Mostrando postagens com marcador COVID-19. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador COVID-19. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 27 de maio de 2020

APODI-RN: SAIU MAIS UM BOLETIM DO NOVO CORONAVÍRUS

Saiu mais um Boletim sobre o novo Coronavírus (COVID-19) em Apodi.
Até essa quarta (27), são 974 notificações, sendo 34 suspeitos que ainda estão aguardando o resultado do exame (3,5%), 681 descartados (69,9%), e 259 confirmados (26,6%). 
Dos pacientes confirmados 167 estão curados (64,5%), 87 em tratamento (33,6%) e 5 chegaram a óbito (1,9%). 
O aumento de casos notificados é devido a quantidade de exames que o município adquiriu e está usando, mais de 200 exames realizados por semana. 
Hoje foi realizado 58 exames e saiu 53 resultados.

MOSSORÓ-RN: SARGENTO FREIRE MORRE VÍTIMA DE COVID-19

Morreu no final da tarde desta terça-feira o Sargento Freire, de 58 anos. Ele estava internado na UTI do Hospital São Luiz, em Mossoró, em decorrência de complicações da covid-19.
Inicialmente o sargento da reserva foi internado no Hospital Tarcísio Maia, numa Unidade de Cuidados Intermediários (UCI). Depois, foi transferido para uma UTI do Hospital São Luiz, onde permaneceu até hoje.
Segundo informações, Sargento Freire não possuía comorbidades.
Descanse em paz.

*Saulo Vale/Passando na Hora

segunda-feira, 25 de maio de 2020

MOSSORÓ-RN: PASTOR EVANGÉLICO DE 92 ANOS MORRE VÍTIMA DE COVID-19

O Pr Francisco José da Silva tinha 92 anos de idade, faleceu na madrugada de hoje, em Mossoró.
Segundo informações da família, ele foi acometido da Gripe Chinesa “Covid-19” e não resistiu.
Francisco José da Silva era Pastor ligado a Igreja Assembleia de Deus em Mossoró. Ele trabalhou por algum tempo como Pr auxiliar na região da Serra do Mel e atualmente estava Jubilado, uma espécie de aposentadoria por antiguidade.
Vá em Paz Missionario!


