossoró seja sanado.
“A 4ª Promotoria de Justiça de Mossoró tentou celebrar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Município. A proposta, contudo, foi recusada e não restou outra alternativa ao MPRN a não ser ajuizar a ACP, diante da negligência com a educação de alunos com deficiência. Os preparativos para a realização do concurso de professores se estendem há mais de dois anos. Assim, quer o Ministério Público que o Município seja obrigado a publicar o edital para este certame, no prazo de três meses”. Informou o órgão.
Entre os pedidos feitos pelo Ministério Público, na ACP, consta ainda que seja determinada à Prefeitura a apresentação das despesas com o evento Mossoró Cidade Junina 2022 (destacando o montante a ser pago para as apresentações dos cantores mencionados).
Segundo dados divulgados pela Prefeitura no Jornal Oficial de Mossoró, do dia 21 de abril, a partir da página 12, os custos dos shows dos dois artistas somam R$ 1 milhão de Reais, sendo o de Wesley Safadão na ordem de R$ 600 mil e Xandy R$ 400 mil. Os cachês somados de todas as atrações chega a R$ 3,6 mi. O show de Wesley Safadão está marcado para acontecer no dia 09 de junho, o de Xandy Aviões para o dia 16.

Leia a ACP na íntegra, clicando aqui.

A Prefeitura de Mossoró, emitiu uma nota onde informa que as alegações do órgão “não se sustentam” e detalha os investimentos do município nas áreas mencionadas. A nota também é assinada pela Secretaria de Educação. Confira abaixo.

NOTA

A Prefeitura Municipal de Mossoró esclarece que não se sustenta a justificativa no pedido da ação civil que pede o cancelamento de shows dos artistas Wesley Safadão e Xand Avião no Mossoró Cidade Junina 2022.

Atualmente, 365 estagiários auxiliares de sala para alunos com deficiência estão contratados pela Secretaria Municipal de Educação e com exercício nas unidades infantis.

A Prefeitura de Mossoró disponibilizou vagas remuneradas, tanto para alunos da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), cujo convênio direto foi formalizado nesta gestão, permitindo que as contrações aconteçam de forma mais célere, quanto para outras universidades parceiras do Município. Atualmente, estão ainda abertas 50 vagas que serão preenchidas com a assinatura dos novos contratos. Frisa que, neste caso, o problema não é falta de recursos destinados pela Prefeitura, como diz a ação, mas de pessoal para preenchimento das vagas. Logo, o fundamento da ação não condiz com a realidade dos fatos.

Além da contratação de estagiários, a Prefeitura de Mossoró vem promovendo outras ações para garantir os direitos dos alunos com deficiência, como, por exemplo, a ampliação do número de Salas de Recursos Multifuncionais voltadas para o Atendimento Educacional Especializado (AEE). No início de 2021, eram 14 unidades contempladas com salas de AEE, número que passou, atualmente, para 21.

Conclui informando que a Prefeitura de Mossoró tem adotado as ações necessárias para garantir aos alunos com deficiência o devido atendimento. Reforça o compromisso da gestão municipal com os valores da educação de Mossoró.

Mossoró-RN, 31 de maio de 2022
Secretaria de Comunicação
Prefeitura Municipal de Mossoró.

*Difusora de Mossoró

JUSTIÇA ELEITORAL: Desembargadores Cornélio Alves e Expedito Ferreira são eleitos dirigentes do TRE-RN para biênio 2022-2024

O Pleno do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte elegeu os desembargadores Cornélio Alves e Expedito Ferreira como dirigentes do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RN) para o biênio 2022-2024. A definição ocorreu na sessão do colegiado desta quarta-feira (1º).
Como suplentes, foram eleitos os desembargadores Saraiva Sobrinho e Zeneide Bezerra, respectivamente.
O biênio dos desembargadores Gilson Barbosa (presidente) e Cláudio Santos (vice-presidente e corregedor) termina em 31 de agosto.
O desembargador Cornélio Alves exerceu o cargo de vice-presidente do Eleitoral entre 2018 e 2020, durante a gestão do desembargador Glauber Rêgo na presidência do órgão. Ele destacou que, juntamente com Expedito Ferreira, vai atuar no sentido de fazer junto aos integrantes do TRE-RN, magistrados e servidores, uma administração voltada ao aperfeiçoamento da Justiça Eleitoral.
O desembargador Expedito Ferreira, que entre 2008 e 2010 presidiu a Justiça Eleitoral no Rio Grande do Norte, já havia sido corregedor e vice-presidente entre os anos de 2006 e 2008.

