sexta-feira, 29 de maio de 2020

RN registra 6.463 casos de coronavírus, com mais de 14 mil suspeitos, 12.552 descartados e 267 mortes; 12 óbitos a mais que o último boletim

A Secretaria de Estado e Saúde Pública-Sesap atualizou os números do coronavírus no Rio Grande do Norte, no fim da manhã desta sexta-feira(29). Na ocasião, falou o secretário de saúde do Rio Grande do Norte, Cipriano Maia.

O número de casos confirmados chega a 6.463, enquanto eram 5.630 no boletim dessa quarta-feira(27) – o último divulgado, com acúmulo de números com dados de quinta-feira(28). 833 casos a mais.

O total de vítimas do covid-19 no RN chega a 267– (12) óbitos a mais que a atualização do boletim dessa quinta-feira. Dessas doze vítimas, sete foram registradas nas últimas 24 horas.

Os casos suspeitos chegam a 14.905. Descartados somam 12.552. Recuperados são 1410(de acordo com números dessa quarta-feira – em atualização).


*JBelmont

Deputado protocola projeto para tipificar crimes contra profissionais da imprensa

O deputado federal Túlio Gadêlha (PDT-PE) protocolou, nesta terça-feira (26), projeto de lei que visa à alteração do Código Penal para tipificar crimes cometidos contra profissionais da imprensa no exercício da profissão. A iniciativa, segundo parlamentar, é em razão dos constantes ataques à imprensa. O PL 2896/20 também inclui constrangimento e pede aumento de pena nos casos de lesão corporal e homicídio.

Ao detalhar o conteúdo da proposta, o deputado afirma que, de acordo com o projeto, a pena de reclusão em caso de homicídio de jornalistas será de 12 a 30 anos. Em caso de lesão, se praticada contra profissional da imprensa, a pena aumenta em 1/3. Já o constrangimento a estes profissionais, mediante violência ou grave ameaça, de forma a impedir o exercício de sua profissão, terá como pena a detenção de seis meses a 2 anos, e multa, além da pena correspondente à violência. A pena é aumentada em um terço, se do fato resulta prejuízo ao trabalho investigativo.

“Como forma de inibirmos a escalada de violência contra jornalistas, propomos inovar o Código Penal, tipificando o constrangimento, ou mesmo ameaça a jornalista quando no desempenho de suas atividades, e, ao tempo, endurecemos as penas em casos de lesões e morte”, explicou Túlio Gadelha, acrescentando que “não podemos nos utilizar da liberdade de expressão para agredir os outros”.

O deputado lembrou, ainda, que após ataques bolsonaristas, diversos veículos de comunicação (Folha de S. Paulo, Grupo Globo, Band, Metrópoles, Correio Braziliense, entre outros), anunciaram na noite desta segunda-feira (25) que não enviarão mais repórter para a cobertura em frente ao Palácio da Alvorada. Os profissionais têm sido alvo cada vez mais frequente de hostilidades por parte do presidente Jair Bolsonaro e de seus apoiadores.

Túlio destacou, também, que relatório da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) registrou, em 2019, 208 casos de ataques a veículos de comunicação e jornalistas, o que corresponde a aumento de 54% em relação a 2018. "De acordo com o documento, Bolsonaro, sozinho, foi responsável por 114 casos de descredibilização da imprensa e outros 7 casos de agressões verbais e ameaças diretas a jornalistas, totalizando 121 casos", relatou o deputado em nota enviada à imprensa.


*Fonte: Fim da Linha

APODI-RN: ÚLTIMO BOLETIM DO NOVO CORONAVÍRUS

Último Boletim sobre o novo Coronavírus (COVID-19) em Apodi.
Até ontem, quinta-feira(28), são 1.042 notificações, sendo 39 suspeitos que ainda estão aguardando o resultado do exame (3,7%), 721 descartados (69,2%), e 282 confirmados (27,1%). Dos pacientes confirmados 168 estão curados (59,6%), 107 em tratamento (37,9%) e 7 chegaram a óbitos (2,5%).

