segunda-feira, 18 de maio de 2020

APODI apresenta queda no número de casos diários de COVID-19

Ainda é cedo pra comemorar, isso é fato, mas a queda do número diário de novos casos confirmados do COVID-19 já serve de alento.

Registramos ontem o menor número diário de novas confirmações do corona vírus na cidade, com apenas 3 novos casos. Esse número é ainda menor que o registrado no último domingo, dia 10 de maio, quando foram apresentados 4 casos.

Apodi assustou-se com o acúmulo de casos da semana que passou, foram 58 novos casos em apenas 7 dias, com o pico de incidência em 12 de maio, quando foram anotados 17 novos casos em apenas 24 horas. E tudo isso ocorreu logo após o 2º óbito da cidade provocado pelo vírus.

Apodi enfim parou pra debater mais seriamente o seu quadro, deixou de lado a romantização que de certa forma estava tomando de conta das redes sociais, com a ideia falsa de que tínhamos remédio pra curar a doença, e que alguns insistiam que éramos referência no combate ao COVID-19 no RN.

Tanto não é verdade, que o número de casos dobrou, que pacientes foram hospitalizados, alguns em estado grave, que ainda hoje estão internados na UTI em Mossoró.

A cidade se notabilizou pelo alto número de testes, graças a parcerias como o da UFRN e o Instituto de Medicina Tropical da Universidade Federal do RN, mas o que chamou mais a atenção foi que os testes realizados vieram positivos, levando Apodi a ter um dos mais altos índices proporcionalmente a sua população de casos confirmados de COVID-19 em todo o estado.

Passamos a ter um destaque negativo e os olhos se voltaram à nossa cidade.

Porém, o susto inicial parece ter surtido efeito, pois obrigou a prefeitura a tomar medidas mais duras, e fez com que a própria população se cuidasse ainda mais. O movimento rotineiro, mesmo em período crítico, nas ruas, nas calçadas e até no comércio local, ficou visivelmente menor tão logo os números começaram a subir.

Pela dinâmica do vírus, seria incoerente dizer que o novo decreto da prefeitura e o aumento na rigidez do isolamento social seja responsável por essa queda de casos, porém, se mantivermos essa tendência, auxiliados pelas novas ações é possível prever que Apodi saia dessa antes do que esperávamos.


*Dr De Assis Oliveira

Nenhum comentário: