quarta-feira, 15 de abril de 2020

MOSSORÓ-RN: Rosalba Ciarlini emite nota sobre indisponibilidade de bens decretada na Operação Sinal Fechado

A prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini, emitiu nota de esclarecimento sobre a indisponibilidade decretada pelo TRF-5, no âmbito da Operação Sinal Fechado. 
Leia abaixo a íntegra da nota:
Esclarecimento sobre notícia que cita indisponibilidade de bens de Rosalba Ciarlini em relação à Operação Sinal Fechado
A respeito de liminar em meu desfavor proferida no dia 27 de março, noticiada ontem, 14, e que não fui intimada, informo que o Supremo Tribunal Federal já analisou o referido caso e me absolveu. É preciso ratificar que sequer foi aceitada a denúncia contra mim com votação por unanimidade (5 votos a 0), o que é bastante evidente, uma vez que no sétimo dia de um mandato que ocupei, suspendi o referido contrato do consórcio Inspar, que visava realizar inspeção veicular no estado. Isto mostra que não compactuei, não participei de nenhuma ação improba ou conluio e que, quando analisado o mérito, a justiça será feita mais uma vez.
A suspensão do contrato suspeito num primeiríssimo momento prova que o meu governo foi absolutamente contrário à referida inspeção veicular e agiu com presteza evitando cobranças indevidas aos cidadãos.


*Do BG

CONTAGEM DO CORONAVÍRUS NO ESTADO, NO BRASIL E NO MUNDO


AO VIVO Mandetta não aceita pedido de secretário e diz: 'Sairemos juntos'

Secretário fica na Saúde: 'Vamos trabalhar juntos até o momento de sairmos juntos', diz Mandetta

Wanderson de Oliveira é uma das pessoas na linha de frente no combate à epidemia do novo coronavírus
Gustavo Maia, André de Souza, Leandro Prazeres e Renata Mariz

BRASÍLIA — O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, não aceitou o pedido de demissão do Secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira. Segundo a assessoria de imprensa do ministério, o secretário atendeu a um apelo do chefe da pasta, voltou atrás e continuará na equipe enquanto o ministro, ele próprio cotado a deixar o posto, permanecer à frente do Ministério da Saúde.

Mandetta: Ministro diz a subordinados que acredita que sua demissão está próxima

— Hoje teve muito ruído por causa do Wanderson, por causa de toda essa ambiência. Ele falou lá paro setor dele que iria sair. Aquilo virou uma... Chegou pra mim. Já falei que não aceito. Wanderson continua. Acabou esse assunto. Vamos trabalhar juntos até o momento de sairmos juntos do Ministério da Saúde. Por isso eu fiz questão de vir aqui nessa coletiva de hoje — disse Mandetta, no começo de entrevista coletiva no Palácio do Planalto.

Saúde: Teorias e propostas sobre o novo coronavírus opõem Bolsonaro e Mandetta

Wanderson continuará no cargo enquanto Mandetta permanecer à frente da pasta. Mas o próprio ministro pode deixar o posto em breve. Mandetta entrou em choque com o presidente Jair Bolsonaro em razão de divergências na estratégica de enfrentamento à epidemia do novo coronavírus, que já infectou 28.320 pessoas no país, matando 1.736

Clima de despedida

Mandetta chegou a avisar, na noite de terça-feira, a auxiliares e assessores próximos que sua demissão deve ocorrer em breve. Após os últimos embates com Bolsonaro, com quem vem se contrapondo publicamente nas últimas semanas, Mandetta desabafou com a equipe da pasta de que seu tempo na cadeira estava chegando ao fim.

A conversa, na noite desta terça-feira, fez retornar ao Ministério da Saúde o clima de despedida. Na última segunda-feira, quando o Planalto chegou a iniciar internamente os atos formais para a demissão de Mandetta, suas gavetas foram esvaziadas. Mas o ministro foi mantido no cargo por pressão principalmente da ala militar do Planalto.