APODI-RN: CIDADE LIDERA O RANKING DE INCIDÊNCIA DA COVID-19

Das 10 cidades com as maiores taxas de incidência de Covid-19 por grupo de 100 mil habitantes (mil/hab) no Rio Grande do Norte, de acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), cinco delas estão na região Oeste do Estado. O local com o maior índice é Apodi, que registra 552,2 casos por 100 mil habitantes.
Segundo a distribuição dos municípios a partir de regionais de saúde promovida pela Sesap, que dividiu o estado em oito grupos, o trecho que compreende o município de Apodi é conhecido como a 2ª Regional. Este agrupamento compreende 15 municípios. A sede da regional é Mossoró, que, por sinal, tem a sexta maior taxa de incidência potiguar: 305 casos por 100 mil habitantes.
Além de Apodi, segundo a Sesap, Felipe Guerra (551,4) e Apodi (525,7) têm taxas superiores a 500 casos por 100 mil habitantes. Ainda de acordo com os dados da Sesap, com números da quarta-feira (28), os 15 municípios da 2º Regional somam 1.414 casos confirmados de Covid-19.
O ranking das 10 cidades mais afetadas pela Covid-19 tem duas representantes da 7º regional, com sede em Natal, entre as representantes. A capital está em 7º, com 251,2 casos por 100 mil/hab. A outra representante é Extremoz, com 307 casos por 100 mil/hab. A lista é completada com Guamaré (3ª regional), São Pedro (5ª regional) e Encanto (6ª Regional).
 

*Agora RN

MOSSORÓ-RN: VÍDEO MOSTRA INCÊNDIO NO CONDOMÍNIO NINHO RESIDENCIAL

Um incêndio foi registrado em uma residência no interior do Condomínio Ninho Residencial, que fica localizado as margens da BR 110 que liga as cidades de Mossoró a Areia Branca no Rio Grande do Norte.
O fato foi registrado na tarde desta quinta feira 28 de maio de 2020, por vídeos que circularam nas redes sociais. O Corpo de Bombeiros foi acionado para o local e controlou as chamas. Na casa estava apenas o casal que mora no imóvel e graças a Deus ninguém se feriu. A moradora informou que colocou uma churrasqueira elétrica e a mesma caiu em cima da mangueira do botijão de gás, e foi aí que tudo começou.
Ao perceber que o local estava pegando fogo, o homem retirou da residência três crianças que estavam no andar de cima e chamou os bombeiros.
Fotos também circularam após a saída dos Bombeiros e mostram a destruição total que ficou o andar debaixo da casa. Já o andar de cima apenas fuligem já que os Bombeiros chegaram rápido e debelaram as chamas. Graças a Deus ninguém se feriu.
A orientação da corporação é de que a população fique atenta com equipamentos elétricos e panelas no fogo. Se for dormir ou sair de casa, os bombeiros dizem que é importante conferir se esqueceu algo ligado para não gerar incêndios. 

 Veja vídeo:

*Passando na Hora

CAICÓ-RN: Polícia Civil confirma morte de Agente Investigativo no Rio Grande do Norte

A lamentável notícia da morte de um policial civil na cidade de Caicó ocorrida por volta do meio dia e trinta minutos desta sexta feira é confirmada pela delegacia regional (3ª DRP).
O APC Márcio trabalhava na delegacia municipal, foi encontrado sem vida na residência da namorada (Praça do Coreto), centro. Não é sabido o motivo pelo qual o policial deu fim a própria vida.
Amigos da polícia, assim como ex-companheiros do Corpo de Bombeiros, de onde também fez parte, lamentam a morte do Policial, conhecido pelos amigos como Marcinho.
Lamentamos a morte do Agente e deixamos aqui as condolências à família do policial.