*Do G1 RN

SÁBADO TEM ANIVERSÁRIO DO BREGÃO DA 87!!!


Secretaria de Educação do RN convoca 724 professores temporários

A Secretaria Estadual de Educação convocou nesta quarta-feira (1º) 724 professores temporários. Os profissionais terão 20 dias para comparecer à Diretoria Regional de Educação e Cultura (DIREC) de origem para assunção no cargo.

No total, 687 professores da base comum curricular e 37 professores do eixo profissional foram convocados, em substituição à temporários que finalizaram seus contratos, professores com licenças diversas ou que assumiram a gestão. Essa é a primeira chamada do novo edital de contratação temporária, que foi aberto em março deste ano.

Confira aqui a convocação dos professores da base comum curricular
Confira aqui a convocação dos professores do eixo profissional

Os convocados atenderão às disciplinas de educação física, filosofia, história, língua inglesa, língua espanhola, língua portuguesa, química, geografia, biologia, matemática, arte, sociologia, atividade polivalente e educação especial, incluindo intérpretes de libras.

Os professores do eixo profissional trabalharão nos cursos de planejamento e controle de produção, administração, informática, manutenção e suporte em informática, agroecologia, eletrotécnica, alimentos, vestuário, segurança do trabalho e edificações.

Os profissionais serão distribuídos, conforme demanda, em todas as 16 Diretorias Regionais de Educação e Cultura (Direc), localizadas em Natal, Parnamirim, Ceará-Mirim, Macau, Mossoró, Pau dos Ferros, Umarizal, Apodi, Assu, Angicos, Caicó, Currais Novos, Nova Cruz, Santa Cruz, João Câmara e São Paulo do Potengi para atuarem no ensino fundamental, no ensino médio e na educação especial.

A lista completa dos convocados está disponível no DOE, onde também constam as informações sobre documentos oficiais e exames de saúde necessários à contratação.Link das convocações

PARAÚ-RN: MOSSOROENSE É MORTO A TIROS DETRO DE CASA

Uma execução seguida de tentativa de homicídio aconteceu nas madrugada de quarta-feira 01 de Junho de 2022, na cidade de Paraú, à 25 quilômetros da cidade de Assú.
O crime foi contra Alysson Rodrigo Abreu Araújo, de 23 anos de idade, natural de Mossoró. Alysson, era preso monitorado por tornozeleira eletrônica, com passagem na justiça. Segundo informações, ele estava em casa, quando homens fortemente armados, chegaram na casa, invadiram o imóvel e executaram Alysson com vários disparos a queima roupa.
Populares relataram nas redes sociais, que ouviram uma sequência de aproximadamente 8 tiros.
Uma mulher, conhecida como 'Quixaba', também foi atingida pelos disparos e socorrida para o hospital. Até o momento, não se tem informações em relação ao estado de saúde dela.
O crime aconteceu em uma casa, nas proximidades do cemitério público da cidade. A polícia militar foi acionada por populares ainda durante à madrugada, para o local do crime, onde foi feito o isolamento até a chegada da equipe do ITEP de Mossoró.
O crime será investigado pela polícia civil da cidade de Campo Grande.
No dia 24 de agosto de 2018, Alysson foi preso em companhia de outro elemento e um menor de idade com um veículo e objetos roubados no Santa Helena em Mossoró. (RELEMBRE)

*Assunoticia/Passando na Hora

CANTORIAS MARCADAS COM O POETA JANAILSON CARDOSO

ITAÚ-RN: [VÍDEO] PANE NA REDE ELÉTRICA PROVOCA INCÊNDIO EM ESCOLA ESTADUAL

A escola Estadual Francisco de Assis Pinheiro no município de Itaú teve um incêndio causado a partir de uma pane na rede elétrica.
Vídeos enviados ao blog João Moacir mostram os alunos deixando a escola às pressas e a rede elétrica pegando fogo.
Em decorrência disso as aulas na referida escola foram suspensas, graças a Deus ninguém ficou ferido.


*João Moacir

Reservas hídricas potiguares chegam ao final de maio com 51,11% da sua capacidade; Barragem de Santa Cruz do Apodi está com 43,23%

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora 47 reservatórios, com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais indica que as reservas hídricas superficiais totais do RN encerram o mês de maio, superando o armazenamento de água apresentado no mesmo período de 2021.

As reservas hídricas superficiais potiguares somam, nesta terça-feira (31), 2.236.829.193 m³, percentualmente, 51,11% da sua capacidade total, que é de 4.376.444.842 m³. No dia 31 de maio de 2021, as reservas hídricas do RN eram de 2.234.551.674 m³, equivalentes a 51,05% da sua capacidade total.