Crise na saúde: Possível demissão de Mandetta provoca queda de braço entre aliados de Bolsonaro para emplacar substituto

O cenário agora é outro. Segundo interlocutores, Mandetta entendeu os sinais de que sua exoneração está próxima na reunião de ministros ontem, na qual se manteve quieto. Na ocasião, Bolsonaro teria deixado claro que seus auxiliares precisam ouvi-lo e emitido, ainda que de forma indireta, que não toleraria comportamento diferente.

Ele está convencido de que a entrevista ao "Fantástico", da TV Globo, no domingo, esgarçou de vez a relação com Bolsonaro. No programa, Mandetta disse que a população não sabe se segue o presidente ou o ministro em relação às orientações de afastamento social contra o novo coronavírus e que isso provoca uma "dubiedade", cobrando uma discurso unificado. Também criticou pessoas que ficam "grudadas" em "padaria" e "supermercado", classificando de "equivocado" tal comportamento.

A aliados, o ministro disse, logo após a exibição da entrevista, ainda no domingo, que tinha decidido falar pelo "conjunto da obra do fim de semana", referindo-se principalmente à visita às obras do hospital de campanha que a União está erguendo em Águas Lindas, cidade de Goiás na vizinhança do Distrito Federal, no sábado. Lá, Bolsonaro provocou aglomerações e cumprimentou apoiadores. Mandetta se manteve distante. Na quinta-feira, o presidente esteve numa padaria.

*GLOBO.COM/JBelmont

Cientistas testam remédio que reduz 94% da carga viral da covid-19

Resultados iniciais foram obtidos em testes em laboratório
Nos próximos dias, cientistas brasileiros vão iniciar os testes clínicos com um medicamento que apresentou 94% de eficácia em ensaios in vitro na redução da carga viral em células infectadas pelo novo coronavírus. De acordo com o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Marcos Pontes, os testes serão feitos em 500 pacientes internados com covid-19, em sete hospitais do país: cinco no Rio de Janeiro, um em São Paulo e um em Brasília.

O nome do medicamento só será divulgado após o fim do protocolo de pesquisa clínica, até que seja demonstrada a sua eficácia e segurança em pacientes, “para evitar uma correria em torno do medicamento”. Mas, de acordo com Pontes, é um remédio de baixo custo, bem tolerado e disponível inclusive em formulações pediátricas. “Por que isso é importante? Ele tem uma vantagem muito grande, tem pouco efeito colateral e pode ser empregado numa grande faixa da população”, explicou.

O ministro destacou a importância e o trabalho da ciência brasileira na busca por soluções contra a pandemia de covid-19. “Nós estamos falando de ciência feita no Brasil, uma ciência respeitada em todo o mundo. Os nossos cientistas são muito responsáveis, não só pelo conhecimento, mas pela atitude, esse pessoal tem trabalhado dia e noite. Muitos são bolsistas e estamos conseguindo resultados por meio do trabalho desses pesquisadores”, disse o ministro. “Espero que vocês como brasileiros também tenham orgulho desses cientistas”, ressaltou.

Replicação viral
Foram realizados testes com 2 mil medicamentos que já são comercializados em farmácias para verificar se existe algum capaz de se ligar ao vírus e de bloquear a replicação viral. A estratégia, chamada de reposicionamento de fármacos, foi adotada por cientistas do Laboratório Nacional de Biociências (LNBio), em Campinas, que integra o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), organização social supervisionada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

Ao final, os pesquisadores identificaram seis moléculas promissoras que seguiram para teste in vitro com células infectadas com o novo coronavírus. Desses seis remédios pesquisados, os cientistas do CNPEM descobriram que dois reduziram significativamente a replicação do vírus. O remédio mais promissor apresentou 94% de eficácia em ensaios com as células infectadas.

O protocolo de ensaios clínicos foi aprovado nesta terça-feira (14) pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa. O medicamento será ministrado por cinco dias nos pacientes e mais nove serão necessários para observação. Serão incluídos no estudo pessoas que chegarem aos hospitais com pneumonia e sintomas de covid-19: febre, tosse seca e as características da tomografia com vidro fosco.

O grupo de testagem será amplo, com qualquer pessoa maior de 18 anos, mas não para os casos muito graves. O paciente deverá assinar um termo de consentimento para participar do protocolo, que consiste na administração aleatória do medicamento ou de placebo. A expectativa é que o estudo seja concluído em quatro semanas. “Isso é feito de forma extremamente científica, usando todo o formalismo científico, para que a gente não tenha dúvidas”, destacou o ministro.

O desenvolvimento do estudo no LNBio ocorre no âmbito da Rede Vírus do MCTIC, responsável pela articulação dos laboratórios de pesquisa e especialistas na continuidade dos estudos com pessoas infectadas pelo novo coronavírus.

Testes e vacinas
O ministro também apresentou hoje o resultado do trabalho do CTVacinas, da Universidade Federal de Minas Gerais, que também por meio da Rede Vírus, desenvolveu um reagente nacional que tem a mesma performance de reagentes importados para testes diagnósticos de covid-19. “Isso dá autonomia para o país e a possibilidade de aumentar a produção para os tipos de teste que estão sendo feitos no Brasil”, explicou Pontes.

Outra pesquisa apresentada pelo ministro é o desenvolvimento de um teste para detecção do novo coronavírus que não precisa de reagente químico. “É um equipamento que faz reação com laser a partir da saliva da pessoa que está sendo testado”, explicou. O processamento do diagnóstico é feito por meio de inteligência artificial e o resultado fica pronto em menos de 1 minuto.

O sensor está sendo desenvolvido pelo Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Teranóstica e Nanobiotecnologia (INCT TeraNano), da Universidade Federal de Uberlândia, em Minas Gerais. De acordo com Pontes, com a informatização das unidades de saúde, em 20 dias, será possível colocar um número considerável dessas máquinas no país, cerca de mil máquinas capazes de fazer até 500 testes por dia.

“Imaginando que tudo isso funcione [o remédio e os testes], em meados de maio teremos ferramentas muito efetivas para combater essa pandemia no Brasil e resolver todos esses problemas”, disse o ministro.

Edição: Aline Leal - VNT Online

Mandetta define últimas três ações que pretende realizar como ministro

Ciente de que a caneta de Jair Bolsonaro é imprevisível, o ministro avalia ter poucas horas de trabalho para concluir ações em curso
Com equipe se desfazendo, Mandetta faz últimas cobranças aos técnicos para concluir ações de sua gestão José Dias/PR
Pelas previsões de Luiz Henrique Mandetta, ele ainda estará no comando do Ministério da Saúde na manhã desta quinta-feira, quando, em suas contas, levantará para seu último dia de trabalho na Esplanada.
Ciente, no entanto, de que a caneta de Jair Bolsonaro anda pedindo para ser usada, ele praticamente se despediu dos assessores no ministério e também teve conversas finais reflexivas com aliados políticos que o visitaram na pasta nas últimas horas.
Mandetta, se pudesse prever o comportamento de Bolsonaro, gostaria de deixar o Ministério da Saúde com três projetos concluídos. Demandas que ele cobrou nesta manhã de sua equipe técnica, já com a cabeça fora do ministério.
O ministro tenta acelerar o passo para deixar pronto o plano de manejo de combate ao vírus em regiões de favelas, o painel nacional de leitos hospitalares disponíveis no país e os processos de compras de equipamentos e insumos hospitalares em curso.
É essa a lista de tarefas do ministro antes de esperar pelo facão.

*RADAR/VEJA

MOSSORÓ-RN: Tentativa de Homicidio a bala no Santa Helena

Uma tentativa de homicídio por arma de fogo foi registrada no final da tarde desta quarta-feira 15 de abril de 2020 na Rua José Mendes de Souza Loteamento Santa Helena em Mossoró no Oeste Potiguar.
A vítima identificada como Romário Pereira da Silva 24 anos foi atingido com cerca de 10 tiros de pistola calibre 380. Informações repassadas ao Blog fim da linha pelo sargento Sidney Góes, da viatura Santo Antônio que atendeu a ocorrência, a vítima relatou que estava em frente a sua casa quando um carro branco chegou e um homem desceu de pistola em punho e começou a atirar em sua direção.
Romário foi socorrido por populares para a unidade de pronto atendimento UPA do bairro Santo Antônio e depois de receber os primeiros atendimentos foi transferido pelo Samu para o hospital regional Tarcísio Maia.

A vítima não soube explicar o que teria motivado o atentado e disse aos policiais que não reconheceu nenhum dos homens que estavam no veículo.

*Fonte: Fim da Linha.

AREZ-RN: Polícia Civil e Militar prendem suspeito de participação em homicídio

Policiais civis da Delegacia Municipal de Arez, com o apoio da Polícia Militar, prenderam Marcos Antonio Paiva da Costa, 20 anos, mediante o cumprimento de um mandado de prisão preventiva expedido pela Vara Única da Comarca de Arez, nesta quarta-feira (15).
Investigações da Polícia Civil apontam que ele é suspeito de integrar uma organização criminosa e de participado, junto com outros membros da facção, do homicídio de Jean Kleyton Francisco de Sá Vasconcelos, mais conhecido como "Corujão", assassinado no dia 18 de fevereiro deste ano, no município.
No dia do crime, a vítima teria ido ao “Barreirão”, no bairro Guaraíras, local conhecido por concentrar membros de uma facção criminosa local, para tentar esclarecer o fato de uma foto sua está circulando nas redes sociais, anunciando que ele seria integrante de uma facção criminosa rival. Na ocasião, a vítima teria conversado com os suspeitos de integrarem o grupo criminoso, incluindo Marcos Antonio. Após o diálogo, os suspeitos determinaram a morte da Jean Kleyton, cujo corpo foi encontrado no outro dia.
A prisão de Marcos Antonio é uma continuidade da operação realizada em conjunto à Polícia Militar, deflagrada no dia 13 de março deste ano, no município de Arez. Na ocasião, foram presos cinco suspeitos investigados pela prática dos crimes de: homicídio, roubo, furto, tráfico de drogas e associação para o tráfico. Todos os presos são investigados pela suspeita de integrarem uma organização criminosa atuante em todo o Rio Grande do Norte.
Durante a operação, foram presos em cumprimento a mandados de prisão preventiva: Victor Lima da Silva, Mateus Brito Alves e Elias da Costa Andrade. Também foram presos em flagrante: Alysson Roberto da Silva, pela suspeita da prática do crime de tráfico de drogas e Silmara Silva da Costa, pela suspeita da prática do crime de receptação.
Devido à continuidade das ações da operação, no dia 02 de abril, policiais civis da Delegacia Municipal de Arez prenderam João Batista dos Santos, mais conhecido como "Novo", 20 anos, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva. Ele também é suspeito de integrar a mesma facção criminosa e participar do homicídio de Jean Kleyton.
A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181. 


*PC/ASSECOM

CONTAGEM DO CORONAVÍRUS NO ESTADO, NO BRASIL E NO MUNDO


EMPARN: BOLETIM DAS CHUVAS REGISTRADAS DE ONTEM PARA HOJE EM TODO O RN

Per.: das 7:00hs de 14/04/2020 as 7:00hs de 15/04/2020
No. Postos Existentes: 174 No. Postos sem Contato: 70
No. de Postos com Chuva: 26 No. de Postos sem Chuva: 78

MESORREGIAO OESTE POTIGUAR
Grossos 79,5
Areia Branca(Emater) 77,7
Tibau(Prefeitura) 42,3
Ipanguacu(Emater) 34,0
Mossoro(Prefeitura) 18,2
Carnaubais(Umbuzeiro) 16,5
Sao Rafael(Emater) 5,3
Sao Rafael(Particular Ii) 4,5
Ipanguacu(Base Fisica Da Emparn) 2,8

MESORREGIAO CENTRAL POTIGUAR
Parelhas(Emater) 87,3
Santana Do Matos(Emater) 59,3
Sao Bento Do Norte(Prefeitura) 55,0
Currais Novos(Sec Meio Amb. Ex Cersel) 45,0
Santana Do Serido(Emater) 43,5
Angicos(Prefeitura) 22,5
Acari(Particular) 11,0
Jardim Do Serido(Emater/passagem) 8,7
Cruzeta(Base Fisica Da Emparn) 6,4
Sao Jose Do Serido(Associacao Usuarios Agua) 0,2