*O Câmera

quinta-feira, 21 de maio de 2020

SÃO RAFAEL-RN: APÓS ESPERAR 4 DIAS POR LEITO DE UTI, IDOSO DE 80 ANOS COM SUSPEITA DE CORONAVÍRUS MORRE NA UPA

Asclepíades Jales de Macedo, de 80 anos, morreu com suspeita de coronavírus — Foto: Cedida pela família
Um idoso de 80 anos morreu após esperar por uma UTI durante quatro dias, na região Oeste do Rio Grande do Norte. O paciente faleceu na noite desta quarta-feira (20), na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São Rafael, enquanto era preparado pela equipe médica para ser transferido para um leito crítico em um hospital em Caicó, na região Seridó potiguar.
Segundo a família, Asclepíades Jales de Macedo deu entrada na unidade de saúde no domingo (17) e, desde então, o médico afirmou que ele precisaria de uma UTI. A sobrinha de seu Asclepíades, Maria Aldeneide, afirmou que a vaga foi solicitada, mas não havia leito disponível em Mossoró, distante cerca de 107 km e que recebe pacientes dos municípios da região Oeste. Foram mais de três dias com tentativas frustradas.
“Na terça-feira, o médico disse que ele não ia resistir mais um dia, se não conseguisse uma UTI”, relata a sobrinha. A vaga só foi encontrada por volta das 17h desta quarta-feira (20), em Caicó, na região Seridó, e a ambulância chegou à unidade em que ele estava internado às 18h, mas o idoso não resistiu e morreu enquanto era preparado para a transferência.
Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) afirmou que até a tarde desta quarta-feira (20) não havia sido registrada solicitação o sistema da Central Metropolitana de Regulação - responsável pela administração de leitos na região de metropolitana de Natal e também no Seridó - Caicó fica distante cerca de 97 quilômetros de São Rafael.
“O paciente estava desde a noite de segunda-feira (18) em uma unidade de pronto atendimento do município e a vaga foi solicitada junto à Central de Regulação de Leitos de Mossoró, que constatou junto às unidades hospitalares da região Oeste que não havia vagas de leitos críticos. Na tarde desta quarta-feira, ao saber por vias extraoficiais que o paciente ainda não havia sido regulado e tendo em conta leitos de UTI vagos no Hospital Regional do Seridó, em Caicó, a Sesap solicitou que fosse encaminhado o pedido de regulação à Central Metropolitana. Assim que o pedido deu entrada no sistema o paciente teve vaga reservada e transferência autorizada para o município de Caicó”, afirmou a pasta.
Procurada para também comentar, a assessoria da Secretaria Municipal de Saúde de Mossoró, que é responsável pela regulação regional, afirmou que o caso estava com a Secretaria Estadual de Saúde.
Inicialmente, Asclepíades procurou atendimento na quinta-feira (14), mas foi constatado apenas um “pico de pressão”. Nos dias seguintes, apresentou piora e voltou à unidade no domingo (17), com febre. Após os exames, foi constatada uma possível pneumonia. Ele ainda fez um teste para coronavírus na terça-feira (19), que deu negativo, porém os médicos continuaram sem descartar a doença, porque o exame foi feito com menos de sete dias após o início dos sintomas, o que dificulta o diagnóstico e pode causar falso negativo.
Asclepíades Jales de Macedo, também conhecido pela cidade de São Rafael como Pido, tinha um armazém de venda de ração de gado, onde só parou de trabalhar meses atrás, após passar o negócio para um genro. “Ele disse que ia aproveitar a vida”, lembra a sobrinha Maria Aldeneide. Pai de 11 filhos, seu Asclepíades não poderá ter um enterro com a família reunida, como foi seu último aniversário, em outubro de 2019.
 

*Do G1 RN

quarta-feira, 20 de maio de 2020

BRASIL: CASOS E ÓBITOS CAUSADOS PELO NOVO CORONAVÍRUS

As secretarias estaduais de Saúde confirmam no país 275.382 casos do novo coronavírus (Sars-CoV-2), com 18.130 mortes.

segunda-feira, 18 de maio de 2020

APODI apresenta queda no número de casos diários de COVID-19

Ainda é cedo pra comemorar, isso é fato, mas a queda do número diário de novos casos confirmados do COVID-19 já serve de alento.

Registramos ontem o menor número diário de novas confirmações do corona vírus na cidade, com apenas 3 novos casos. Esse número é ainda menor que o registrado no último domingo, dia 10 de maio, quando foram apresentados 4 casos.

Apodi assustou-se com o acúmulo de casos da semana que passou, foram 58 novos casos em apenas 7 dias, com o pico de incidência em 12 de maio, quando foram anotados 17 novos casos em apenas 24 horas. E tudo isso ocorreu logo após o 2º óbito da cidade provocado pelo vírus.

Apodi enfim parou pra debater mais seriamente o seu quadro, deixou de lado a romantização que de certa forma estava tomando de conta das redes sociais, com a ideia falsa de que tínhamos remédio pra curar a doença, e que alguns insistiam que éramos referência no combate ao COVID-19 no RN.

Tanto não é verdade, que o número de casos dobrou, que pacientes foram hospitalizados, alguns em estado grave, que ainda hoje estão internados na UTI em Mossoró.

A cidade se notabilizou pelo alto número de testes, graças a parcerias como o da UFRN e o Instituto de Medicina Tropical da Universidade Federal do RN, mas o que chamou mais a atenção foi que os testes realizados vieram positivos, levando Apodi a ter um dos mais altos índices proporcionalmente a sua população de casos confirmados de COVID-19 em todo o estado.

Passamos a ter um destaque negativo e os olhos se voltaram à nossa cidade.

