/* <![CDATA[ */ (function (doc

segunda-feira, 16 de agosto de 2021

UERN AÇÃO JÁ BENEFICIOU MAIS DE 600 CRIANÇAS E ADOLESCENTES

Atividades artísticas são realizadas desde 2018 nos espaços da Paróquia de São José
Aulas gratuitas de teatro, ballet, teclado, violão para crianças e adolescentes que, muitas vezes, não teriam condições de pagar. O UERN Ação, um projeto de extensão da Pró-Reitoria de Extensão (PROEX) da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), em parceria com o Projeto Esperança Padre Guido Tonelotto, da Paróquia de São José, leva muito mais que acesso às artes, apresenta inúmeros motivos para que os mais de 600 beneficiados diretamente acreditem em um futuro melhor.


Despertar talentos, oportunizar novos conhecimentos, aperfeiçoar habilidades e contribuir na formação cidadã de cada um dos participantes.

“É o maior bem que a Universidade oferece às camadas sociais mais pobres e excluídas do nosso entorno, a Paróquia de São José e periferias de sua atuação pastoral”, avalia Lígia Guerra, assessora do Projeto Esperança, que é coordenado por padre Eliseu Wilton de Maria e padre Robério de Holanda.
Aulas de violão proporcionaram a Maria Eduarda novas experiências e amizades
Para Guerra, os alunos do UERN Ação “são criaturas melhores no ver, no agir, no pensar e no sonhar com um futuro melhor para suas vidas”.

A opinião é ratificada pela jovem Maria Eduarda Carvalho, aluna do curso de violão. Além do aprendizado de um instrumento musical, proporcionou à adolescente de 13 anos novas experiências e amizades.

“Comecei a entender mais sobre música, perdi a timidez através das apresentações e atualmente passei a ser o núcleo nos encontros familiares por meio do violão. O UERN Ação me proporcionou um encantamento pela música que até então eu não conhecia e hoje me orgulho em falar que faço parte do grupo de violões. Música é a arte da alma”, destacou Maria Eduarda.
Meireluce dos Santos se sente orgulhosa pelo crescimento do filho Pedro Emanuel
Pedro Emanuel dos Santos Faustino, 10 anos, aprendeu a amar a arte e a música depois que ingressou no projeto. A mãe Meireluce dos Santos Costa Faustino conta que o filho mudou seu comportamento desde então.

“Pedro tem uma dedicação impar pela flauta, ao ponto de aprender músicas mesmo antes de serem ministradas em aula, pois conta com o apoio contínuo e excepcional do professor Marcos para sanar todas as suas dúvidas. É evidente que a flauta trouxe para ele uma mudança no seu comportamento principalmente na concentração quando vai desenvolver uma atividade”, relata orgulhosa.

As atividades do projeto tiveram início em junho de 2018, ofertando, em média, 100 vagas por semestre, de modo que cerca de 600 pessoas já foram beneficiadas de forma direta. Indiretamente, mais pessoas foram contempladas, como por exemplo, os pais e responsáveis.

O UERN Ação é uma atividade produzida, organizada, sistematizada e coordenada por professores e técnicos da Universidade que possuem vasta experiência na área de atuação artística.
Coordenador Hallyson Dantas exalta os benefícios que o projeto proporciona
“São pessoas que se doam pra fazer esse trabalho. Então, o resultado não poderia ser outro senão o fortalecimento de uma ação de extensão, o envolvimento dos pais e a continuidade dessas pessoas dentro do projeto. Existe o acolhimento familiar, existe o acolhimento social, existe toda uma rede social que faz com que essas pessoas estejam presentes no projeto e que sejam beneficiadas pela ação”, elencou o professor Hallyson Dantas, coordenador.

A Diretoria de Educação, Cultura e Artes (DECA) da Proex conduz as ações, mas conta com o apoio direto e indireto de outros setores da Uern, de alunos, bolsistas e voluntários de diferentes cursos, bem como o Grupo de Teatro Universitário Mossoroense (GRUTUM) e o Grupo de Dança Universitário de Mossoró (GRUDUM).

Pelo segundo semestre seguido, em razão da pandemia do novo coronavírus, as aulas estão acontecendo de forma remota. Essa modalidade de ensino permitiu, inclusive, a participação de alunos de outras cidades potiguares e estados brasileiros.

O período de inscrições para novas turmas, com mais de 70 vagas ofertadas, segue aberto até o próximo dia 11. As aulas remotas têm início ainda em agosto.

*Por Bruno Soares

SÃO PAULO: DUDA MENDONÇA MORRE AOS 77 ANOS

O publicitário Duda Mendonça morreu nesta segunda-feira (16), em São Paulo, aos 77 anos. Ele estava internado no hospital Sírio-Libanês, onde realizava tratamento de um câncer no cérebro. A informação foi confirmada à CNN por um enteado de Duda.

Duda Mendonça foi um dos principais marqueteiros políticos do Brasil e trabalhou com nomes como Paulo Maluf, Miguel Arraes, Ciro Gomes, e Paulo Skaf.

Em 2002, foi responsável pela campanha à presidência de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e criou o slogan “Lulinha, Paz e Amor”.

Em 2005, em depoimento à CPI dos Correios, Mendonça confessou ter recebido R$ 10,5 milhões pela campanha à eleição de Lula via caixa 2. Ele chegou a virar réu no processo do Mensalão, mas foi absolvido em 2012 pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Os ministros concluíram que ele não teria como saber se era ilícita a origem de R$ 10,3 milhões que recebeu em 2002 na campanha de Lula ao Palácio do Planalto.

Anos mais tarde, em 2016, teve seu nome envolvido na Operação Lava Jato, sob suspeita de ter recebido R$ 10 milhões para o grupo político do ex-presidente Michel Temer, delatado por executivos da Odebrecht.

Em 2017, seguindo o caminho de outros dois publicitários do PT, João Santana e Mônica Moura, o marqueteiro assinou um acordo de delação premiada com a Polícia Federal. Duda Mendonça era casado com Aline Mendonça e deixa quatro filhos (veja Biografia aqui). 

*POR CNN BRASIL

RODOLFO FERNANDES-RN: HOMEM É MORTO A TIROS NO CENTRO DA CIDADE

Um crime de homicídio foi registrado na cidade de Rodolfo Fernandes, no interior do Rio Grande do Norte.
A vítima identificada por Genésio foi alvejada a tiros e morreu no local.
O caso aconteceu no centro da cidade na noite de domingo 15 de agosto de 2021 e mostra a grande elevação da violência na região do Alto Oeste Potiguar nos últimos meses.
A Polícia Civil deve investigar o caso.

*Por Márcio Melo.

Pescadores capturam mais de 7 toneladas de peixes de uma só vez no RN

Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

Pescadores de Galinhos comemoraram a captura de mais de sete toneladas de peixe em um único dia. “Sem sombra de dúvidas foi uma pesca abençoada, fazia muito tempo que não tínhamos uma pescaria tão boa”, disse Francisco Bruno Alves, de 48 anos.

A pescaria aconteceu por volta das 11h da manhã do último sábado(14), na praia Galos, em Galinhos, no litoral Norte Potiguar.

“A última pescaria abençoada foi em 2019, aproximadamente vinte toneladas de corvina”, conta o pescador. Surpresos, os pescadores fizeram vídeos que viralizaram nas redes sociais.

Um dos vídeos que circula nas redes é do arquiteto, Ubarana Junior, de 42 anos. “Eu via isso aqui em vídeo do WhatsApp, achava que era mentira, mas olha só a pescaria dos caras, que fartura, benza a Deus”, diz impressionado.

O grupo é composto por 22 pescadores. Eles conseguiram capturar sete toneladas de peixes, da espécie Garabebel. Os peixes foram levados para Caiçara do Norte, onde foram comercializados. O valor da comercialização não foi informado. 

*Do: G1 RN

MINUTOS DE SABEDORIA!!!

APRENDA a amar a todos, indistintamente, para conseguir encontrar a luz que tanto anseia.

Procure distinguir o sábio do ignorante, o rico do pobre, quando se trata de ajudar.

Saiba levar aos tristes a consolação, aos que lutam, o incentivo da compreensão e do carinho.

A quanta gente você pode ajudar com sua palavra, incentivar com um pensamento!

Ame a todos, indistintamente.

Professor Luis Carlos Noronha pode ser o 1º apodiense eleito para deputado estadual do RN

O professor Luís Carlos tem os apoios do ex-prefeito Pinheiro e de Kelps em Apodi Por participar de uma nominata de pequenos numa partido pe...

TIME: REVELAÇÃO

TIME: REVELAÇÃO

REVELAÇÃO E BACURAU

REVELAÇÃO E BACURAU

COMISSÃO TÉCNICA

COMISSÃO TÉCNICA