MESORREGIAO AGRESTE POTIGUAR
Bento Fernandes(Riacho Dos Paus-part.) 5,0

MESORREGIAO LESTE POTIGUAR
Canguaretama(Emater/barra De Cunhau) 56,9
Natal 41,4
Parnamirim(Base Fisica Da Emparn) 29,5
Sao Goncalo Do Amarante(Base Fisica Da Emparn) 12,5
Montanhas(Prefeitura) 0,9
Baia Formosa(Destilaria Vale Verde) 0,7

RN registra 399 casos confirmados do novo coronavírus, 22 nas últimas 24 horas, com 2247 suspeitos, 2155 descartados e 19 mortes

O Rio Grande do Norte possui 399 confirmados, 2.247 suspeitos, 2.155 descartados e 19 óbitos. As informações foram divulgadas pela Secretaria Estadual de Saúde Pública – Sesap no fim da manhã desta quarta-feira (15). São 22 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas.
No boletim epidemiológico anterior, o RN registrava 377 casos confirmados, além de 2.430 suspeitos e 1.948 descartados. Óbitos somavam 18.


*BG.

RIO DE JANEIRO: ESCRITOR RUBEM FONSECA MORRE AOS 94 ANOS

Foto: Divulgação
Morreu no início da tarde no Rio de Janeiro um dos maiores escritores do Brasil, Rubem Fonseca.
A menos de um mês de completar 95 anos, Fonseca sofreu um infarto hoje, perto da hora do almoço, em seu apartamento, no Leblon. Foi levado imediatamente ao hospital Samaritano, onde morreu.
Talvez o maior cronista brasileiro da segunda metade do século XX, Rubem Fonseca é autor, entre outros, de “Feliz ano novo” (1976), “A cólera do cão” (1963), “O cobrador” (1979). Seu último livro de contos inéditos foi lançado há dois anos, “Carne crua”.

*Lauro Jardim – O Globo

OESTE CAP COM A LIGA MOSSOROENSE


Coronavírus no RN: profissionais de saúde representam 33% dos casos confirmados

Cento e vinte e seis(126) dos 376 pacientes confirmados do novo coronavírus no estado são profissionais de saúde. Os dados, da Secretaria de Saúde do Rio Grande do Norte, representam 33,5% dos casos, ou cerca de um terço das pessoas que tiveram a doença notificada no estado.
Os profissionais de saúde estão no grupo prioridade para realização de testes, porque eles podem representar risco de transmissão para outros pacientes. Além disso, a doença pode impactar na redução da força de trabalho em um momento de crise.

*Com acréscimo de informações do G1.

RODOLFO FERNANDES- RN: POLÍCIA MILITAR DE ITAÚ E SEVERIANO MELO RECUPERA VEÍCULO TOMADO DE ASSALTO NA CIDADE

Uma ação Conjunta das Polícias Militar de Itaú e Severiano Melo conseguiram com Êxito, Recuperar na manhã desta Quarta-Feira, dia 15 de Abril de 2020, um veículo tipo Fiat Strada que havia sido tomado de assalto no último dia 04 de Abril durante um assalto ocorrido em uma Pizzaria na cidade de Rodolfo Fernandes, no RN.
O Sargento Hélio responsável pelo destacamento de Polícia de Itaú vem trabalhando incansavelmente para solucionar os problemas que surgem no município e dando segurança a população, mesmo com condições tão precárias, mas tem mostrado um ótimo trabalho.
Após Perícia, o Veículo será devolvido ao seu legítimo dono.
Relembre o Caso AQUI 


*Márcio Melo

PAU DOS FERROS- RN: Malote de Lotérica é Roubado Por Dupla em Motocicleta na Cidade

Nesta terça-feira(14), uma dupla armada roubou um malote de uma casa lotérica da cidade de Pau dos Ferros, alto oeste potiguar. O malote estava sendo levado para depósito na agência da caixa econômica.
De acordo com informações repassadas ao blog Nosso Paraná RN são de que, um funcionário do estabelecimento bancário, saiu por volta por volta do meio-dia, com o malote para fazer o depósito, quando foi abordado por uma dupla armada em uma motocicleta de cor preta que anunciaram o assalto.
Um deles teria dito, ‘perdeu, é um assalto’. O malote foi levado pela dupla que fugiu após a ação delituosa pelo Bairro São Geraldo em direção a BR 226 e desaparecendo.
O conteúdo ou valor do malote não divulgado.