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do RN, acumula 1.440.530.478 m³, correspondentes a 60,7% da sua capacidade total, que é de 2.373.066.510 m³. No último dia de maio do ano passado, o manancial estava com 1.422.922.656 m³, percentualmente, 59,96% da sua capacidade total.

Já a barragem Santa Cruz do Apodi, segundo maior manancial do estado, acumula 259.246.335 m³, equivalentes a 43,23% da sua capacidade total, que é de 599.712.000 m³. No mesmo período do ano passado, o reservatório estava com 257.138.285 m³, percentualmente, 42,88% da sua capacidade total.

A barragem de Pau dos Ferros acumula 37.695.066 m³, correspondentes a 68,73% da sua capacidade total, que é de 54.846.000 m³. Em 31 de maio de 2021, o reservatório estava com 30.614.291 m³, equivalentes a 55,82% da sua capacidade total.

O açude Santa Cruz do Trairi, localizado em Santa Cruz, acumula 1.430.485 m³, percentualmente, 27,73% da sua capacidade total, que é de 5.158.750 m³. No mesmo período de 2021, o manancial estava com 897.850 m³, equivalentes a 17,40% da sua capacidade total.

Ao todo, 7 reservatórios monitorados pelo Igarn, chegam ao final de maio com 100% da sua capacidade, são eles: Santana, localizado em Rafael Fernandes; Flechas, localizado em José da Penha; Riacho da Cruz II, localizado em Riacho da Cruz; Apanha Peixe, localizado em Caraúbas; o açude público de Encanto; Beldroega, localizado em Paraú; e Pataxó, localizado em Ipanguaçu.

No final de maio de 2021, os mananciais monitorados pelo Igarn, com 100% da sua capacidade eram 5: Santana, localizado em Rafael Fernandes; Flechas; localizado em José da Penha; Passagem, localizado em Rodolfo Fernandes; Riacho da Cruz II; e o açude público de Encanto.

O açude Morcego, localizado em Campo Grande, acumula 6.243.483 m³, correspondentes a 93,07% da sua capacidade total, que é de 6.708.331 m³. No final de maio de 2021, o reservatório estava com 3.926.173 m³, equivalentes a 58,53% da sua capacidade total.

Outro reservatório que chega ao final de maio deste ano em condição bem melhor que em 2021, é o açude Malhada Vermelha, localizado em Severiano Melo. Ele acumula 6.622.347 m³, percentualmente, 87,86% da sua capacidade total, que é de 7.537.478 m³. No mesmo periodo do ano passado, o manancial estava com 2.496.726 m³, equivalentes a 33,12% da sua capacidade total.

Para saber sobre os volumes de outras barragens do RN acesse: http://sistemas.searh.rn.gov.br/monitoramentovolumetrico.

Situação das lagoas

A lagoa de Extremoz, responsável por parte do abastecimento da zona norte da capital, acumula 10.546.283 m³, equivalentes a 95,71% da sua capacidade total, que é de 11.019.525 m³. No último relatório divulgado, a lagoa estava com 10.145.848 m³, equivalentes a 92,07% da sua capacidade total.

Já a lagoa do Bonfim, responsável pelo abastecimento da adutora Monsenhor Expedito, acumula 39.078.343 m³, percentualmente, 46,37% da sua capacidade total, que é de 84.268.200 m³. No dia 26 de maio, a lagoa estava com 38.929.062 m³, equivalentes a 46,20% da sua capacidade total.

A lagoa do Boqueirão, localizada em Touros, permanece cheia com 11.074.800 m³, que correspondem a 100% da sua capacidade.

*Por Anna Ruth

MINUTOS DE SABEDORIA!!!

NÃO se queixe de abandono.
Ninguém está abandonado pelo Pai.
Se notar que está só, que ninguém o procura, faça o inverso: procure você alguém que precise de sua ajuda.
Visite os lares pobres, as crianças necessitadas, os corações famintos de seu carinho.
Derrame seu coração afetuoso no seio daqueles que sofrem e jamais se sentirá abandonado.

Professor Luis Carlos Noronha pode ser o 1º apodiense eleito para deputado estadual do RN

O professor Luís Carlos tem os apoios do ex-prefeito Pinheiro e de Kelps em Apodi Por participar de uma nominata de pequenos numa partido pe...

TIME: REVELAÇÃO

TIME: REVELAÇÃO

REVELAÇÃO E BACURAU

REVELAÇÃO E BACURAU

COMISSÃO TÉCNICA

COMISSÃO TÉCNICA