Porém, o susto inicial parece ter surtido efeito, pois obrigou a prefeitura a tomar medidas mais duras, e fez com que a própria população se cuidasse ainda mais. O movimento rotineiro, mesmo em período crítico, nas ruas, nas calçadas e até no comércio local, ficou visivelmente menor tão logo os números começaram a subir.

Pela dinâmica do vírus, seria incoerente dizer que o novo decreto da prefeitura e o aumento na rigidez do isolamento social seja responsável por essa queda de casos, porém, se mantivermos essa tendência, auxiliados pelas novas ações é possível prever que Apodi saia dessa antes do que esperávamos.


*Dr De Assis Oliveira

terça-feira, 12 de maio de 2020

APODI-RN: SAIU MAIS UM BOLETIM DO CORONAVÍRUS

Saiu mais um Boletim sobre o Novo Coronavírus (COVID-19) em apodi.
Até ontem segunda (11), foram registradas 349 notificações, com 51 suspeitos (14,6%), 233 descartados (66,8%) e 65 confirmados (18,6%). 
Dos pacientes confirmados 48 estão curados (73,9%), 15 em tratamento (23%) e 2 chegaram a óbito (3,1%). 
Lembra que o aumento de casos notificados se deve é a quantidade de testes rápidos que o município adquiriu e está usando, além da parceria com a IMT-RN/UFRN, onde são realizados 20 testes (swab) por dia, ou seja, uma média de 100 exames por semana, mais os testes rápidos. 
Os exames estão sendo realizados nos pacientes sintomáticos com problemas respiratórios, profissionais da linha de frente da saúde e segurança, idosos sintomáticos e pessoas que tiveram contato com pacientes positivos.

terça-feira, 5 de maio de 2020

CORONAVÍRUS: 108.620 CASOS E 7.367 ÓBITOS NO BRASIL

As secretarias estaduais de Saúde confirmam no país 108.620 casos do novo coronavírus (Sars-CoV-2), com 7.367 mortes. Cidades com maior mortalidade e incidência de casos se concentram no Norte e Nordeste.
Veja os dados sobre o coronavírus no Brasil nesta segunda-feira (4), segundo levantamento exclusivo do G1 junto às secretarias estaduais de saúde. Foram registradas 7.367 provocadas pela Covid-19 e 108.620 casos confirmados da doença em todo o país.


sábado, 21 de março de 2020

Presidente do Senado também está com coronavírus

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, foi diagnosticado com covid-19 e está em isolamento domiciliar. Segundo sua assessoria, o senador refez o exame na noite de ontem e o resultado saiu hoje no final da tarde. “Alcolumbre, no entanto, está bem, sem sintomas severos, salvo alguma indisposição, e segue em isolamento domiciliar, conforme determina o protocolo de conduta do Ministério da Saúde e a OMS [Organização Mundial da Saúde]”, diz a assessoria.
No dia 14 de março, Alcolumbre fez o primeiro teste para o coronavírus e o resultado foi negativo. Segundo a assessoria do Senado, na ocasião, não tinha sintomas da doença, mas realizou o exame após ter contato com algumas pessoas suspeitas de estarem com o vírus.
Depois de voltar de viagem dos Estados Unidos, o senador Nelsinho Trad (PSD-MS) estava com o novo coronavírus, mas ainda não sabia. Neste período, ele se reuniu com parlamentares, embaixadores, ministros e com Alcolumbre. O senador também presidiu a sessão de uma comissão no Congresso e participou até de encontro para discutir o avanço da Covid-19 no País.
Hoje, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, durante coletiva sobre o coronavírus, que o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, também foi diagnosticado com a doença do novo coronavírus. Mais cedo, o ministro do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), general Augusto Heleno, foi mais um que recebeu resultado positivo de teste para coronavírus. Tanto Albuquerque quanto Heleno estiveram com Bolsonaro na comitiva que visitou o presidente norte-americano Donald Trump em Miami, no início de março. Ao todo, 18 pessoas que estiveram com o presidente nos Estados Unidos já testaram positivo para a doença. 


*Fonte: Uol