*Nosso Paraná

Mais de 100 pacientes de coronavírus já foram liberados de isolamento em Natal e Parnamirim

Aposentado Iremar Leite Pereira, de 72 anos, ficou entubado por 14 dias e se curou da Covid-19 — Foto: Cedida
Pelo menos 113 pacientes confirmados para o novo coronavírus já tiveram alta ou foram liberados do período do isolamento de 14 dias preconizados pelas autoridades de saúde em Natal e Parnamirim, segundo informaram as secretarias municipais de Saúde. Eles representam mais da metade dos casos confirmados nos dois municípios, até agora.
Segunda maior cidade do estado e com o segundo maior número de casos confirmados, Mossoró não divulgou dados sobre pessoas que tiveram a doença e não apresentam mais sintomas. Até esta quarta-feira (15), a Secretaria Estadual de Saúde também não divulgou dados a nível estadual sobre o assunto.
Os dados de Natal são da segunda-feira (13), com 99 pacientes. Nesta terça (14), o município tinha 159 casos notificados pela Sesap. Já Parnamirim divulgou nesta terça-feira (14) que tem 14 pacientes liberados, do total de 43 confirmados.
Mesmo considerando que os dados não têm a mesma data, é possível afirmar que mais de 50% desses pacientes já tiveram alta. No caso de Natal, especificamente, são mais de 62%. Em Parnamirim, menos: 32%.
São histórias como a do aposentado Iremar Leite Pereira de 72 anos, que passou 14 dias internado, mas conseguiu vencer a doença.
Somente esses pacientes dos dois municípios, que estão liberados, representam 30% do total de 367 confirmados em todo o Rio Grande do Norte até esta terça-feira (14), conforme o boletim da Sesap. Um terço dos diagnosticados no estado são profissionais da área de Saúde.


*Do G1 RN

COMEÇARAM AS DEMISSÕES

Foto: TV Globo/Reprodução
O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira, pediu demissão na manhã desta quarta-feira (15). A informação foi divulgada em nota oficial do ministério.
A saída de Wanderson ocorre em meio à pandemia de coronavírus. Ele vinha sendo uma das autoridades do ministério que mais participavam de entrevistas e ações da pasta sobre o enfrentamento ao vírus.
Wanderson, assim como o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, é defensor do isolamento social como estratégia de contenção do vírus.
Casos no Brasil
As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até as 6h25 desta quarta-feira (15), 25.758 casos confirmados do novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil, com 1.557 mortes. Com a primeira vítima no Tocantins, Brasil passa a ter mortos pela Covid-19 em todas as UFs.
Fortaleza tem 1.845 casos confirmados da doença e é a capital com maior incidência de casos no Brasil, à frente de Manaus e São Paulo, respectivamente. que concentra a maioria dos registros.
*Do G1

Câmara dá 30 dias para Bolsonaro mostrar exames de coronavírus

Jair BolsonaroJair Bolsonaro | Reprodução / Globo News
A Câmara dos Deputados deu 30 dias para que a Presidência da República apresente os resultados dos exames feitos por Jair Bolsonaro, para comprovar se o presidente contraiu ou não coronavírus.
A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados aceitou o requerimento feito pelo deputado federal Rogério Correia (PT-MG) e enviou a solicitação para a Secretaria-Geral da Presidência.
Se a Presidência não responder o pedido, vai desobedecer o artigo 50 da Constituição, que prevê crime de responsabilidade para autoridades do executivo que não prestarem informações solicitadas pela Câmara ou Senado.
Em março, o presidente fez dois exames depois de retornar de uma viagem dos Estados Unidos em que mais de 20 integrantes da comitiva presidencial voltaram contaminados com a covid-19. Ele disse que o teste deu negativo, mas se recusou a apresentar o documento.
 

*Bela Megale – O Globo/BG

MOSSORÓ-RN: HOMEM DÁ ENTRADA BALEADO NA PERNA NA UPA DO SANTO ANTÔNIO. DEPOIS DE ATENDIDO FOI LIBERADO

Antônio Carlos de Oliveira, procurou atendimento hospitalar na UPA do Santo Antônio, na manhã desta quarta feira, 15 de abril de 2020, ferido por tiro de arma de fogo, de raspão em uma das pernas. Após realizar os procedimentos, ele foi liberado na UPA mesmo para retornar para sua casa. Na unidade hospitalar, ele informou que estava em casa, próximo a antiga Indufal nas Barrocas, quando elementos passaram na rua atirando e ele foi atingido. Segundo informações homens estariam trocando tiros na região. A polícia deverá investigar o caso.

*Passando na Hora.

NATAL-RN: Motoboy é assaltado enquanto fazia entrega de remédios

Caixa de entrega do motoboy foi recuperada pela GMN — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
Um motoentregador foi assaltado na noite de terça-feira (14) enquanto passava pela Avenida Jaguarari, no bairro de Lagoa Nova, Zona Sul de Natal. A vítima que trabalha para uma farmácia de manipulação estava fazendo a entrega de medicamentos de 15 pacientes quando foi abordado por bandidos.
"Eu não desconfiei, achava que eram moradores de rua que estavam descansando aí eu fui abordado. Pegaram tudo, inclusive a minha bolsa de entrega e a moto", lembra a vítima, que preferiu não se identificar. Após o assalto, o motoentregador encontrou uma equipe da Guarda Municipal.
Os guardas que estavam em patrulhamento no bairro do Alecrim fizeram uma busca e localizaram um dos suspeitos, que estava com um simulacro de arma de fogo. A moto da vítima também foi recuperada e em seguida devolvida ao trabalhador na Central de Flagrantes da Polícia Civil.
"Infelizmente, esse tipo de crime tem se tornado comum nesse momento de isolamento. Os entregadores acabam se tornando um alvo fácil dos bandidos por causa do serviço de delivery", destacou Rosivan Vale, guarda municipal de Natal.

Moto do entregador foi levada e em seguida recuperada — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

*VNT

‘Washington Post’ diz que Bolsonaro é o pior líder global a lidar com o coronavírus

Foto: Sergio Lima/AFP
O jornal americano The Washington Post publicou nesta terça-feira, 14, um texto editorial que classifica a postura do presidente Jair Bolsonaro diante da crise da coronavírus como “de longe, o caso mais grave de improbidade” entre todos os líderes mundiais.
O jornal coloca Bolsonaro ao lado do presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, que recomendou saunas e vodca contra o vírus, do Turcomenistão, que proibiu o uso o termo “coronavírus” no país, e da Nicarágua, que não é visto há mais de um mês e ainda mantém em atividade as ligas esportivas. O texto de opinião assinado pelo conselho editorial do veículo americano tem como título “Líderes arriscam vidas minimizando o coronavírus. Bolsonaro é o pior”.
“Quando as infecções começaram a se espalhar em um País de mais 200 milhões de habitantes, o populista de direita disse que o coronavírus causa ‘uma gripezinha’ e instou os brasileiros a ‘enfrentar o vírus como um homem, caramba, não como um menino’. Pior, o presidente tentou repetidamente minar as medidas tomadas pelos 27 governadores estaduais do País para conter o surto”, diz o The Post, citando as ações do presidente Bolsonaro diante da crise.
O jornal ainda citou a campanha “O Brasil não pode parar” e as discordâncias públicas entre Bolsonaro e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, como exemplos de condutas erráticas do presidente brasileiro, classificadas como “tendo um efeito sinistro” nos índices de infecção e de mortos no Brasil pela covid-19.
No fim do editorial, o periódico americano incentiva o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, a telefonar para Bolsonaro e incentivar o brasileiro a voltar atrás na retórica e apoiar medidas de contenção recomendadas por profissionais de saúde, assim como o próprio Trump mudou de conduta quando ao coronavírus nas últimas semanas.

*Estadão Conteúdo/BG.

MOSSORÓ-RN: 153 MORTES VIOLENTAS EM 2020 - JOVEM É MORTO A TIROS NO BELO HORIZONTE

O crime aconteceu por volta das 21h30m de sábado, 24 de outubro, na Rua João Damásio, no bairro Belo Horizonte em Mossoró no Rio Grande do N...