/* <![CDATA[ */ (function (doc

domingo, 17 de janeiro de 2021

MOSSORÓ-RN: 4º HOMICÍDIO EM 2021 - HOMEM DE 47 ANOS É PERSEGUIDO E MORTO A TIROS NA PLANALTO 13 DE MAIO

A cidade de Mossoró, localizada na região Oeste do Rio Grande do Norte, registra mais um homicídio a bala, o segundo do dia e  eleva para quatro o número de assassinatos na cidade em 2021.

O crime aconteceu por volta das 22h30min deste sábado 16 de janeiro de 2021, na Rua Raimundo da Silva Negreiros no bairro Planalto 13 de Maio, zona Leste da cidade.  A vitima identificada como  Edson de Medeiros Eloi de 47 anos, foi morto em via pública com cerca de sete tiros de pistola calibre 380.

De acordo com informações da polícia, Edson trafegava de moto, quando foi perseguido por dois homens de motocicleta, que passaram a efetuar disparos contra o mesmo. Ele foi atingido na cabeça, nas costas e morreu no local. Os criminosos fugiram após a ação delituosa e não foram identificados.

O delegado de plantão Dr. Dênys Carvalho esteve no local com sua equipe de policiais civis, acompanhado o trabalho da perícia e disse que vai inclui no relatório que será encaminhado à Delegacia de Homicídios, a existência de câmeras de monitoramento no local, para que as imagens sejam requisitadas e que façam parte do inquérito policial que vai apurar o assassinato.

Apesar de não haver registros de antecedentes criminais no sistema da justiça, familiares que estiveram no local do crime, relataram para a polícia que Edson de Medeiros tinha envolvimento com o tráfico de drogas, mas que ainda não tinha sido preso.

Após os trabalhos da perícia no local, o corpo da vítima foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal do ITEP onde será examinado e depois liberados para os familiares.

Outras Imagens (AQUI)

*Fonte: Fim da Linha

MOSSORÓ-RN: POLÍCIA CIVIL DIVULGA VÍDEO DA OPERAÇÃO QUE ACABOU COM A PRISÃO DO ASSASSINO DE SERVIDOR DA UFERSA

A Polícia Civil, através da Delegacia de Homicídios de Mossoró, liberou neste sábado 16 de janeiro de 2021, o vídeo da Operação, realizada pela DHM com apoio da Delegacia de Furtos e Roubos e Segunda Delegacia Regional, no último dia 06 que culminou com a prisão de Antônio Leonardo Cadete Faustino da Silva, de19 anos de idade.

Ele é apontado pela investigação da Delegacia de Homicídios, como o autor do disparo que matou o servidor da Universidade Federal Rural do Semi Árido (UFERSA), José Mário Moura Pinto.

O crime aconteceu no dia 28 de dezembro de 2020, durante assalto na Ilha de Santa Luzia, na cidade de Mossoró. (Relembre o caso AQUI) Antônio Leonardo foi preso em seu apartamento em um condomínio no Planalto 13 de Maio em Mossoró.

*Fim da Linha

CAMPO GRANDE-RN: TATUADOR É EXECUTADO COM VÁRIOS TIROS NA CIDADE

Na noite deste sábado, 16/01, foi registrado o primeiro homicídio do ano de 2021 na cidade de Campo Grande/RN.

De acordo com informações, elementos armados chegaram e efetuaram vários disparos na vítima conhecida como Pedro Tatuador, quando o mesmo chegava em sua residência.

Pedro mesmo baleado ainda tentou fugir, porém foi alcançado pelos criminosos que o executaram com vários tiros.

Após buscas, a Polícia Militar encontrou o corpo da vítima na areia do Rio da antiga AABB.

*Fonte: CG na Mídia

ANÁLISE: "PARA ONDE CAMINHA A HUMANIDADE?"

NEY LOPES

Para quem ainda duvida e reduz os efeitos mortais da Covid19, a cifra de dois milhões de mortos no mundo fala mais alto. O ritmo de expansão das vítimas, longe de diminuir, continua a crescer na Espanha, na Europa e em praticamente todos os lugares do planeta. 

O vírus levou sete meses para causar o primeiro milhão de mortes, mas apenas três meses para somar o segundo milhão. Se em meados do ano os mortos estavam em torno de 5.000 por dia, agora aumentaram para 13.000. Quase o triplo todos os dias. A velocidade do segundo milhão lembra que estamos em uma corrida contra o relógio. 

A realidade imediata é que a imunidade ainda está muito distante. . Na Europa, por exemplo, há países como Bulgária, Hungria e República Tcheca onde o vírus praticamente não havia chegado até o último trimestre de 2020. Lá as mortes foram apenas algumas centenas no primeiro semestre, mas agora se contam aos milhares. Três países com mais mortes são os EUA (380.000), o Brasil (208.000) e o México (137.000). 

Em geral, as mortes por coronavírus serão maiores do que as que constam nos dados oficiais. 

Para se ter uma ideia do impacto da covid-19, basta dizer que está agora entre as principais causas de morte no mundo. Com dados de 31 de dezembro, a OMS afirma ser a sexta patologia dessa lista, no mesmo nível do câncer de pulmão e à frente de Alzheimer, diarreia, diabetes e doenças renais. 

Uma das principais causas de morte não existia há um ano. A questão é quando serão ultrapassados os três milhões de mortes e se serão três, quatro ou quantos milhões em 2021. 

Responder é impossível, porque a corrida pela vacina está apenas começando. 

Afinal, para onde caminha a humanidade?

MOSSORÓ-RN: Adolescentes são apreendidos após arrastões e atirarem contra policiais militares

A Polícia Militar apreendeu nesta noite de quarta feira 10 de agosto de 2022, dois adolescentes, um de 15 e outro de 17 anos, um revolver ca...

TIME: REVELAÇÃO

TIME: REVELAÇÃO

REVELAÇÃO E BACURAU

REVELAÇÃO E BACURAU

COMISSÃO TÉCNICA

COMISSÃO TÉCNICA