Fonte: Jair Sampaio

DIRETOR DO SAMU MOSSORO ABRE ALERTA PARA O PERÍODO JUNINO EM ÉPOCA DE PANDEMIA. "OS HOSPITAIS NÃO IRÃO SUPORTAR A DEMANDA PARA QUEIMADOS".

Dr. Dixon Fradick que é Diretor do SAMU de Mossoró faz um alerta para o mês que se aproxima, por se tratar do mês Junino. Muitas famílias homenageam seus filhos com nomes dos Santos, São Pedro, São João e Santo Antônio. Muitos até fazem promessas. Muitas delas é que a cada dia de comemoração seja acendida fogueiras em frente às casas, assim como a solta de fogos. De acordo com o médico, a melhor medida é a prevenção. “Quem quer aproveitar o São João deve ter atenção dobrada na utilização dos fogos e da fogueira e também em quem está no entorno. Acidentes com fogos podem levar o paciente a óbito”, afirma.
A maior parte dos pacientes que chegam ao hospital com queimaduras no período junino acidenta-se com fogueiras. “Acontece na utilização inadequada de combustível, como álcool e gasolina, e no reabastecimento das fogueiras. Já com a fogueira apagada, o alerta continua para que ninguém pise nas brasas". Dr. Dixon acrescenta que devido ser um mês cultural e tradicional, que as fogueiras e os fogos de artifícios, sejam manuseados e acendidas por pessoas adultas e com cautela. Os hospitais estão alguns lotados, e os profissionais voltados para o combate à pandemia, por tanto não custa nada a população de Mossoró e por que não dizer do Rio Grande do Norte tomar as medidas de prevenção para segurança e saúde de todos". Fica o registro e o alerta.


*Passando na Hora

MOSSORÓ-RN: FORÇA TÁTICA DO 2º BPM, APREENDE DROGAS, ARMA DE FOGO E TRÊS PESSOAS FORAM CONDUZIDAS PARA DELEGACIA. TUDO ACONTECEU NO SANTA HELENA E PROMORÁ DO SANTA DELMIRA

Policiais Militares da Força Tática, que pertence ao 2º BPM(Batalhão de Polícia Militar de Mossoró), em patrulhamento de rotina pelo bairro Santa Helena, e Promorá do Santa Delmira, na manhã desta quinta feira 28 de maio de 2020, conseguiram em duas ocasiões, apreender drogas, uma arma de fogo calibre 12, e três suspeitos foram encaminhados para os procedimentos legais na Delegacia Especializada. Em uma residência no Santa Helena, os policiais foram informados por pessoas anônimas, que o entra e sai era grande no local de pessoas. Ao averiguar a situação, encontraram um homem identificado como Everton Henrique da Silva Oliveira, 22 anos, deitado em uma rede e ao lado dele, uma mochila contendo cerca de 400 papelotes de maconha. Em outra casa já no Promorar do Santa Delmira, conseguiram abordar dois homens, e na ocasião foi encontrado uma escopeta calibre 12. Todos os suspeitos detidos foram encaminhados para a Delegacia para prestarem esclarecimentos e o Delegado autuar em flagrante, sendo um por tráfico de drogas e outro por posse ilegal de arma de fogo.

*Passando na Hora

APODI-RN: TESTAGEM EM MASSA DA POPULAÇÃO JÁ ULTRAPASSA MIL EXAMES

O município de Apodi (RN), no interior do Rio Grande do Norte, ultrapassou nesta semana a marca dos mil testes realizados em pacientes suspeitos de COVID-19. O grande número faz parte de uma ação da Prefeitura Municipal que busca atacar a doença e salvar vidas através do diagnóstico precoce e tratamento correto.
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde a testagem em massa está sendo realizada devido a uma parceria firmada com o Instituto de Medicina Tropical (IMT) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Todos os dias são realizados cerca de 20 testes com Swab, em uma média de 100 exames por semana, além de testes rápidos.